domingo, 4 de setembro de 2022

‘O Próximo Passo’ estreia em 8 de setembro nos cinemas

 


A inspiradora comédia dramática O Próximo Passo, que levou mais de 1,5 milhão de espectadores aos cinemas na França este ano, já tem data para chegar às telonas brasileiras: 8 de setembro. A cativante produção, que acompanha o processo de redescoberta e superação de uma promissora bailarina após sofrer um doloroso trauma durante uma apresentação, é estrelada por Marion Barbeau, integrante da companhia Balé da Ópera de Paris, em seu primeiro papel como atriz. Com distribuição nacional da Bonfilm, O Próximo Passo integrou a seleção do Festival Varilux de Cinema Francês 2022 e foi o longa-metragem de maior público do evento, arrancando elogios do público e da crítica. 

 

Repleto de belos movimentos e coreografias, O Próximo Passo tem sua enérgica e emocionante trama dirigida pelo famoso diretor francês Cédric Klapisch (“O Albergue Espanhol”, “Bonecas Russas”), que também assina o roteiro ao lado de Santiago Amigorena (“Encontros”). Já à frente das câmeras, grandes nomes do cinema francês como Denis Podalydès (“Conquistar, Amar e Viver Intensamente”), Muriel Robin (“Marie-Line”), Pio Marmai (A fratura, O acontecimento, Madrugada em Paris) e François Civil (“Encontros”, “Amor à Segunda Vista”, “Bac Nord: Sob Pressão”) estrelam a produção, que conta ainda com o coreógrafo, dançarino e compositor israelense Hofesh Shechter como parte do elenco e responsável pelas coreografias e músicas do filme.

 

Com uma narrativa leve e bem-humorada, a trama do filme é focada em Elise (Marion Barbeau), uma jovem e talentosa bailarina que sofre uma grave lesão no pé em um espetáculo logo após flagrar a traição de seu namorado. Com o corpo e o coração feridos, e apesar de vários especialistas afirmarem que nunca mais poderia voltar a dançar como antes, Elise luta por sua recuperação e lida com distintos caminhos e pessoas que a ajudam a superar seus traumas recentes. Aos poucos vai descobrindo um novo rumo para seu talento no excêntrico mundo da dança contemporânea.  

 

Segundo Klapisch, a ideia de fazer um filme de ficção sobre o poder da dança tinha mais de 20 anos e a oportunidade surgiu ainda durante a pandemia. Ele conta que após editar alguns vídeos de dança feitos pelos bailarinos do Balé da Ópera de Paris em seus celulares, a ideia se cristalizou. Para ele era de extrema importância que os atores também atuassem no momento das coreografias: “Quando se faz um filme sobre dança, é imperativo que quem atua, também dance. As pessoas que encenam as cenas devem ser os que estão ensaiando ou dançando. Eu queria que fossem dançarinos se apresentando e não atores dançando. Dançar é acima de tudo um dos prazeres da vida. A história de ‘O Próximo Passo’ se baseia em uma ideia de reconstrução, renascimento, de avançar para algo positivo e solar, quaisquer que sejam os esforços para consegui-los. Eu poderia dizer que é um filme sobre a vida. Um filme sobre o prazer profundo de quem dança e tem essa ideia de se superar”, explica o diretor em entrevista realizada para divulgação do longa.

 

Já a protagonista Marion Barbeau, que afirma querer dar continuidade à carreira de atriz após sua primeira experiência, destaca a força de vontade de sua personagem e a maneira como Cédric Klapisch conseguiu filmar as cenas de dança: “Élise nunca sente pena de si mesma, apesar do que acontece com ela. A dança se encaixa perfeitamente na história imaginada por Cédric, ele foi capaz de sublimar maravilhosamente o trabalho de Hofesh, com uma mistura de doçura e energia. Sentimos que ele conhece e respeita a dança e os bailarinos.”

