Previous
Next

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Elton John afirma que cena de 'Rocketman' com hit 'Your Song' não foge da realidade

Elton John afirma que cena de 'Rocketman' com hit 'Your Song' não foge da realidade

A canção “Your Song” é com certeza um dos hits mais aclamados pelos fãs de Elton John e o próprio cantor afirma que ele “não se cansa de cantá-la” em seus shows. Em cena de ‘Rocketman’, o público descobre como foi o momento da composição da música, e Elton revela que a ficção não foge muito da realidade: “Compus em mi bemol, bem, bem rápido, como você vê no filme. Foi assim mesmo que aconteceu. Essa composição foi um momento mágico nas nossas vidas”.

Os atores Taron Egerton e Jamie Bell, o Elton John e o Bernie Taupin de ‘Rocketman’, respectivamente, rasgam elogios ao lembrar da gravação e do resultado na telona. “É um momento adorável, faz parte da narrativa sobre a forma única da parceria entre Elton e Bernie”, comenta Taron.  “É uma composição muito visual e cinematográfica. O jeito que essa canção é tratada no filme resulta num momento muito, muito bonito”, diz Jamie, que acha a canção uma das composições mais bonitas de Elton/Bernie. O Diretor Dexter Fletcher se orgulha da cena: “O que eu pretendia fazer era usar essas canções de uma forma nova e empolgante. A familiaridade da canção nos permite apreciar esse momento e o que fizemos com ela criou um momento cinematográfico arrepiante”.



‘Rocketman’ estreou na última quinta-feira, dia 30 de maio, nos cinemas de todo o Brasil. Dirigido por Dexter Fletcher, é uma fantasia musical épica sobre a incrível história da carreira de Elton John. O filme mostra a fantástica jornada de transformação do tímido garoto e pianista prodígio Reginald Dwight no superstar internacional Elton John, uma das figuras mais icônicas da cultura pop.  

Além de Taron Egerton no papel de Elton John, o elenco estrelar conta com Jamie Bell, interpretando o compositor parceiro de longa data de Elton John Bernie Taupin, Richard Madden, como o primeiro empresário de Elton, John Reid, e Bryce Dallas Howard, como a mãe de Elton, Sheila Farebrother.



Sobre a Paramount Pictures Corporation
A Paramount Pictures Corporation (PPC), uma importante produtora e distribuidora global de entretenimento filmado, é uma unidade da Viacom (NASDAQ: VIAB, VIA), casa de marcas globais famosas que criam emocionantes programas de televisão, filmes de longa-metragem, conteúdo de curta metragem, apps, jogos, produtos de consumo, experiências nas mídias sociais e outros conteúdos de entretenimento para as audiências de mais de 180 países.

Fonte: João Beltrão - Paramount Pictures Brasil 
ESTAÇÃO NET CINEMA RIO (06 a 17 de Junho)

ESTAÇÃO NET CINEMA RIO (06 a 17 de Junho)



 
Festival Varilux de Cinema
 
de 6 a 17 de junho
 
Estação NET Ipanema, Estação NET Gávea e Estação NET Rio



 
São 16 longas inéditos, entre eles Quem você pensa que sou, com Juliette Binoche, Graças a Deus, de François Ozon, Revolução em Paris, com Adèle Haenel, Finalmente Livres com Audrey Tautou e Adèle Tautou,  Um homem fiel,de e com  Louis Garrel, Meu bebê, com Sandrine Kiberlain, Asterix para a criançada e o clássico em cópia restaurada, Cyrano de Begerac, com Gerard Depardieu
 
A festa do cinema francês vai começar!!



 
1 – Amor à Segunda Vista  Mon inconnue 
De Hugo Gélin 
Com François Civil, Joséphine Japy, Benjamin Lavernhe 
2019 – Comédia – 1h58 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Da noite para o dia, Raphaël se vê mergulhado num mundo no qual nunca encontrou sua esposa Olivia. Como ele vai fazer para reconquistar a mulher da sua vida, que se tornou uma perfeita desconhecida? 
 
2 – Astérix e o Segredo da Poção Mágica  Astérix – Le Secret de la Potion Magique 
De Louis Clichy e Alexandre Astier 
Com as vozes de Bernard Alane, Christian Clavier, Guillaume Briat 
2019 – Animação – 1h25 
Classificação Indicativa: Livre 
 
Asterix e Obelix precisam ajudar o velho druida Panoramix a encontrar um novo guardião para a poção mágica da Gália. Durante a viagem pela região, eles devem impedir que a receita caia em mãos erradas, dando início a uma inesperada aventura. 
 
