segunda-feira, 6 de junho de 2022

Centro de Artes UFF faz homenagem ao ator Milton Gonçalves com sessão especial no dia 09/06

Centro de Artes UFF homenageia Milton Gonçalves com sessão especial de cinema

Seguindo com exibições em película 35mm, o Centro de Artes UFF homenageia nesta quinta-feira (9), a partir das 19h, o grande ator Milton Gonçalves, exibindo o filme "A Rainha Diaba" (1974).

A sessão, no Cine Arte UFF, é seguida de debate com o diretor Antônio Carlos da Fontoura, com mediação do pesquisador Márcio Brito Neto (Programa de Pós-graduação em Cinema e Audiovisual - PPGCine/UFF).

Ingressos a preço único de R$ 8.



ANTÔNIO CARLOS DA FONTOURA

Diretor, produtor e roteirista, estreou na direção de longas-metragens com Copacabana me engana (1968), vencedor do prêmio de melhor roteiro no Festival de Brasília. Nascido em São Paulo em 1939, radicou-se no Rio de Janeiro. Foi crítico de cinema do Diário Carioca. Entre seus trabalhos mais conhecidos está o grande sucesso de público Espelho de carne (1985).


MÁRCIO BRITO NETO 

Cineasta, roteirista, produtor cultural e diretor de teatro. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Cinema e Audiovisual (PPGCine) da Universidade Federal Fluminense e bolsista da FAPERJ. 



SOBRE O HOMENAGEADO

Milton Gonçalves teve uma extensa carreira no teatro, na televisão e no cinema, inclusive tendo trabalhado como diretor e dublador e escrito algumas peças. Militante do movimento negro, Milton foi o primeiro brasileiro a apresentar uma categoria na cerimônia de premiação do Emmy Internacional em 2006. Além do premio do Festival de Brasília por A Rainha Diaba, tem três Kikitos do Festival de Gramado.


Serviço:

A RAINHA DIABA

Brasil, 1974, 106', 18 anos, 35mm

De Antônio Carlos da Fontoura

Com Milton Gonçalves, Odete Lara, Wilson Grey, Stepan Nercessian, Nelson Xavier


Lapa, Rio de Janeiro. A história gira em torno de um homossexual autodenominado Diaba, que controla uma rede de narcotráfico a partir de um quarto nos fundos de um prostíbulo. Ao saber que um de seus homens está prestes a ser preso pela polícia, Diaba decide usar como bode expiatório um jovem gigolô, a fim de envolvê-lo numa série de crimes e entregá-lo como se fosse o verdadeiro procurado. Com roteiro de Fontoura e argumento de Plínio Marcos, o filme foi livremente inspirado no criminoso carioca da primeira metade do século XX, João Francisco dos Santos, conhecido como Madame Satã. 


Melhor Ator, Trilha Sonora (Guilherme Vaz) e Fotografia (José Medeiros) no Festival de Brasília 1975.


Dia 9 de junho, quinta-feira

19 horas

Taxa única: R$ 8

Cine Arte UFF - Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói, RJ


Vendas na bilheteria e online em https://www.guicheweb.com.br/centrodeartesuff


Fonte: Renata Cunha



SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (102)