terça-feira, 9 de março de 2021

Mostra Cinema Latino Americano de Miguel Littin na plataforma SPCINE PLAY

 



A mostra Cinema Latino Americano de Miguel Littín traz 12 filmes do cineasta chileno que serão exibidos de forma online e gratuita de 01/04 a 08/04 na plataforma SPCINE PLAY. Os filmes ficarão disponíveis por 24h e poderão ser acessados diretamente no site www.spcineplay.com.br

Além dos filmes, a programação traz uma MasterClass, dia 01/04 às 17h e debate com o Francisco César Filho, diretor do Festival de Cinema Latino Americano  e o especialista na obra de  Miguel Littin,  Alexsandro de Sousa e Silva que acontecerá no dia 06/04 às 17hs, no canal da Mostra no YouTube. 

Littín é considerado o cineasta chileno mais importante de sua geração. Com um cinema engajado, realizado durante o governo de Salvador Allende (1970-1973), ele passou a filmar na clandestinidade durante o governo seguinte, do ditador Augusto Pinochet. 



A programação traz alguns de seus principais trabalhos como O Chacal de Nahueltoro (1965), baseado em um caso policial que escandalizou o Chile, considerado como o primeiro do gênero "docudrama" e um dos filmes mais importantes do movimento do Nuevo Cine Latino Americano; uma entrevista intimista com Salvador Allende em Compañero Presidente (1971); A Viúva de Montiel (1979) que traz Geraldine Chaplin como protagonista e é baseado no livro Los funerales de la mamá grande, de Gabriel Garcia Marquez; Alsino e o Condor (1982) que deu projeção internacional a Littín ao ser indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1982; Ata Geral do Chile (1986), filmado clandestinamente, já que o diretor era um dos 5 mil exilados pelo governo de Pinochet, o diretor percorreu todo o país, retratando o cotidiano do país sob o regime militar. 

Esta é uma oportunidade única do público brasileiro ver a história do Chile e um capítulo importante da história latinoamericana remontada a partir do olhar de Littín, reconhecendo na tela grande uma realidade por vezes tão similar e que ecoa até os dias atuais, com as bases de nossa democracia sendo discutidas e colocadas em prova.  

"Ao assistir os filmes de Miguel Littín o público não tem apenas a chance de conhecer a história recente do Chile, mas pode também montar junto a ela o grande quebra-cabeça chamado América Latina. Começando nos anos 60 com o fervilhar do Novo Cinema Latino Americano feito por jovens cineastas que usaram o cinema como arma frente ao imperialismo em favor de mudanças sociais e uma descolonização cultural de seus países. Passando pela desesperança da era de chumbo das ditaduras: mortes, exílios, clandestinidade, sempre revelando congruências entre nossos povos através das imagens e da literatura de Gabriel Garcia Marquez”, explica a curadora Lívia Fusco. 


Além da importância temática, a obra Miguel Littín também tem relevância na história do cinema mundial,  pois revela uma nova estética latino-americana. Criada a partir do nascimento oficial do movimento do Nuevo Cine Latino americano, no I Encuentro de Cineastas Latino americanos, em março de 67, quando jovens influenciados por acontecimentos históricos, como a Revolução Cubana (1959), apresentaram seus filmes e discutiram o uso do cinema como arma na luta, denúncia das questões sociais comuns a países colonizados e buscando entre eles o reconhecimento de uma identidade comum e a projeção de um futuro distinto.

Cinema Latino Americano de Miguel Littín tem curadoria de Lívia Fusco e está sendo produzida com apoio do Edital PROAC Expresso Lab - Aldir Blanc.

 

PROGRAMAÇÃO

*Os filmes ficarão disponíveis por 24h a partir do dia e horário de exibição. 

01/04 - Quinta-feira 

17h  - ABERTURA - Masterclass. Disponível até 08/04

19h  - O chacal de Nahueltoro (El Chacal de Nahueltoro), 1969, 90 min. 

19h - Companheiro Presidente (Compañero Presidente),  1971, 70 min. 

 

02/04 - Sexta-feira 

19h - A terra prometida (La tierra prometida), 1973, 125 min. 

19h - Atas de Marusia (Actas de Marusia), 1975, 110 min. 

 

05/04 - Segunda-feira 

19h - O recurso do método (El recurso del método), 1978, 153 min. 

19h -  A viúva de Montiel (La viuda de Montiel), 1979, 110 min. 

 

06/04 - Terça-feira 

17h -  Debate -  Disponível até 08/03

19h - Alsino e o Condor (Alsino y el cóndor ), 1982, 89 min.

19h - Ata geral do Chile (Acta general de chile), 1986, 115 min. 