3 – Através do Fogo  Sauver ou périr 
De Frédéric Tellier 
Com Pierre Niney, Anaïs Demoustier, Chloé Stefani 
2018 – Drama – 1h56 
Classificação Indicativa: 14 anos 
 
Franck é bombeiro de Paris. Ele salva pessoas, é feliz. Durante uma intervenção num incêndio, ele se sacrifica para salvar seus homens. Ao acordar num centro de tratamento de queimaduras graves, ele entende que seu rosto se derreteu nas chamas. Ele terá que reaprender a viver e aceitar a ser salvo agora. 



 
4– Boas Intenções  Les bonnes intentions 
De Gilles Legrand 
Com Agnès Jaoui, Alban Ivanov, Tim Seyfi 
2018 – Comédia dramática – 1h40 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Sempre envolvida em uma série de trabalhos humanitários, Isabelle, professora de francês, vê-se em concorrência no centro social no qual trabalha. Ela vai então levar seus alunos a fazerem um curso inusitado de alfabetização. 
 
5 – Cyrano Mon Amour  Edmond 
De Alexis Michalik 
Com Thomas Solivérès, Olivier Gourmet, Mathilde Seigner 
2019 – Comédia dramática – 1h49 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Dezembro de 1897, Paris. Edmond Rostand ainda não completou 30 anos, mas já tem dois filhos e muitas angústias. Desesperado por trabalho e há dois anos sem conseguir escrever, ele propõe ao renomado ator Constant Coquelin uma nova peça, uma comédia heroica, em verso. Assim começa a escrever essa peça na qual ninguém acredita, mas por enquanto, ele só tem o título: Cyrano de Bergerac. 
 
6 – Os Dois Filhos de Joseph  Deux fils 
De Félix Moati 
Com Vincent Lacoste, Benoît Poelvoorde, Mathieu Capella 
2018 – Comédia dramática – 1h30 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Para Ivan um menino de 13 anos, seu pai Joseph e seu irmão mais velho Joachim são os seus principais modelos de vida. Porém, em determinado momento os dois falham e o jovem percebe como pode ser ruim conhecê-los. 



 
7 – Filhas do Sol  Les filles du soleil 
De Eva Husson 
Com Golshifteh Farahani, Emmanuelle Bercot 
2018 – Drama – 1h55 
Classificação Indicativa: 14 anos 
 
Bahar é a comandante das Filhas do Sol, um batalhão composto apenas por mulheres curdas que atua ofensivamente na guerra do Curdistão. Ela e as suas soldadas estão prestes a entrar na cidade de Gordyene, local onde Bahar foi capturada uma vez no passado. Mathilde é uma jornalista francesa que está acompanhando o batalhão durante o ataque. O encontro entre as duas mulheres, dentro do cenário caótico que as cercam, irá mudar a vida de ambas permanentemente. 
 
8 – Finalmente Livres  En liberté 
De Pierre Salvadori 
Com Adèle Haenel, Pio Marmai, Audrey Tautou, Damien Bonnard 
2018- Comédia – 1h47 
Classificação Indicativa: 14 anos 
 
Yvonne, jovem inspetora de polícia, descobre que o marido, o capitão Santi, herói local morto em combate, não era o policial corajoso e íntegro que ela pensava, mas um verdadeiro bandido. Determinada a reparar os erros cometidos por ele, Yvonne cruza o caminho de Antoine, injustamente preso por Santi durante oito longos anos. 
 
9 – Graças a Deus  Grâce à Dieu 
De François Ozon 
Com Melvil Poupaud, Denis Ménochet, Swann Arlaud 
2019 – Drama – 2h17 
Classificação Indicativa: 14 anos 
 
Alexandre vive em Lyon com a esposa e os filhos. Um dia, ele descobre, por acaso, que o padre que abusou dele enquanto era escoteiro ainda prega junto às crianças. Ele inicia, então, um combate, ao qual se juntam, rapidamente, François e Emmanuel, também vítimas do padre, para “liberar a palavra” sobre o que sofreram e criam um grupo de apoio para aumentar a pressão na justiça por providências. Mas, eles terão que enfrentar todo o poder da cúpula da Igreja. 
Vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim neste ano, o filme tem 
como base a história real que conduziu à condenação o cardeal francês Philippe Barbarin. 



