terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Sessão com documentários inéditos em língua portuguesa estreia na TV Brasil

Até fevereiro de 2020, a Faixa Cine CPLP reúne nove produções de realizadores da comunidade lusófona 


Para incentivar o intercâmbio cultural e o fomento ao audiovisual entre as nações da comunidade lusófona, a TV Brasil apresenta, a partir desta segunda-feira (23/12), às 23h30, a terceira edição da faixa Cine CPLP. O longa nacional "Entre a Porta e a Rua" marca a estreia da sessão.

A mostra de filmes reúne documentários originais produzidos pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) com recortes significativos da realidade de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

A emissora pública exibe, semanalmente, um longa-metragem documental, com cerca de 52 minutos, produzido por realizadores dessas nações na programação de verão. A faixa oferece uma ampla visão contemporânea da diversidade cultural, social e política dos países de língua portuguesa no mundo.

Na estreia da nova sessão, a TV Brasil lança o filme nacional "Entre a Porta e a Rua", obra dirigida por Rafael Figueiredo com produção da COOPAS que retrata o cotidiano de migrantes nordestinos para o sudeste. O filme investiga os desafios enfrentados na rotina dos porteiros de edifícios de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Sobre a seleção de filmes

O concurso internacional DOCTV CPLP III teve 192 projetos de documentários inscritos. A participação feminina representou um terço das candidaturas. O Brasil foi o país teve o maior número de interessados com 81 propostas.

O envolvimento dos produtores brasileiros corresponde a 42% do total de inscrições na iniciativa. Portugal teve 33 candidatos enquanto Moçambique 24. As demais nações tiveram entre 8 e 13 proposições. As produções buscam devem refletir a realidade e a situação socioeconômica contemporânea das nações que formam a CPLP.

TV Brasil exibe os documentários premiados no Programa CPLP Audiovisual nessa terceira edição do DOCTV CPLP com exclusividade em território nacional. As obras inéditas ganham estreia mundial em faixa nobre de programação das emissoras públicas dos países que formam a Rede CPLP Audiovisual.

O objetivo do Programa CPLP Audiovisual é incentivar e difundir em escala mundial e nacional o desenvolvimento de documentários dos nove países de língua portuguesa participantes. A seleção é uma iniciativa do Programa de Fomento à Produção e Teledifusão de Conteúdos Audiovisuais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Esse programa de fomento à produção e difusão de documentários de países de língua portuguesa oferece uma plataforma efetiva de visibilidade da produção audiovisual contemporânea da CPLP no mercado internacional.

As duas produções brasileiras contempladas em 2015 nos concursos nacionais DOCTV II e FICTV I do Programa CPLP Audiovisual foram o documentário "Por parte de pai" produzido pela Doctela e o drama "A Felicidade de Margô" realizado pela Conteúdos Diversos. A obra de ficção inspirada em crônica de Drauzio Varella, que faz breve aparição na trama, é protagonizado por Maria Clara Spinelli. As produções estrearam na TV Brasil em 2017.

Sinopse de "Entre a Porta e a Rua"

O documentário "Entre a Porta e a Rua" aborda os desafios de migrantes nordestinos que trabalham como porteiros de edifícios em Copacabana, no Rio de Janeiro. A partir de diferentes gerações e relações de parentesco e amizade, o longa recorta universos particulares para revelar configurações únicas do trabalhador brasileiro. A obra também expõe e contrapõe mudanças sociais e políticas. 

A produção inédita apresenta diversas históricas de vida peculiares. O filme traça um panorama sobre as condições de moradia, subserviência e segregação social que essas pessoas enfrentam no dia a dia da profissão.

A obra traz à tona a complexidade das relações sociais no país, muitas vezes silenciadas por acordos de civilidade que remetem a padrões culturais construídos ao longo da construção histórica da sociedade.

O documentário mostra questões relacionadas à tensão originada pelas diferentes classes sociais dos moradores e dos porteiros e de suas respectivas famílias. A produção investiga o esfacelamento das identidades desses profissionais.

Os personagens identificados na obra oscilam entre a cultura de sua cidade natal no meio rural e o trabalho no ambiente urbano da cidade do Rio de Janeiro com vivência em locais à margem dos prédios onde exercem seu ofício.

Ficha técnica
País de origem: Brasil. Ano: 2018. Gênero: documentário. Direção: Rafael Figueiredo. Produção: COOPAS. Produtora-executiva: Paula Lagoeiro. Argumento e roteiro: Cristina Gomes. Direção de Fotografia: Juarez Pavelak. Montagem: João Gustavo Monteiro. Música original: Mauro Perelmann. Classificação indicativa: 16 anos. Duração: 51 min.
  

Confira a programação de filmes da faixa Cine CPLP na TV Brasil

"Entre a Porta e a Rua"
Data: 23/12 (segunda-feira), às 23h30
País: Brasil

"Elinga Teatro"
Data: 30/12 (segunda-feira), às 23h30
País: Angola

"Bidon"
Data: 06/01 (segunda-feira), às 23h30
País: Cabo verde

"Ritmos de Ida e Vola"
Data: 13/01 (segunda-feira), às 23h30
País: Guiné Equatorial

"Tesouro Sagrado"
Data: 27/01 (segunda-feira), às 23h30
País: Guiné Bissau

"O Parto"
Data: 03/02 (segunda-feira), às 23h30
País: Moçambique

"Viagem aos Makonde"
Data: 10/02 (segunda-feira), às 23h30
País: Portugal

"O Estado Crioulo de África"
Data: 17/02 (segunda-feira), às 23h30
País: São Tomé e Príncipe

"Músicas da Resistência"
Data: 24/02 (segunda-feira), às 23h30
País: Timor Leste

Fonte: Fernando Chaves
Empresa Brasil de Comunicação | TV Brasil | Rádios Nacional e MEC 

SHARE THIS

0 comentários:

Latest Posts

Cloud Labels

especiais (78)