sexta-feira, 3 de junho de 2022

DOCUMENTÁRIO REÚNE AILTON KRENAK E THIAGO VENTURA EM SESSÃO GRATUITA NA CINEMATECA, DIA 06 DE JUNHO

 



É o mundo de delicadas conexões e profundas transformações que investiga o documentário INSPIRA, da cineasta e jornalista Patricia Travassos, com as reflexões de algumas das personalidades mais inspiradores do cenário brasileiro atual, como Ailton Krenak, OSGEMEOS, Thiago Ventura, Lenine, Clarice Niskier, Itamar Vieira Junior, Julia Rocha, entre outros. O longa terá sua primeira sessão aberta ao público na Cinemateca Brasileira, no dia 06 de junho, às 19h30. A exibição é gratuita. A produção do documentário é assinada pela Prosa Press.

 

Cada vez mais, acredito que o primeiro passo para a inovação tem a ver com as CONEXÕES HUMANAS, com a atitude de aprender com o outro e de se abrir para novas perspectivas de olhar para o mundo. Para mim, os encontros são capazes de nos transformar, mudar nossos caminhos e decisões”, explica a diretora, especialista em inovação, que reflete em suas obras sobre o impacto das novas tecnologias na vida das pessoas e relacionamentos humanos.

 

Reunindo sotaques, universos de atuação e cenários em geografias de norte a sul do país, o filme INSPIRA é, segundo Travassos, “um estímulo pra gente refletir sobre as referências que estão por trás da essência de cada um. Estamos todos conectados e, a partir da nossa consciência individual, somos capazes de impactar o pensamento coletivo.” O elenco do filme inclui ainda a pernambucana Flaira Ferro, a gaúcha Marcia Barbosa e a mineira Paola Antonini.

 

É impossível não se inspirar e aspirar por mudanças na sociedade a partir dos depoimentos dos personagens. “Eu cresci num lugar em que, para serem ouvidas, as pessoas não precisavam gritar. Uma comunicação amorosa com o mundo é valorizada como um saber. Uma comunicação que inspira talvez seja aquela comunicação que é agradável de ouvir, de experimentar”, reflete Krenak logo na abertura do filme.

 

Com isso em mente, Travassos constrói um filme de belas imagens e profunda ressonância com o tempo presente. Ela conta que, com esse trabalho, descobriu a potência da confluência que pode existir nas diferenças: “Somos resultado de nossas múltiplas referências culturais e, a partir dos encontros, somos capazes de multiplicar nossos valores, crenças e pensamentos.”

 


Atualmente, ela faz parte do time de Especialistas da CNN Brasil e é diretora do Programa Projeto Upload, exibido na faixa CNN Brasil Soft, e essa experiência como jornalista foi fundamental para fazer INSPIRA. “Assim como os personagens do filme, mergulhei nas minhas próprias inspirações pessoais e descobri que sou resultado das inúmeras histórias que venho ouvindo dos meus entrevistados ao longo dos meus mais de 20 anos de carreira.”

 

Com a curiosidade e interesse de uma jornalista, Patricia Travassos nos conduz numa visita ao universo de cada entrevistado e entrevistada, contextualizando a origem de seus propósitos e o processo de transformação deles e delas em “sujeitos coletivos”.   O racismo, o feminismo, a ancestralidade, as causas ambientais, de inclusão e até mesmo a cura de miopias sociais também são temas abordados na obra.

 

Durante as gravações, a nossa história foi ganhando diferentes camadas narrativas. Partimos de 10 personalidades inspiradoras, suas histórias individuais e os grandes temas que mais as inspiravam. Chegamos a um pensamento plural. A ideia de trazer a água como fio condutor da narrativa foi mais um marco no nosso processo”, lembra Travassos.

 

Foi inspirada numa pré-entrevista com Ailton Krenak que surgiu essa proposta de usar a água como fio condutor do filme. O filósofo indígena afirmou que, para ele, a humanidade compartilha de uma memória coletiva. E assim como as águas do mar, dos rios, da chuva ou das nascentes parecem diferentes, elas são essencialmente água e quando se juntam, viram correnteza. O filme se propõe a unir pessoas com pensamentos e atuações diversas, para que, juntas, possam refletir sobre a força das conexões humanas.

 

A montagem, assinada por Guta Pacheco, cria conexões e diálogos entre as personagens, traçando assim um vasto painel de perspectivas sobre a construção de uma sociedade melhor e mais justa.

 Queríamos conectar personagens diferentes, mas queríamos também que eles dialogassem e não fossem apresentados no documentário de forma blocada, separada. O maior desafio foi montar um quebra-cabeças que fizesse sentido em conjunto, sem deixar de valorizar a história individual de cada um”, afirma a diretora.