 
10 – Um homem fiel  L’homme fidèle 
De Louis Garrel 
Com Laetitia Casta, Louis Garrel, Lily-Rose Depp 
2018 – Comédia romântica – 1h15 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Marianne deixa Abel por Paul, seu melhor amigo e pai de seu futuro filho. Oito anos depois, Paul morre. Abel e Marianne voltam a namorar, despertando sentimentos de ciúmes tanto no filho de Marianne, Joseph, quanto na irmã de Paul, Eva, que secretamente ama Abel desde a infância. 
 
11 – Inocência Roubada  Les Chatouilles 
De Andrea Bescond e Eric Metayer 
Com Andrea Bescond, Karin Viard, Clovis Cornillac, Pierre Deladonchamps 
2018 – Drama – 1h43 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Aos oito anos, Odette gostava de pintar e desenhar, como toda criança inocente. Eventualmente, ela também brincava com os adultos, por isso não recusou participar de uma “guerra de cócegas” com um homem mais velho, amigo de seus pais. Anos depois, Odette é uma adulta assombrada pelos traumas da infância, algo que ela vem tentando esquecer através da dança, sua profissão. 
 
12– O Mistério de Henri Pick  Le mystère Henri Pick 
De Rémi Bezançon 
Com Fabrice Luchini, Camille Cottin, Alice Isaaz 
2019 – Comédia – 1h40 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Em uma estranha biblioteca no coração da Bretanha, uma jovem editora descobre um manuscrito extraordinário que imediatamente decide publicar. O romance se torna um best-seller. Mas seu autor, Henri Pick, um bretão fabricante de pizza que morreu dois anos antes, nunca teria escrito nada além de suas listas de compras, segunda a viúva. Convencido de que se trata de uma fraude, um famoso crítico literário decide liderar a investigação. 



 
13– Meu bebê  Mon bébé 
De Lisa Azuelos 
Com Sandrine Kiberlain, Thaïs Alessandrin, Victor Belmondo 
2019 – Comédia dramática – 1h27 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Héloïse é mãe de três filhos. Jade, sua “caçulinha”, acabou de fazer 18 anos e vai sair do ninho para continuar seus estudos no Canadá. Ela se lembra dos momentos compartilhados, de uma terna e profunda relação mãe-filha e antecipa tanto a partida que vai se esquecer de viver o presente. 
 
14– O Professor Substituto  L’heure de la sortie 
De Sébastien Marnier 
Com Laurent Lafitte, Emmanuelle Bercot, Pascal Greggory 
2019 – Suspense – 1h43 
Classificação Indicativa: 14 anos 
 
Um professor, de um respeitado colégio, se joga da janela sob os olhares assustados de seus alunos. Seis deles não demonstram sentimento algum. Pierre, o professor substituto de francês, rapidamente nota o comportamento estranho deste grupo de seis alunos, que são extraordinariamente inteligentes e admirados por todos os professores. Da curiosidade à obsessão, Pierre tentará descobrir o segredo destes jovens. 



 
15 – Quem Você Pensa que Sou  Celle que vous croyez 
De Safy Nebbou 
Com Juliette Binoche, François Civil, Nicole Garcia 
2019 – Drama – 1h41 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Desconfiada de seu marido Ludo, Claire Millaud, de 50 anos, decide criar um perfil falso em uma rede social. Lá, ela atende por Clara, uma bela jovem de 24 anos. Alex, amigo do seu marido, é uma das pessoas com a qual o avatar interage. O homem acaba se apaixonando por Clara, enquanto Claire, por trás das telas, também nutre um sentimento de amor por Alex. Apesar de tudo se desenrolar no mundo virtual, as emoções evocadas são bastante reais, e podem trazer complicações para ambos. 
 
16– A Revolução em Paris  Un peuple et son roi 
De Pierre Schoeller 
Com Gaspard Ulliel, Adèle Haenel, Louis Garrel, Laurent Lafitte 
2018 – Drama histórico – 2h01 
 
Em 1789, sob o reinado de Luís XVI, o povo francês rebela-se contra a monarquia e exige uma transformação na sociedade baseada nos princípios de liberdade, igualdade e fraternidade. A Revolução em Paris, cruza os destinos de homens e de mulheres comuns com figuras históricas. No coração da história, há o destino do rei e o surgimento da República. 
 
