sexta-feira, 18 de novembro de 2022

Documentário O TABLADO E MARIA CLARA MACHADO de Creuza Gravina, estreia 24/11

 






 

    

 


o filme reúne memórias e curiosidades sobre a dramaturga, autora de “Pluft, o Fantasminha”, e o teatro.  Com depoimentos de Marieta Severo, Cláudia Abreu, Malu Mader, Gilberto Braga e Marcos Palmeira  

 


 

O longa O Tablado e Maria Clara Machado”, de Creuza Gravina, estreia dia 24 de novembro. O documentário já foi exibido em mais de 15 festivais, incluindo a Première Brasil do Festival do Rio e o Festival de Rotterdam, contudo seguia inédito comercialmente. Para o centenário de Maria Clara Machado, o filme ganhou nova finalização e passa a contar com outras imagens raras de arquivo e animações. A estreia estava planejada para 2021, contudo, em virtude da pandemia, precisou ser adiada. O filme foi produzido pela Gravinart Produções Artísticas.  

 

 

No ano passado, a diretora Creuza Gravina organizou uma série de lives com parte do elenco, que seguem disponíveis no Youtube. Além disso, no dia em que Maria Clara Machado completaria 100 anos, foi ao ar o novo site do filme, em homenagem à dramaturga. No portal www.otabladoemariaclaramachado.com.br  é possível visualizar o trailer do longa, imagens de arquivo do mesmo e trechos especiais.  

 

 

O documentário conta com nomes como Marieta Severo, Gilberto Braga, Cacá Mourthé, Louise Cardoso, Lúcio Mauro Filho, Marcos Palmeira, Marcelo Serrado e muitos outros, que relatam histórias e curiosidades da dramaturga e suas experiências no teatro Tablado. O documentário tem um lado lúdico, com cenas exclusivas, nas quais é possível ver, por exemplo, Marieta Severo interpretando uma Bruxa Chefe, Malu Mader como a menina que voa com o vento, Claudia Abreu e Andréa Beltrão como fantasmas, em sequências completas, unindo gerações e dando mais vida aos depoimentos. 

 

 

Conhecida pelas suas peças como "Pluft, O Fantasminha;" e "O Cavalinho Azul", além de ter sido fundadora do Teatro Tablado, Maria Clara Machado, que faleceu em 2001, completaria 100 anos dia 3 abril de 2021.   No mesmo ano, o tradicional Teatro Tablado que formou inúmeras gerações de atores, completou 70 anos de existência. 

 

 

O projeto de comemoração do centenário de Maria Clara Machado foi contemplado em edital pelo Governo Federal, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa através da Lei Aldir Blanc. 

 

 




Sinopse do documentário: 

 

A história do Teatro Tablado e de sua fundadora Maria Clara Machado contada através de sessenta e dois depoimentos de ex-alunos de diferentes gerações, como Marieta Severo, Malu Mader, Cláudia Abreu, Lúcio Mauro Filho, Marcelo Serrado, Bárbara Heliodora, Ernesto Piccolo, Lupe Gigliotti, Louise Cardoso, Cacá Mourthé, Leandro Hassum, Andréa Beltrão e muitos outros, além dos professores do curso de teatro e de amigos que acompanharam o trabalho da escritora, como Gilberto Braga e Marcos Palmeira.  

 

 

Ficha Técnica:  

 

Direção, Roteiro e Produção - Creuza Gravina 

Montagem e Edição - Creuza Gravina / Roberto Thomé 

Direção de Fotografia - Tito Nogueira 

 

 

 

Diretora Creuza Gravina  

 

O documentário é fruto de anos de pesquisa da diretora Creuza Gravina que além da formação ligada à Comunicação e Cinema, estudou no Teatro Tablado durante 9 anos, tendo conhecido o dia a dia do teatro e vivenciado inúmeras experiências. O filme foi realizado ao longo de cinco anos, sem nenhum tipo de patrocínio. 

 

Maria Clara Machado nasceu em Minas Gerais, mas ainda pequena se mudou para o Rio com a família. Filha de Aníbal Machado teve contato com a arte desde cedo. Perdeu a mãe aos nove anos de idade. Durante a adolescência foi bandeirante. Nessa fase chegou a realizar atividades de recriação de crianças com teatro de fantoches. Assim acabou surgindo a ideia de criação de teatro para adultos. Mais tarde participou de reuniões na casa de pai com outros amigos ligados ao teatro e a partir destes encontros surgiu o Tablado.  Maria Clara participou de várias peças como atriz e diretora e se consagrou como autora de peças infantis, entre elas “Pluft” e “O Cavalinho Azul”. 

 

Festivais em que o documentário, O Tablado e Maria Clara Machado, participou até o momento: 

 

▪ Festival do Rio - Première Brasil  2007 

▪ Independent Film Festival  Rotterdam – Holanda 2008 

▪ Cineme-se 2008 Santos (como longa convidado) 

▪ Cinesul - Rio de Janeiro 2008 

▪ Festival Guarnicê Maranhão 2008 

▪ Panorama Recife de Documentários 2008 

▪ Jornada Internacional de Cinema da Bahia 2008  

▪ Goiânia Em Cena 2008 (evento especial no Festival de Teatro)  

▪ Ibero Brasil Cine Festival 2009 

▪ Pedra que Brilha – Itabira  - Minas Gerais 2009 

▪ Vidas na Tela - FestNatal 2009 

▪ Festival do Rio 2011 – sessão especial – reapresentação em virtude dos 60 anos do Teatro Tablado 

▪ Abertura do XI Festival de Teatro de Resende 2011 

▪ Mitos do Teatro Brasileiro – Brasília  2011 

▪ USP São Carlos evento 2012 

▪ Semana Fluminense do Patrimônio – Rio de Janeiro - 2017 

 

 Fonte: Primeiro Plano


SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (105)