terça-feira, 22 de março de 2022

Festival É tudo verdade 2022 aoontece de forma híbrida de 31 março a 10 de abril

 


 O diretor-fundador do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, Amir Labaki, apresentou o programa da 27ª edição do festival. O É Tudo Verdade 2022 acontece de forma híbrida entre 31 de março e 10 de abril em 4 salas em São Paulo, e 01 de abril e 10 de abril, em 2 salas no Rio de Janeiro. A versão on-line acontece de 31 de março a 10 de abril, nas plataformas É Tudo Verdade Play, Itaú Cultural Play e Sesc Digital.

 

Ao todo, o festival exibirá 77 produções entre longas, médias e curtas, inéditas no país, retrospectivas e clássicos. São filmes de 34 países. Além disso, o evento também conta com debates, conferências, master class, entre outras atividades. Informações detalhadas no final do release.

 

Os filmes vencedores dos prêmios dos júris nas Competições Brasileiras e Internacionais de Longas/ Médias-Metragens e de curtas-metragens estarão automaticamente classificados para apreciação à disputa pelo Oscar® do ano que vem. A cerimônia de premiação acontece às 18h, do domingo 10 de abril, no Espaço Itaú de Cinema, em São Paulo.

 

27ª edição do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários

Conta com patrocínio do ITAÚ, parceria do SESC-SP e com o apoio cultural da SPCINE, RIOFILME e ITAÚ CULTURAL. Realização: Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo do Governo Federal

 

"É um privilégio o retorno progressivo do festival às salas de cinema, respeitados os protocolos sanitários ainda exigidos frente à pandemia ainda vigente, como passe vacinal, uso de máscaras e lotação limitada", afirma Amir Labaki, diretor do festival. "O respeito prioritário à segurança sanitária de todos, do público assim como das equipes dos filmes, das instituições parceiras e do festival, impõe ainda um formato híbrido, de transição, para um programa com o grau de excelência tradicional do É Tudo Verdade".

 

Nesse ano, o festival apresenta em salas, em São Paulo e no Rio de Janeiro, as sessões de Abertura e de Encerramento, as Mostras Competitivas de Longas/Médias-Metragens e de Curtas-Metragens Brasileiros, as estreias nacionais do ciclo informativo O Estado das Coisas, o Foco Latino-Americano, os Clássicos É Tudo Verdade e a Retrospectiva Ugo Giorgetti.

 

Confira abaixo a divisão específica por salas.

 

Em streaming, parte expressiva da programação será apresentada numa plataforma exclusiva, o  É Tudo Verdade Play, que exibirá os filmes de Abertura e de Encerramento, as Competições de Longas e Médias-metragens Nacional e Internacional, o Foco Latino-Americano, Sessões Especiais, o Estado das Coisas, Clássicos É Tudo Verdade e Retrospectiva Ana Carolina. O Itaú Cultural Play exibirá com exclusividade on-line a Competição Brasileira de Curtas-Metragens. Já o site e a página do Youtube do Itaú Cultural transmitem a 19ª Conferência Internacional do Documentário.  O Sesc Digital apresentará com exclusividade a Competição Internacional de Curtas. 

 

SESSÕES DE ABERTURA – 31 de março e 01 de abril

 

Tanto em São Paulo, quanto no Rio de Janeiro, o festival começa com novos trabalhos do documentarista britânico Mark Cousins, distinguido em 2020 com a edição inaugural do Prêmio de Inovação Narrativa da European Film Academy. Sua série “Women Make Film - Um Novo Road Movie Através do Cinema” foi exibida com exclusividade pelo É Tudo Verdade de 2020.

 

Em São Paulo, a sessão inaugural acontece para convidados no Espaço Itaú de Cinema – Augusta, no dia 31 de março, a partir das 20h, com A História do Olhar (The Story of Looking), premiado no Festival de Sevilha de 2021. Às 21h, o filme ficará disponível por 24 horas, para todo o país, na plataforma É Tudo Verdade Play, com o limite de 1500 visionamentos.

 

A edição do Rio de Janeiro começa no dia 01 de abril, exibindo A História do Cinema: Uma Nova Geração (The Story of Film: A New Generation). O evento acontece no Espaço Itaú de Cinema Botafogo, à partir das 20h. O filme ficará disponível, em território nacional, para ser assistido a partir das 21h na plataforma É Tudo Verdade Play, disponível por 24 horas, com o limite de 1500 visionamentos.