Clássico 
17 – Cyrano de Bergerac  Cyrano 
De Jean-Paul Rappeneau 
Com Gérard Depardieu, Anne Brochet, Vincent Perez, Jacques Weber 
1990 – Comédia dramática – 2h15 
Classificação Indicativa: 12 anos 
 
Poeta sentimental, filósofo emotivo e dualista hábil, Cyrano é apaixonado pela bela Roxanne, mas não a paquera por vergonha do seu grande nariz. Ao invés disso, ele escreve cartas de amor para o lento, mas charmoso Christian para que ele conquiste a mão da donzela. Ela acaba se apaixonando perdidamente pelo autor, mas não sabe que foram escritas pelo Cyrano. 
 
vem para o Varilux,
#vemproestacao!



 
 

 

SAIBA MAIS:
grupoestacao.com.br
 
CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO de 12 a 24 de junho - CCBB RIO

CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO de 12 a 24 de junho - CCBB RIO

Uma seleção de filmes de futebol entra em campo com entrada franca

A Copa América é a principal competição entre seleções de futebol das nações da América do Sul. Não por acaso, volta a ser realizada no Brasil em 2019 país-sede da terceira edição do Campeonato Sul-Americano, em 1919, quando sagrou-se campeão pela primeira vez deste torneio, no recém-inaugurado Estádio da Laranjeiras, no Rio de Janeiro, que também completa 100 anos.
A celebração do centenário desta épica conquista inspira a realização do 5º CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO durante a Copa América, de 12 a 24 de junho, no CCBB-Centro Cultural Banco do Brasil-RJ, reunindo 26 filmes e histórias de países participantes desta competição continental, com entrada franca.
A programação, que conta com 15 filmes brasileiros e 11 internacionais, prevê a realização de sessão acessível e um debate sobre a luta e a história de resistência do futebol feminino.
CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO entra em campo pela quinta vez confirmando o seu potencial de agente promotor da cultura audiovisual futebolística em tempos de realização eventos esportivos de grande porte, a exemplo das edições anteriores durante a Copa América 2013, Copa do Mundo Brasil 2014, Jogos Olímpicos Rio 2016 e Copa do Mundo Rússia 2018.
CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO, que conta com o apoio do Festival Minuto 90 (Peru) e FICBOL-Festival Internacional de Cine Futbolero (Colômbia), presta a sua contribuição para o incremento da agenda cultural do Rio de Janeiro no período da Copa América 2019, através de uma programação diversificada de filmes oriundos de vários países.

PROGRAMAÇÃO:

12/6 - QUARTA-FEIRA
- 17h - MARACANÃ
Dir. Sebastián Bednarik, Andrés Varela (Doc, 75 min, Uruguai/Brasil, 2014) - 12 ANOS
1950. Apenas 5 anos após a Segunda Guerra Mundial, o Brasil organiza a Copa do Mundo de Futebol. O governo promete a vitória. No entanto, minutos antes do apito final da última partida, o capitão da pequena equipe uruguaia destrói a esperança de milhões de brasileiros, transformando sua vida para sempre e, com ela, a identidade de duas nações. Maracanã mostra a maior façanha e a maior tragédia da história do futebol.
- 19h - SESSÃO COM ACESSIBILIDADE (Libras e legenda acessível)
LOUISE
Dir. Amanda Gomes, Andressa Fernandes, Nathanael Cruz  (Anima, 5 min, Brasil, DF, 2018) - 12 anos
Durante brincadeira de futebol de rua entre quatro garotos a bola cai próxima de Louise e Bia. Juca corre para recuperá-la, percebe a habilidade das duas garotas e as convida para brincar. Iago não aceita a participação delas, mas Louise não quer ficar fora do jogo.

JOÃO SALDANHA
Dir. André Iki Siqueira e Beto Macedo (Doc, 90 min, RJ, 2010) - 12 Anos
Jogador, técnico, jornalista e polemista, João Saldanha (1917-1990) sempre foi bom de briga. A valentia que exibiu dentro de campo, no curto período em que foi jogador, levou-o a aceitar o posto de técnico do mesmo time, o Botafogo. Foi também um dos comentaristas esportivos mais temidos e polêmicos de seu tempo.

13/6 - QUINTA-FEIRA
- 17h
ARANGOL
Dir. Emil Zabala (Doc, 85 min, Venezuela, Alemanha, México, Espanha, 2017) - 12 anos
Arangol, a vida de um herói anônimo que se torna o Cid Campeador do futebol em um país que joga beisebol. Uma história que reflete a constância, luta e perseverança de Juan Arango, que com seu talento e uma fé cega em si mesmo atinge seus objetivos. Conquistar o mundo graças ao futebol tem sido seu melhor exemplo de melhoria pessoal que expressa do que os venezuelanos são feitos.
- 19h
1958 O ANO EM QUE O MUNDO DESCOBRIU O BRASIL
Dir. José Carlos Asbeg (Doc, 85 min, Brasil, RJ, 2008) - 12 anos
Homenagem aos jogadores que conquistaram o primeiro título mundial de futebol para o Brasil.