 

Em última instância, como o próprio título diz, esse é um documentário que INSPIRA: “é um convite para o público se questionar sobre o impacto do seu papel individual no pensamento coletivo. Num momento de crise de humanidade que estamos vivendo, inspirar é tão fundamental quanto respirar!

 

O filme foi realizado ao longo de quase dois anos, e as gravações, em formato 4K, de alta definição, aconteceram entre maio e agosto de 2021, nas cidades de Salvador (BA), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP) e Resplendor, Betim e Belo Horizonte (MG).

 

A produção seguiu todos os protocolos de segurança para a prevenção da Covid-19 e ninguém da equipe foi infectado no período das gravações. INSPIRA foi realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), com o patrocínio da 3M.

 

SINOPSE

 

Você já parou para pensar nos encontros da sua vida que foram capazes de mudar suas escolhas, seus caminhos e até de transformar o seu destino?

Estamos todos conectados. Como as águas do mar que encontram a chuva. Como o rio que deságua em cachoeira, somos todos correnteza e, quando juntos, ganhamos força para atingir qualquer objetivo.

“Inspira” é um convite a um mergulho nessa reflexão sobre quem nos inspira e como queremos inspirar o mundo onde vivemos. Sabe aquela pedrinha que, quando lançada na água, provoca ondas em 360 graus? Os altos e baixos das ondas reverberam e levam insights de mudança por onde passam. Nossos personagens também. Espalham sopros de esperança por toda parte. São eles: Ailton Krenak, Lenine, Itamar Vieira Junior, Marcia Barbosa, Julia Rocha, Paola Antonini, OSGEMEOS, Flaira Ferro, Clarice Niskier e Thiago Ventura.





 

INSPIRA

Sessão: 06/06, às 19h30, gratuita

Local: Cinemateca Brasileira (Largo Senador Raul Cardoso 207, Vila Clementino, São Paulo)

Retirada de ingressos com 1 hora de antecedência

 

 

SOBRE OS DEPOENTES

Ailton Krenak: filósofo, escritor, indigenista e líder ambiental

Vive com sua etnia Krenak em uma aldeia às margens do Rio Doce, na Serra do Cipó (MG). Grande pensador da atualidade, discute o estar no mundo e a relação das pessoas consigo e com seu entorno. A sustentabilidade ambiental é uma questão central em suas reflexões, registradas em obras como “Ideias para adiar o fim do mundo”, livro que lançou em 2020 e até hoje está nas listas dos mais vendidos.

 

Clarice Niskier: atriz

Carioca, Clarice Niskier tem mais de 40 anos de carreira, voltada sobretudo ao teatro, desde a sua estreia no Tablado, com texto de Bertold Brecht. Sua família é judia, mas não praticante. Hoje, do ponto de vista religioso, é uma judia budista. Em cartaz há quase 15 anos com a peça A Alma Imoral, ganhou diversos prêmios como Melhor Atriz. Também escreve, produz e dirige espetáculos teatrais, atua na TV e no cinema, onde foi dirigida diversas vezes por Domingos de Oliveira.

 

Itamar Vieira Junior: escritor

Itamar Vieira Junior é nascido em Salvador (BA), e autor de Torto Arado, premiado livro que figura o topo da lista dos mais vendidos no Brasil desde o lançamento em 2019, e já está sendo traduzido para vários idiomas. A narrativa, que se destaca pela força de suas personagens femininas, deve ser adaptada também para uma série de TV.

 

Flaira Ferro: bailarina e cantora

Pernambucana, Flaira Ferro mergulhou ainda criança no universo do frevo, viajou o mundo e venceu diversos concursos como bailarina. A partir dessa arte de rua tradicional, desenvolve um trabalho de dança contemporânea que dialoga com os desafios atuais de qualquer pessoa. Desde 2015, quando decidiu seguir a intuição e enveredar pelo canto e pela composição, lançou dois álbuns.

 

Lenine: músico

Cantor, compositor, arranjador, produtor musical, violonista e guitarrista, Lenine tem como gênero principal a MPB, seguindo influência da Bossa Nova, do frevo, maracatu, pop, samba e blues. A versatilidade levou o músico a muitos prêmios, tanto por suas melodias, como por suas letras. Lenine estudou engenharia química e largou o curso um ano antes de se formar. Nascido e criado no Recife, mudou-se para o Rio de Janeiro no fim dos anos 1970, onde vive até hoje no bairro da Urca.

 

Julia Rocha: médica de família, escritora e cantora

Combinado a formação e prática da medicina com a sua arte (escrita e música), Júlia Rocha deixa claro o que pensa e o que defende. A luta antirracismo, pela igualdade de gêneros e o acesso a uma saúde pública de qualidade são algumas das causas que abraça. Autora do livro intitulado “Pacientes que Curam”, narra o cotidiano de seus atendimentos realizados no consultório ou em domicílio, quando atuava no SUS. Suas crônicas ganharam relevância nas redes sociais nos últimos anos e a transformaram em influenciadora digital.