 

A História do Olhar  (The Story of Looking)

Reino Unido, 90', 2021

Sinopse: Enquanto espera uma cirurgia oftalmológica, Mark Cousins explora o papel da experiência visual em nossa vida individual e coletiva.

 

A História do Cinema: Uma Nova Geração (The Story of Film: A New Generation)

Reino Unido, 160', 2021

Sinopse: Mark Cousins oferece esperança e otimismo ao explorar filmes diversos e falar de como a tecnologia está mudando o curso do cinema no novo século.

 

 

SESSÃO DE ENCERRAMENTO – 10 de abril

 

No encerramento do Festival, será exibido o longa O Território (The Territory), dirigido pelo norte-americano Alex Pritz, uma coprodução entre Brasil, Dinamarca e EUA. Premiado no Festival de Sundance deste ano, o documentário acompanha um jovem líder indígena brasileiro que luta contra fazendeiros que ocupam uma área protegida da Floresta Amazônica.  

A sessão acontece no dia 10 de abril (domingo), a partir das 20h, nas salas Espaço Itaú de Cinema – Augusta (SP) e Espaço Itaú de Cinema Botafogo (RJ); e, às 21h estará disponível para streaming na plataforma É Tudo Verdade Play.

 

O Território (The Territory)

Brasil, Dinamarca, EUA, 93', 2022

Sinopse: Uma rede de agricultores brasileiros se apodera de uma área protegida na floresta tropical amazônica. Um jovem líder indígena e seu mentor lutam para defender a terra e um grupo isolado que vive nas profundezas da selva.

 


FILMES EM COMPETIÇÃO
LONGAS E MÉDIAS-METRAGENS BRASILEIROS

 

Sete produções nacionais serão exbidas em sessões presenciais (SP e RJ), às 20h, e, na plataforma É Tudo Verdade Play, no mesmo dia da sessão em cinemas, às 21h, com reprise no dia seguinte, às 13h. Depois dessa exibição, as equipes do filmes participam de um debate, às 15h, transmitido pelo YouTube do É Tudo Verdade. 

 

 

Adeus, Capitão

Direção: Vincent Carelli e Tita

Brasil, 175', 2022

Sinopse: O “capitão” Krohokrenhum, líder do povo indígena Gavião (PA), que morreu em 2016, conta para suas filhas e netas as guerras internas entre grupos de seu povo até a transferência dos sobreviventes para a gleba Mãe Maria. Estreia Mundial.

 

Belchior - Apenas um Coração Selvagem

Brasil, 90', 2022

Direção: Camilo Cavalcanti e Natália Dias

Sinopse: Antonio Carlos Belchior Fontenelle Fernandes (1946-2017) é revelado em um autorretrato que mergulha no coração selvagem do poeta, cantor e compositor de Sobral (CE). Estreia Mundial.

 

Eneida

Direção: Heloisa Passos

Brasil, 79', 2021

Sinopse: Eneida, 83 anos, com ajuda de sua filha do meio, a cineasta Heloisa Passos, busca a filha primogênita, que não vê há mais de duas décadas. Estreia Mundial.

 

Pele

Direção: Marcos Pimentel

Brasil, 75', 2021

Sinopse: Grafites, pichações, símbolos indecifráveis, palavras de ordem e declarações de amor revelam desejos, medos, fantasias e devaneios. Estreia Mundial.

 

Quando Falta O Ar

Direção: Ana Petta, Helena Petta

Brasil, 85', 2021

Sinopse: O documentário aborda a pandemia com foco no cuidado, revelando a face humana da luta coletiva contra a Covid-19. Estreia Mundial.

 

Rubens Gerchman: O Rei do Mau Gosto

Direção: Pedro Rossi

Brasil, 76', 2022

Sinopse: O documentário retrata Rubens Gerchman (1942-2008) e sua arte que, com cenas urbanas e do cotidiano, fazem da precariedade brasileira um valor. Estreia Mundial.

 

Sinfonia de Um Homem Comum

Direção: José Joffily

Brasil, 82', 2022

Sinopse: O tema do documentário é a trajetória de José Bustani, o primeiro diretor-geral da Organização de Proibição de Armas Químicas, e passou a sofrer pressão dos EUA par se demitir depois do 11 de Setembro. Estreia Mundial.

 

 

 

FILMES EM COMPETIÇÃO
LONGAS E MÉDIAS-METRAGENS INTERNACIONAIS

 

Doze títulos internacionais serão exibidos na plataforma É Tudo Verdade Play.