14/6 - SEXTA-FEIRA
- 17h
HÉCTOR MARTÍNEZ: A SOMBRA DE UMA CIDADE ABANDONADA
Dir. Jamer Calvo (Doc, 13 min, Colômbia, 2018) - 12 anos
Héctor Martínez, jogador de futebol veterano, cantor de música antilhana e cozinheiro tradicional, nos conta aspectos significativos de sua vida, o que nos aproxima da história popular da Cali da segunda metade do século XX, uma cidade em constante transformação que negligencia sua memória .

BAHÊA MINHA VIDA - O FILME
Dir. Marcio Cavalcante (Doc, 100 min, BA, 2011) - 12 Anos
Bahêa Minha Vida é um filme sobre a paixão da torcida, sobre sonhos e vida, muita vida, expressa em alegrias e lágrimas, em gritos e silêncios, em desencantos e euforias. Uma verdadeira homenagem à nação tricolor. A grande questão é o porquê de tanto amor. Existe explicação?
- 19h
LOUCURA QUE APAIXONA MINHA CIDADE
Dir. Maximiliano Baldi (Doc, 110 min min, Argentina, 2014) - 12 ANOS
Em apenas três anos, Clube Atlético Talleres deixou de ser um dos melhores times do mundo para jogar a divisão amadora do futebol argentino.

15/6 – SÁBADO
- 17h
DEMOCRACIA EM PRETO E BRANCO
Dir. Pedro Asbeg (Doc, 90 min, RJ, 2013) - 12 ANOS
Tendo como pano de fundo a lendária Democracia Corinthiana, o nascimento das bandas de rock brasileiras e a campanha das “Diretas Já”, Democracia em Preto e Branco mostra como o esporte, a política e a música se encontraram para mudar o rumo da história do país.

- 19h
O ROUPEIRO
Dir. Andres Cornejo (Doc, 25 min, Equador, 2017) - 12 anos
Mario Alcocer, conhecido como Junior Toral, trabalha como roupeiro do Independiente Del Valle, do Equador. Junior é tanto um trabalhador dedicado, como um fã apaixonado. Ele acompanha o time nos hotéis, nos campos, nos estádios e preenche os espaços solitários no mundo do futebol, à sombra dos protagonistas do espetáculo.


SANGUE DE CAMPEÕES
Dir. Sebastián Bednarik, Guzmán García (Doc, 75 min, Uruguai, 2018) - 12 anos
1924: um grupo de homens, jogadores amadores de futebol de diversas profissões, embarcam para a maior aventura de suas vidas. Eles partem do Uruguai para a Europa para desembarcar na Paris dos anos loucos onde, contra todas as probabilidades, iriam encontrar a glória olímpica e o assombro do mundo inteiro. Esse feito seria o primeiro de outros, em 1928 e em 1930.

16/6 - DOMINGO
- 17h
O TORCEDOR
Dir. Chriss Porras Quintanilla (Fic, 7 min, México, 2018) - 12 anos
Inti de 7 anos vive a pior tarde da sua curta vida, como seu ídolo Paolo Guerrero, quando perde a partida que poderia levar a Seleção do Peru para a Copa do Mundo depois de 36 anos, tendo como único aliado a sua mãe-avó Lu, que parece ter uma enfermidade diante das jogadas da Nova Zelândia.
ARANGOL
Dir. Emil Zabala (Doc, 85 min, Venezuela, Alemanha, México, Espanha, 2017) - 12 anos
Arangol, a vida de um herói anônimo que se torna o Cid Campeador do futebol em um país que joga beisebol. Uma história que reflete a constância, luta e perseverança de Juan Arango, que com seu talento e uma fé cega em si mesmo atinge seus objetivos. Conquistar o mundo graças ao futebol tem sido seu melhor exemplo de melhoria pessoal que expressa do que os venezuelanos são feitos.

- 19h
A BOLA VIAJANTE DE KOYUKI
Dir. Satsuki Okawa (Fic, 17 min, Japão, 2013) - 12 anos
Koyuki decide recriar uma bola de futebol que seu pai tinha assinada por todos os amigos e que fora levada pelo Tsunami. Sua jornada sofre uma reviravolta quando se reconecta com o tio, fanático por futebol.