 

Para Hofesh Shechter, amigo de Klapisch já há alguns anos, o longa é uma carta de amor à dança e aos bailarinos. No filme, ele interpreta um coreógrafo, dono da companhia de dança contemporânea na qual Élise volta a dançar. Em entrevista, comentou: “Nunca vi uma ficção cinematográfica dando tanto lugar ao processo da criação como no cotidiano dos bailarinos. Há algo incrivelmente poético no olhar que Cédric tem sobre esta arte, por quem a pratica e em seu desejo de transmiti-la aos espectadores. Eu gosto da escolha dele de não focar nos conflitos, que obviamente existem, mas mostrar o lado mais bonito da dança como um caminho para a reconstrução de sua heroína ferida”.




 

O lançamento de ‘O Próximo Passo’ conta com apoio das Alianças Francesas.


“Cédric Klapisch assina o seu grande e belo regresso filmando corpos em movimento

com uma fluidez rara: somos sobretudo transportados pela força vital de uma jovem

 que encontra a coragem de se dar uma nova oportunidade.”

Le Journal du Dimanche

 

 

“Com esse sensível filme sobre a fragilidade erigida em força, Cédric Klapisch,

sempre atento ao ritmo do mundo, assina, talvez, o seu melhor filme.”

 Télérama

 

 


Ficha técnica

O Próximo Passo

2022 / 1h57 / Drama

Elenco: Marion Barbeau, Hofesh Shechter, Denis Podalydès

Direção: Cédric Klapisch

Classificação indicativa pretendida: 12 anos

Distribuição no Brasil: Bonfilm

Gênero: Comédia dramática

 

Sinopse: Elise, uma jovem e promissora bailarina clássica, se machuca em uma apresentação após flagrar a traição do namorado. Apesar dos especialistas dizerem que ela não conseguirá mais dançar, Elise vai lutar para se recuperar, buscando novos rumos no mundo da dança contemporânea.

 

Cédric Klapisch – Diretor

Nascido em 1961 e formado em cinema na Sorbonne Nouvelle, em Paris, e em artes na Universidade de Nova York, Cédric Klapisch trabalhou com diversas áreas do audiovisual: documentários, curtas, longas e séries. Começou a carreira dirigindo curtas-metragens, como Ce qui me meut, em 1989, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Curta do Sindicato Francês de Críticos de Cinema, e foi indicado ao Prêmio César de Melhor Curta de Ficção.


Em 1992, seu primeiro longa-metragem, Riens du tout, foi indicado ao César. Em 1996, ganhou o prêmio de Melhor Roteiro pelo filme Odeio te Amar.


Klapisch ganhou outros prêmios César, incluindo o de Melhor Roteiro, com o longa Odeio Te Amar. No mesmo ano, lançou O Gato Sumiu, estrelando Romain Duris, ator parceiro de Klapisch em diversos projetos. Seus filmes de maior sucesso são O Albergue Espanhol (2002) e Bonecas Russas (2005).


Sobre a Bonfilm

Realizadora dos festivais como Varilux de Cinema Francês, em todo país, e Ópera na Tela, em tendas montadas a céu aberto no Rio e em São Paulo e nos cinemas brasileiros, a produtora Bonfilm é também distribuidora de filmes. Já lançou dezenas de títulos no mercado nacional, entre eles sucessos como Pequeno Nicolau; Asterix, o Segredo da Poção Mágica; Asterix e o Domínio dos Deuses; O Novato; A Revolução em Paris; Amor à Segunda Vista; Enquanto Vivo e Caixa Preta. No segundo semestre de 22, lança nos cinemas quatro produções que integraram a edição de 2022 do Festival Varilux do Cinema Francês e um documentário exibido no 8½ Festa do Cinema Italiano.

Confira a programação no site www.bonfilm.com.br

 

Fonte: 

Felipe Teixeira/ Kátia Carneiro



SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (105)