 

Assassinos Sem Punição (Getting Away With Murder(s))

Direção: David Nicholas Wilkinson

Reino Unido, 175', 2021

Sinopse: Os Aliados concordaram em processar todos os responsáveis pelo Holocausto quando elaboraram o Acordo de Londres, em 1945. Mas, depois do fim da década de 1940, esses mesmos Aliados não fizeram quase nada. Por quê?

 

Batata (Batata)

Direção: Noura Kevorkian

Líbano, Canadá, Catar, 126', 2021

Sinopse: Um filme incomum que abrange dez anos da vida de uma mulher muçulmana síria determinada, presa num campo de refugiados no Líbano e impedida de voltar para casa.

 

Os Caras do Estreito (The Strait Guys)

Direção: Rick Minnich

Alemanha, Finlândia, Canadá, 100', 2022

Sinopse: Um rabugento engenheiro de minas tcheco e seu pupilo tagarela juntam forças com visionários russos para ousar o impossível: ligar os Estados Unidos à Rússia por um túnel de cem quilômetros sob o estreito de Bering. Estreia mundial.

 

Cesária Évora

Direção: Ana Sofia Fonseca

Portugal, 94', 2022

Sinopse: Imagens inéditas, insights, lutas e o sucesso na vida da cantora cabo-verdiana Cesária Évora (1941-2011).

 

O Filme da Sacada (Film Balkonowy/The Balcony Movie)

Direção: Pawel Lozinski

Polônia, 100', 2021

Sinopse: Construídas a partir de conversas do diretor com transeuntes que passam pela rua sob a sacada de seu apartamento em Varsóvia, as histórias do filme são singulares e tratam dos modos como lidamos com a vida na condição de indivíduos.

 

Kurt Vonnegut: Desprendido no Tempo (Kurt Vonnegut: Unstuck in Time)

Direção: Robert B. Weide, Don Argott

EUA, 126', 2021

Sinopse: O filme reconta a vida extraordinária do escritor Kurt Vonnegut e sua amizade de 25 anos com o cineasta que se dispôs a documentá-la.

 

O Processo – Praga 1952 (Le Procès - Prague 1952/The Trial)

Direção: Ruth Zylberman

França, 70', 2021

Sinopse: Em 2018, foram encontradas imagens filmadas de um processo, no qual, catorze dignitários comunistas foram acusados de crimes imaginários e tiveram que fazer uma confissão pública de culpa em um julgamento encenado, em 1952.

 

Retratos do Futuro (Retratos del Futuro/Portraits of the future)

Direção: Virna Molina

Argentina, 88', 2021

Sinopse: Antes da pandemia, a cineasta Virna Molina fazia um filme sobre a resistência das representantes das trabalhadoras do metrô de Buenos Aires, com a Covid-19, porém, o futuro distópico do qual o filme tratava se transformou em presente.

 

Riotsville, EUA (Riotsville, U.S.A.)

Direção: Sierra Pettengill

EUA, 91', 2022

Sinopse: Usando apenas imagens de arquivo, o filme explora a militarização da polícia norte-americana, e cria uma contranarrativa sobre a reação do país aos levantes do final dos anos 1960.

 

Tantura (Tantura)

Direção: Alon Schwarz

Israel, 85', 2022

Sinopse: No fim dos anos 1990, Teddy Katz conduziu uma pesquisa sobre o massacre em larga escala que teria ocorrido na aldeia de Tantura em 1948. Esse trabalho mais tarde foi contestado e a reputação de Katz, arruinada.

 

Ultravioleta e as Gangues Cuspidoras de Sangue (Ultraviolette et le Gang des Cracheuses de Sang/ Ultraviolette  and the Blood-Spitters gang)

Direção: Robin Hunzinger

França, 74', 2021

Sinopse: Uma adolescente desafia a escola, a doença, os médicos e a morte, e abraça todo mundo que encontra, e lidera uma gangue de garotas que também estão doentes, “As Cuspidoras de Sangue”. 

 

Navalny (Navalny)

Direção: Daniel Roher

EUA, 98' 2022

Sinopse: Um “thriller” documental sobre como um dos líderes da oposição russa ao regime autoritário de Vladimir Putin sobreviveu a uma tentativa de assassinato por envenenamento em 2020, identificou os responsáveis pelo atentado e apesar de tudo retornou à Rússia para prosseguir em sua militância democrática.