SABOR DA VITÓRIA
Dir. Víctor Gómez Lizama (Doc, 61 min, Chile, 2007) - 12 anos
Quando o Chile viveu os últimos meses da Unidade Popular comandada pelo Presidente Salvador Allende, Colo-Colo, o time chileno mais popular, disputou a Copa Libertadores de 1973.

17/6 - SEGUNDA-FEIRA
- 17h
AL-KORA
Dir. Amal Al Muftah (Fic, 2 min, Catar, 2013) - 12 anos
Um garoto joga acidentalmente a bola de futebol por cima de uma parede e não tem certeza de como vai recuperá-la, até que sua irmã chega para o resgate. Mas seu ato de bondade a coloca em apuros.

FUTEBOL COM HISTÓRIA - SELEÇÃO PARAGUAIA
ABC TV (Doc, 15 min, Paraguai, RJ, 2018) - 12 anos
Em 1979 a Seleção paraguaia viveu um ano de ouro com triunfos históricos.

ÉRAMOS REIS
Dir. Ernesto Rodrigues (Doc, 44 min, Brasil, RJ, 2017) - 12 anos
Preciosidades inéditas a partir de 1913, incluindo um amistoso do Corinthian inglês (Corinthian-Casuals) contra um combinado carioca; a excursão do Paulistano em 1921, um ídolo desconhecido dos brasileiros (Jaguaré), a excursão que entrou para o hino do Atlético Mineiro; o Bahia no inverno de Moscou; pancadaria do Vasco com o Real Madrid; o reinado francês de Paulo César Caju. O veredicto da imprensa internacional, ilustrado por conteúdos audiovisuais inéditos, de craques como Garrincha, Nilton Santos, Carlos Alberto, Zico, Ronaldo Nazário, Ronaldinho Gaúcho, Júnior, Falcão, Cerezzo, Roberto Carlos, Marcelo, Romário, Neymar e outros.

- 19h
O OUTRO SUPERCLÁSSICO
Dir. Santiago Dulce (Doc, 7 min, cor, Brasil/Argentina, 2014) - 12 anos
Existem clubes fundados em homenagens a outros maiores. Clubes grandes, como Boca e River, não são exceção. O incrível é que exista uma versão de cada um no mesmo lugar. A mais de 4.000 km de Buenos Aires, se joga “El Otro Superclássico”.

GAÚCHOS CANARINHOS
Dir. Rene Goya Filho (Doc, 15 min, Brasil, RS, 2007) - 12 anos
Um homem que criou um país. O documentário conta a história de um criador e de sua maior criação. Uma criação que deu identidade a uma nação. Estamos falando da camisa amarela da Seleção Brasileira de futebol, criada pelo gaúcho Aldyr Schlee.




O PRIMEIRO JOÃO
Dir. André Castelão (Anima, 6 min, Brasil, RJ, 2006) - 12 anos
Garrincha revela a origem do apelido “João” que ele dava a todos os seus marcadores em campo. Verdade? Ninguém sabe.





PELÉ: O REI DESCONHECIDO
Dir. Ernesto Rodrigues (Doc, 38 min, Brasil, RJ, 2017) - 12 anos
Histórias surpreendentes, preservadas em arquivos estrangeiros, da estreia do menino prodígio na copa de 58 até a despedida em Nova Iorque, com flagrantes de Pelé em campo e fora das “quatro linhas” filmados por estrangeiros no Brasil, na Europa, nas Américas e na Oceania.


19/6 - QUARTA-FEIRA
- 17h
BOLÍVIA
Dir. Felipe Diniz (Doc, 5 min, Brasil, SP, 2019) - 12 anos
O futebol boliviano em destaque.

ARANGOL
Dir. Emil Zabala (Doc, 85 min, Venezuela, Alemanha, México, Espanha, 2017) - 12 anos
Arangol, a vida de um herói anônimo que se torna o Cid Campeador do futebol em um país que joga beisebol. Uma história que reflete a constância, luta e perseverança de Juan Arango, que com seu talento e uma fé cega em si mesmo atinge seus objetivos. Conquistar o mundo graças ao futebol tem sido seu melhor exemplo de melhoria pessoal que expressa do que os venezuelanos são feitos.

- 19h
O TORCEDOR
Dir. Chriss Porras Quintanilla (Fic, 7 min, México, 2018) - 12 anos
Inti de 7 anos vive a pior tarde da sua curta vida, como seu ídolo Paolo Guerrero, quando perde a partida que poderia levar a Seleção do Peru para a Copa do Mundo depois de 36 anos, tendo como único aliado a sua mãe-avó Lu, que parece ter uma enfermidade diante das jogadas da Nova Zelândia.