 

OSGEMEOS: grafiteiros

Conhecidos pelo nome artístico OSGEMEOS, Gustavo e Otávio são irmãos univitelinos, artistas plásticos e grafiteiros, com pinturas espalhadas por São Paulo e por diversas cidade do mundo. A dupla faz parte da primeira geração do grafite brasileiro e levou a arte de rua produzida aqui a ser reconhecida no exterior. A rua foi uma fonte de aprendizado para a dupla de paulistanos nascidos, criados e instalados até hoje no bairro do Cambuci. O ateliê fica praticamente em frente à casa onde nasceram. Nos anos 1980, mergulharam no universo Hip Hop, seguindo a influência de amigos do bairro.

 

Marcia Barbosa: cientista

A física Marcia Barbosa é reconhecida internacionalmente por sua pesquisa no desenvolvimento de uma tecnologia que transforma a água do mar em água potável, e foi apontada em 2020 como uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil, conforme lista da revista Forbes, e ganhadora

Professora na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ela  recebeu o Prêmio L'Oréal-UNESCO para Mulheres em Ciência em 2013, também, foi, em 2020, mencionada pela ONU Mulheres como uma das sete cientistas que moldam o mundo

 

Paola Antonini: influenciadora digital

Paola Antonini tornou-se influenciadora digital a partir da atitude que adotou depois de sofrer uma grave amputação, em 2015. Quando acordou da cirurgia e soube da perda de sua perna esquerda, em vez de lamentar, decidiu celebrar por estar viva.  Desde então, compartilha suas experiências com jovens amputados. Em 2020, fundou o Instituto Paola Antonini, uma ONG que tem a missão de viabilizar próteses para crianças e adolescentes.

 

Thiago Ventura: comediante

Nascido em Taboão da Serra, deixou o emprego num banco para investir na carreira como comediante, Para criar seus esquetes e personagens, busca matéria-prima em suas vivências reais e o resultado é a identificação direta do público. Participa de programas como A Culpa é do Cabral e LOL: Se rir, já era!.

 

 

SOBRE OS REALIZADORES

Patricia Travassos: diretora do filme

Especialista em inovação, Patricia cria obras autorais que refletem sobre o impacto das novas tecnologias no comportamento das pessoas, nos relacionamentos pessoais, sociais e nas decisões que tomamos em todas as fases da vida. Nesse sentido, dirigiu os filmes “Educação presente para o futuro” e “Inovar é um parto”, além do “Inspira”.

É fundadora da Prosa Press, um hub de conteúdo especializado em projetos sobre inovação para a internet e para a TV. Atualmente faz parte do time de Especialistas da CNN Brasil e é diretora do Programa Projeto Upload, exibido na faixa CNN Brasil Soft.

Foi colunista de Inovação na Globonews. Dirigiu a série Fominha (GNT), o documentário Tristezas não pagam Dívidas (Globonews) e o reality Mãe S/A (TV Globo). Esse último inspirou a publicação do livro “Minha mãe é um negócio” (Editora Saraiva).

Antes de seguir carreira com empreendedora independente, atuou ao longo de 15 anos como repórter e apresentadora de programas jornalísticos e culturais em emissoras como Band, TV Cultura e SBT. Participou de coberturas nacionais e internacionais, tais como Festivais Culturais, Jogos Olímpicos e Copa do Mundo.

 

Prosa Press Produções: empresa produtora

A Prosa foi criada em 2012 depois que a fundadora desenvolveu uma coprodução com a Rede Globo para a realização de uma série especial para o programa Fantástico. Foi o reality Mãe S/A. A partir daí, a equipe se cresceu e produz produções audiovisuais autorais que refletem sobre novas tendências tecnológicas e de comportamento que vêm transformando a rotina pessoal e profissional das pessoas.

Além de “Inspira”, a Prosa é responsável pelas produções “Projeto Upload” (CNN Brasil), “Educação Presente para o Futuro” (longa-metragem documentário), “Inovar é um Parto” (documentário, em fase de finalização), “Pílulas da Longevidade” (série de TV), “Fominha” (GNT), “Tristezas Não Pagam Dívidas” (Globonews) e “Mãe S.A.” (TV Globo e Globonews) e “Sem Excesso” (websérie).

A expertise da Prosa em inovação nutre também projetos de comunicação corporativa, atraindo clientes de tecnologia, empresas da nova economia e também as mais tradicionais que querem traduzir a transformação digital para o seu público.

 

 Fonte:  Patrícia Rabello


SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (105)