 

07/04 - Quarta-feira 

19h - Os Náufragos (Los naufragos), 1994, 121 min.

19h - Terra do fogo (Tierra del fuego), 2000, 99 min.

 

08/04 - Quinta-feira 

19h - A última lua (La última Luna), 2005, 105 min. 

19h - 10 Dawson Ilha (Dawson Isla 10), 2009, 117 min.

 

FICHAS TÉCNICAS

O Chacal de Nahueltoro (El Chacal de Nahueltoro), 1969, 90 min., ficção, Chile, Elenco: Nelson Villagra, Shenda Roman, Luis Alarcón.

Baseado em um crime bárbaro que escandalizou a sociedade chilena na década de sessenta, o assassinato de uma mulher e seus cinco filhos que terminou na execução do assassino, o que permitiu ao diretor desmistificar alguns dos tabus ideológicos e propor um exame cuidadoso as condições sociais que permearam a vida do camponês José del Carmen Valenzuela Torres.

  • Filme exibido no Festival de Cine de Viña del Mar de 1969, considerado uma das obras primas do movimento do Nuevo Cine Latinoamericano.

 

Companheiro Presidente (Compañero Presidente), 1971, 70 min., documentário, Chile.

Em 1971, o filósofo francês Régis Debray, célebre por ter participado junto a Che Guevara na incursão boliviana que custaria a vida a Che, chegou ao Chile para conhecer a experiência revolucionária. Nesse contexto, Debray entrevistou Salvador Allende sobre as características do processo e desafios, tanto ideológicos como políticos dessa experiência.

 

A Terra Prometida (La Tierra Prometida), 1973, 125 minutos, ficção, Chile e Cuba, Elenco: Nelson Villagra, Aníbal Reyna, Pedro Manuel Alvarez, Rafael Benavente

Baseado em fatos reais que aconteceram nas primeiras décadas do século XX, misturando recursos de documentais e ficcionais, relata as lutas camponesas, seus mitos e lendas da instauração de uma fugaz República Socialista.

 


Atas de Marusia (Actas de Marusida), 1976, 110 min., ficção, México. Elenco: Gian Maria Volonté, Diana Bracho, Claudio Obregón, Arturo Beristáin, Alicia del Soto, Jorge Fegán, Guillermo Gil, Salvador Godínez, Manuel ‘Flaco’ Ibáñez, Silvia Mariscal, Alejandro Parodi, Patricio Castillo.

O filme relembra um episódio sombrio da história chilena. Em 1907, mineiros de uma pequena vila se revoltam contra as despóticas regras dos ingleses - proprietários das minas. Para interromper a revolta, o governo chileno decide destruir a vila. O filme é uma adaptação do livro de Patrício Manns, inspirado em depoimentos de sobreviventes e testemunhas.

  • Primeiro filme de Miguel Littín realizado no estrangeiro durante seu exílio. Foi selecionada para a Competição Oficial do Festival de Cannes de 1976 e concorreu ao Oscar de Melhor Filmes Estrangeiro pelo México.

 

O Recurso do Método El Recurso del Método (¡Viva el Presidente!)1978, 153 min., ficção, México e Cuba. Elenco: Nelson Villagra, Katy Jurado, Salvador Sánchez, Alain Cuny, Ernesto Gómez Cruz, María Adelina Vera, Reynaldo Miravalle, Raúl Pomares, Ildefonso Tamayo, Gabriel Retes.

Adaptação da obra homônima de Alejo Carpentier. O presidente de uma república latino-americana recebe a notícia em Paris de um levante de um general. Parte imediatamente e sufoca a rebelião. O presidente regressa a Paris onde vão publicar as fotos do massacre, onde se instala uma guerra mundial.

  • O filme se encontrava em Cuba, sendo recuperado através de um convênio entre ICAIC com a Cineteca Nacional do Chile em 2009. Em 2010 uma nova cópia foi feita com apoio do Programa Ibermedia.

 

A viúva de Montiel (La Viuda de Montiel), 1979, 110 min., ficção, México,  Venezuela, Colômbia e Cuba.

Baseada no romance de Gabriel Garcia Márquez: Los funerales de la Mamá Grande, (1962). Durante uma viagem de trem, uma mulher acompanhada de sua única filha, ela relembra fatos que marcaram a história de seu filho falecido que a levaram a um trágico desenlace. 

  • O filme participou da seleção oficial do Festival de Berlim de 1980.

 

Alsino e o Condor (Alsino y el Cóndor), 1982, 89 min., ficção, Nicarágua.

Conta a história de um garoto camponês que sonha em voar, expressa em um paralelo simbólico entre o voo mágico do Alsino e o real do Condor (assessor militar norte americano), no âmbito da guerra de libertação da Nicarágua em 1979.

  • Foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro na edição de 1983, representando o México.



Ata geral do Chile (Acta general del Chile), 
1986, 115 min., documentário, Chile, Cuba.

Em 1985, Miguel Littín regressa ao Chile de forma clandestina e realiza esse documentário dividido em três partes sobre a realidade política do país. Intituladas como “Miguel Littín: Clandestino no Chile”, “Norte do Chile: Quando fui para o Pampa” e “Da fronteira ao Interior do Chile: A Chama Acesa”; incluindo depoimentos de García Márquez, Fidel Castro e Hortensia Bussi. Revelando o Chile de Augusto Pinochet e também de Salvador Allende. 

  • A versão recebida pela Cineteca de Cuba em U-matic possui a duração menor do que a versão original de 270 minutos.

 

Os Náufragos (Los Náufragos), 1994, 121 min., ficção, Chile, Canadá e França. Elenco: Marcelo Romo, Valentina Vargas, Bastián Bodenhöffer, Luis Alarcón, Tennyson Ferrada, Patricio Bunster, Gregory Cohen, Myriam Palacios, Loreto Valenzuela, Marés González, Domingo Tessier, Roberto Navarrete.

Aron volta depois de vinte anos de exílio a um Chile completamente diferente, cujo seu pai foi morto durante sua ausência e seu irmão faz parte dos milhares de desaparecidos. Ele se sente um náufrago perdido em um lugar irreconhecível, onde trata de compreender o que aconteceu com a sua família e seu país.

  • Depois de quase vinte anos de exílio com o retorno da democracia no Chile, Miguel Littín volta oficialmente. Em Os Náufragos, Littín refletiu os efeitos da ditadura de Augusto Pinochet através do personagem do Aron.

 

Terra de Fogo (Tierra del Fuego), 2000, 99 min., ficção, Chile, Espanha e Itália. Elenco: Jorge Perugorría, Ornella Muti, Tamara Acosta, Nelson Villagra, Alvaro Rudolphy, Nancho Novo, Luis Alarcón, Claudio Santamaría, Uxía Blanco, Ángel Parra, Mateo Iribarren, Héctor Delgado, María Jurado, Víctor Barreira, José Luis Mimica, Mauricio Pesutic.

Em meados do século XIX, o engenheiro romeno Julius Popper chega à Patagônia em busca de ouro e para conquistar terras em nome de sua rainha Carmen Sylva. Na bela e inóspita paisagem encontra imigrantes provenientes de todos os lugares do planeta que, como ele, chegaram a estas terras cegados pela ambição e dispostos a qualquer coisa para fazer fortuna. Logo Popper é ajudado por Armenia, uma italiana dona de um bordel, e por um grupo de homens comandados pelo alemão Fritz Novak, que lhe juram obediência em troca de ouro.

 

A Última Lua (La Última Luna), 2005, 105 min., ficção, Chile, Espanha e México. Elenco: Ayman Abu Alhuzolof, Tamara Acosta, Alejandro Goic, Francisca Merino, Saba Musleh.

Palestina, 1914. O Jovem palestino Solimon e seu amigo judeu Jacob, começaram a construir uma casa na colina judia de Beit-Sajour com pedras trazidas de Beit- Yala. Durante a aparente calmaria do lugar,  explosões de violência antecipam os dias de guerra.

 

Dawson, Ilha 10 (Dawson, Isla 10), 2009, 117 min., ficção, Chile, Brasil e Venezuela. Elenco: Benjamín Vicuña, Bertrand Duarte, Pablo Krögh, Cristián de la Fuente, Sergio Hernández, Luis Dubó, Caco Monteiro, Horacio Videla, Matías Vega, Alejandro Goic, Mario Bustos, Enrique Epíldora, Víctor Hugo Ogaz, Juan Carlos Brown, Daniel Antivilo, Ramón González, Raúl Sendra, Luis Bravo, Sergio Allard, Nicolás Klein, Guillermo Salinas, Iván Fuentes, Javier Valiño, Daniel Alcaíno, Andrés Skoknik, Elvis Fuentes.

Baseado no livro de Sérgio Bitar, o filme mostra a estadia de ministro e colaboradores do destituído presidente Salvador Allende no campo de concentração na ilha Dawson, ao Sul do país.

 

SERVIÇO

Mostra Cinema Latino Americano de Miguel Littín 

 01/04  a 08/04

Online e gratuito

SPCine Play 

 

Acompanhe as redes sociais da mostra

Instagram: https://www.instagram.com/mostradecinemalatino/

Facebook: https://www.facebook.com/Mostradecinemalatino


FONTE: KARINA ALMEIDA/ GENCO ASSESSORIA


SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (96)