GERALDINOS
Dir. Pedro Asbeg, Renato Martins (Doc, 75 min, Brasil, RJ, 2015) - 12 anos
O fim da Geral do Maracanã não é apenas mais uma derrota de um futebol que já não existe mais. É também o reflexo do processo de elitização e exclusão que o Rio de Janeiro vive hoje.

20/6 - QUINTA-FEIRA
- 17h
LOUCURA QUE APAIXONA MINHA CIDADE
Dir. Maximiliano Baldi (Doc, 110 min min, Argentina, 2014) - 12 ANOS
Em apenas três anos, Clube Atlético Talleres deixou de ser um dos melhores times do mundo para jogar a divisão amadora do futebol argentino.
- 19h
O ROUPEIRO
Dir. Andres Cornejo (Doc, 25 min, Equador, 2017) - 12 anos
Mario Alcocer, conhecido como Junior Toral, trabalha como roupeiro do Independiente Del Valle, do Equador. Junior é tanto um trabalhador dedicado, como um fã apaixonado. Ele acompanha o time nos hotéis, nos campos, nos estádios e preenche os espaços solitários no mundo do futebol, à sombra dos protagonistas do espetáculo.
SABOR DA VITÓRIA
Dir. Víctor Gómez Lizama (Doc, 61 min, Chile, 2007) - 12 anos
Quando o Chile viveu os últimos meses da Unidade Popular comandada pelo Presidente Salvador Allende, Colo-Colo, o time chileno mais popular, disputou a Copa Libertadores de 1973.

21/6 - SEXTA-FEIRA
- 17h
A BOLA VIAJANTE DE KOYUKI
Dir. Satsuki Okawa (Fic, 17 min, Japão, 2013) - 12 anos
Koyuki decide recriar uma bola de futebol que seu pai tinha assinada por todos os amigos e que fora levada pelo Tsunami. Sua jornada sofre uma reviravolta quando se reconecta com o tio, fanático por futebol.
MARACANÃ
Dir. Sebastián Bednarik, Andrés Varela (Doc, 75 min, Uruguai/Brasil, 2014) - 12 anos
1950. Apenas 5 anos após a Segunda Guerra Mundial, o Brasil organiza a Copa do Mundo de Futebol. O governo promete a vitória. No entanto, minutos antes do apito final da última partida, o capitão da pequena equipe uruguaia destrói a esperança de milhões de brasileiros, transformando sua vida para sempre e, com ela, a identidade de duas nações. Maracanã mostra a maior façanha e a maior tragédia da história do futebol.


- 19h
O TORCEDOR
Dir. Chriss Porras Quintanilla (Fic, 7 min, México, 2018) - 12 anos
Inti de 7 anos vive a pior tarde da sua curta vida, como seu ídolo Paolo Guerrero, quando perde a partida que poderia levar a Seleção do Peru para a Copa do Mundo depois de 36 anos, tendo como único aliado a sua mãe-avó Lu, que parece ter uma enfermidade diante das jogadas da Nova Zelândia.

GERALDINOS
Dir. Pedro Asbeg, Renato Martins (Doc, 75 min, Brasil, RJ, 2015) - 12 anos
O fim da Geral do Maracanã não é apenas mais uma derrota de um futebol que já não existe mais. É também o reflexo do processo de elitização e exclusão que o Rio de Janeiro vive hoje.

22/6 - SÁBADO
- 17h
AL-KORA
Dir. Amal Al Muftah (Fic, 2 min, Catar, 2013) - 12 anos
Um garoto joga acidentalmente a bola de futebol por cima de uma parede e não tem certeza de como vai recuperá-la, até que sua irmã chega para o resgate. Mas seu ato de bondade a coloca em apuros.





LOUCURA QUE APAIXONA MINHA CIDADE
Dir. Maximiliano Baldi (Doc, 110 min min, Argentina, 2014) - 12 ANOS
Em apenas três anos, Clube Atlético Talleres deixou de ser um dos melhores times do mundo para jogar a divisão amadora do futebol argentino.
- 19h
DEMOCRACIA EM PRETO E BRANCO
Dir. Pedro Asbeg (Doc, 90 min, Brasil, RJ, 2013) - 12 anos
Tendo como pano de fundo a lendária Democracia Corinthiana, o nascimento das bandas de rock brasileiras e a campanha das “Diretas Já”, Democracia em Preto e Branco mostra como o esporte, a política e a música se encontraram para mudar o rumo da história do país.