 

 

FILMES EM COMPETIÇÃO
CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

 

Nove curtas-metragens brasileiros serão exibidos em sessões presenciais no Instituto Moreira Salles (SP e RJ), e na plataforma Itaú Cultural Play. Debates com cineasta serão exibidos no canal do É Tudo Verdade, nos dias 03, 04 e 05, às 16h.

 

Alágbedé

Direção: Safira Moreira

Brasil, 12', 2021

Sinopse: Do ferro-velho ao terreiro, Zé Diabo forja deuses em sua oficina, seguindo o caminho de Ogum.

 

Cadê Heleny?

Direção: Esther Vital

Brasil, 29', 2022

Sinopse: Este documentário animado com técnicas de stop motion resgata a trajetória de vida de Heleny Guariba, filósofa, professora e diretora de teatro desaparecida em 1971, sob a ditadura militar brasileira.

 

Cantos de Um Livro Sagrado

Direção: Cesar Gananian, Cassiana Der Haroutiounian

Brasil, Armênia, 25', 2021

Sinopse: Com a chamada Revolução de Veludo Armênia de 2018 como cenário, o filme recria, em cinco cantos a sinergia que gera as revoluções.

 

Carta Para Glauber

Direção: Gregory Baltz

Brasil, 12', 2021

Sinopse: Em 1964, dias após o golpe militar, Gustavo Dahl, cineasta e pensador do cinema brasileiro, escreve uma carta para o amigo Glauber Rocha, que estava em Cannes apresentando seu filme Deus e o Diabo na Terra do Sol.

 

Meio Ano-Luz

Direção: Leonardo Mouramateus

Brasil, Portugal, 19', 2021

Sinopse: Um rapaz senta-se numa rua movimentada de Lisboa para desenhar as pessoas que passam. Não muito longe dali, um casal conversa sobre a origem de uma carteira encontrada meses antes.

 

Quem de Direito

Direção: Ana Galizia

Brasil, 21', 2022

Sinopse: A organização popular pelo acesso à terra marca o território do vale do Guapiaçu, em Cachoeiras de Macacu (RJ). As mobilizações recentes contra um projeto de barragem colocam a água, também, como elemento de disputa.

 

A Ordem Reina

Direção: Fernanda Pessoa

Brasil, 19', 2022

Sinopse: Uma viagem internacionalista (no tempo) por sete países que tiveram experiências revolucionárias no século 20, acompanhada por uma voz feminina que recita o último texto de Rosa Luxemburgo.

 

Solmatalua

Direção: Rodrigo Ribeiro-Andrade

Brasil, 15', 2022

Sinopse: Com uma constelação de vozes e presenças negras, SOLMATALUA percorre um vertiginoso itinerário entre territórios ancestrais e contemporâneos.

 

Tekoha

Direção: Carlos Adriano

Brasil, 7', 2021

Sinopse: No dia 6 de setembro de 2021, seguranças particulares queimaram uma casa Guarani Kaiowá no Tekoha Ava'te, na Reserva de Dourados (MS). A ação foi registrada em vídeo, pelo povo Guarani Kaiowá. 

 

 

FILMES EM COMPETIÇÃO
CURTAS-METRAGENS INTERNACIONAIS

 

Nove curtas-metragens internacionais serão exibidos na plataforma Sesc Digital.

 


Ali e Sua Ovelha Milagrosa (Ali and his Miracle Sheep)

Direção: Maythem Ridha

Iraque, Reino Unido, 26', 2021

Sinopse: Ali, um garoto mudo de nove anos, leva sua ovelha favorita, Kirmeta, para ser sacrificada. Em sua longa viagem, eles testemunham as belezas e desvendam os males do Iraque. Mas será possível curá-los com um sacrifício?

 

Como Se Mede um Ano? (How Do You Measure A Year?)

Direção: Jay Rosenblatt

EUA, 29', 2021

Sinopse: Um pai filma a filha todos os anos, no dia de seu aniversário, e faz a ela as mesmas perguntas. Em apenas 29 minutos, vemos a garota se transformar de menininha em jovem mulher.

 

Descartes  (Descartes/Outtakes)

Direção: Concha Barquero, Alejandro Alvarado

Espanha, 21', 2021

Sinopse: Em 2016, um grupo de realizadores descobriu na Cinemateca Espanhola 260 rolos de negativos em 16mm sobre o documentário Rocío, que foi censurado no início dos anos de 1980.