23/6 – DOMINGO
- 17h
A BOLA VIAJANTE DE KOYUKI
Dir. Satsuki Okawa (Fic, 17 min, Japão, 2013) - 12 anos
Koyuki decide recriar uma bola de futebol que seu pai tinha assinada por todos os amigos e que fora levada pelo Tsunami. Sua jornada sofre uma reviravolta quando se reconecta com o tio, fanático por futebol.


MARACANÃ
Dir. Sebastián Bednarik, Andrés Varela (Doc, 75 min, Uruguai/Brasil, 2014) - 12 anos
1950. Apenas 5 anos após a Segunda Guerra Mundial, o Brasil organiza a Copa do Mundo de Futebol. O governo promete a vitória. No entanto, minutos antes do apito final da última partida, o capitão da pequena equipe uruguaia destrói a esperança de milhões de brasileiros, transformando sua vida para sempre e, com ela, a identidade de duas nações. Maracanã mostra a maior façanha e a maior tragédia da história do futebol.

- 19h
O ROUPEIRO
Dir. Andres Cornejo (Doc, 25 min, Equador, 2017) - 12 anos
Mario Alcocer, conhecido como Junior Toral, trabalha como roupeiro do Independiente Del Valle, do Equador. Junior é tanto um trabalhador dedicado, como um fã apaixonado. Ele acompanha o time nos hotéis, nos campos, nos estádios e preenche os espaços solitários no mundo do futebol, à sombra dos protagonistas do espetáculo.

SABOR DA VITÓRIA
Dir. Víctor Gómez Lizama (Doc, 61 min, Chile, 2007) - 12 anos
Quando o Chile viveu os últimos meses da Unidade Popular comandada pelo Presidente Salvador Allende, Colo-Colo, o time chileno mais popular, disputou a Copa Libertadores de 1973.

24/6 - SEGUNDA-FEIRA
- 17h
BAHÊA MINHA VIDA - O FILME
Dir. Marcio Cavalcante (Doc, 100 min, Brasil, BA, 2011) - 12 anos
Bahêa Minha Vida é um filme sobre a paixão da torcida, sobre sonhos e vida, muita vida, expressa em alegrias e lágrimas, em gritos e silêncios, em desencantos e euforias. Uma verdadeira homenagem à nação tricolor. A grande questão é o porquê de tanto amor. Existe explicação?


- 19H - SESSÃO COM DEBATE: FUTEBOL FEMININO, LUTAS, HISTÓRIA E RESISTÊNCIA. 
TAPETE VERDE
Dir. Angelo Martins (Doc, 15 min, Brasil, SP, 2013) - 12 anos
Jovens incentivados pelos pais, inspirados por grandes craques e uma menina que tenta quebrar os paradigmas machistas do esporte em busca do
sonho de ser jogadora profissional. A partir da tradicional peneira e da rotina de uma das personagens, a obra discute a motivação dos jovens para entrar no mundo do esporte mais praticado do Brasil.

EU JOGADORA, UM AUTORRETRATO DO FUTEBOL FEMININO NO BRASIL
Dir. Edson de Lima, Cristiano Fukuyama e Luiz Nascimento (Doc, 19 min, Brasil, SP, 2017) - 12 anos
O que pensa a primeira mulher a ter sido técnica da seleção brasileira de futebol feminino? O que sentem duas atletas olímpicas que abriram caminho para atual geração? E quais são os sonhos de duas revelações da modalidade?

MULHERES DO PROGRESSO: MUITO ALÉM DA VÁRZEA
Dir. Jamaikah Santarém (Doc, 15 min, Brasil, SP, 2018) - 12 anos.
A presença feminina no mundo da várzea. A vida das personagens Márcia, Sindy, Tianinha e Sandra, mulheres que vivem em diferentes comunidades de São Paulo e que têm em comum o amor e dedicação pelo futebol de várzea.

Serviço: 5˚ CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO

CCBB  RJ: CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL RIO DE JANEIRO
Rua Primeiro de Março, 66 - Centro RJ.
De 12/06 a 24/06.
Sala 1. Capacidade: 102 lugares.
Sessões às 17h e às 19h. (Sujeita à lotação da sala)
Entrada gratuita.
Informações completas: www.cinefoot.org
Instagram: @cinefoot

FONTE:  RoMa in Press - Roberta Mattoso Comunicação & Imprensa

Imprensa (3)(4)