 

Fruto do Vosso Ventre (Fruit of Thy Womb)

Direção: Fábio Silva

Portugal, 20', 2021

Sinopse: Um realizador regressa à casa dos pais para tentar compreender seu trauma.

 

Heroínas (Heroines)

Direção: Marina Herrera

Peru, 21', 2022

Sinopse: Um documentário satírico sobre o culto de um grupo de mulheres que se dedicam à veneração do crânio da guerreira da independência Tomasa Ttito Condemayta.

 

Manual (Handbuch/Handbook)

Direção: Pavel Mozhar

Alemanha, 29', 2021

Sinopse: Nos dias seguintes à eleição presidencial na Bielorrússia, numerosos protestos irrompem por todo o país, para conter, a polícia especial, age com brutalidade. Em entrevistas, centenas de vítimas contam suas experiências.

 

Cartaz de Festa (Party Poster)

Direção: Rishi Chandna

Índia, 20', 2021

Sinopse: Nos subúrbios de Mumbai, a ciência, a religião e a política se chocam comicamente, em meio à ferocidade da pandemia, quando um grupo de lavadores de roupas decide desenhar um cartaz para celebrar uma festa popular anual.

 

Síndrome dos Quietos (Síndrome de los quietos/ The Stillness Syndrome)

Direção: León Siminiani

Espanha, 30', 2021

Sinopse: Em 2018, um grupo de cineastas, que se autodenomina Os Imóveis, embarca no projeto de um filme ensaístico sobre uma síndrome de quietude hipotética na República da Colômbia.

 

Voz Virtual (Virtual Voice)

Direção: Suzannah Mirghani

Catar, Sudão, 7', 2021

Sinopse: A boneca Suzi é uma guerreira do ego. É a avatar da diretora, marchando ao ritmo dos algoritmos das mídias sociais.

 

 

SESSÕES ESPECIAIS

 

Os filmes internacionais longas e curtas serão exibidos na plataforma É Tudo Verdade Play.  Os curtas especiais brasileiros e internacionais também terão sessões em sala de cinema no IMS SP e RJ.

 

Duke Ellington em Isfahan (Duke Ellington in Isfahan)

Direção: Ehsan Khoshbakht

Reino Unido, 12', 2021

Sinopse: O documentário conta a história da turnê de Duke Ellington pelo Oriente Médio em 1963 e da criação de um dos mais belos clássicos do jazz.

 

JFK Revisitado: Através do Espelho (JFK Revisited: Through the Looking Glass)

Direção: Oliver Stone

EUA, 128', 2021

Sinopse: Arquivos que deixaram de ser sigilosos sobre o assassinato do presidente John F. Kennedy são examinados em um contexto amplo, com o objetivo de elucidar o que realmente aconteceu em 1963.

 

Joyce Carol Oates: Um Corpo a Serviço da Mente (Joyce Carol Oates: A Body in the Service of Mind)

Direção: Stig Björkman

Suécia, 94', 2021

Sinopse: Joyce Carol Oates é uma das maiores escritoras norte-americanas da atualidade. Uma amizade de anos e uma pesquisa incansável deram ao diretor Stig Björkman acesso sem precedentes à autora.

 

Montand é Nosso (Montand est à nous/All about Yves Montand)

Direção: Yves Jeuland

França, 100', 2021

Sinopse: O documentário é uma jornada pelo século XX, em busca da trajetória de Yves Montand, ídolo do diretor Yves Jeuland e do roteirista Vincent Josse.

 

Quando Fazíamos Bullying (When We Were Bullies)

Direção: Jay Rosenblatt

EUA, Alemanha, 36', 2021

Sinopse: Uma coincidência intrigante leva o cineasta a procurar seus colegas de quinta série e a professora para examinar suas lembranças e sua cumplicidade em um caso de bullying ocorrido há cinquenta anos. Um dos cinco finalistas ao Oscar de melhor documentário de curta-metragem deste ano.

 

Relações Próximas (Close Relations)

Direção: Vitaly Mansky

Letônia, Alemanha, Estônia, Ucrânia, 112', 2016

Sinopse: Entre 2014 e 2015, o cineasta Vitaly Mansky viajou pela Ucrânia, visitando integrantes de sua família. A partir de conversas, ele forma um mosaico sobre os desdobramentos da grave crise política que divide a nação. Reapresentação especial.

 

Sem Título #8: Vai Sobreviver (Untitled # 8 : Will Survive)

Direção: Carlos Adriano

Brasil, 12', 2021

Sinopse: Um tributo à atriz Anna Karina (1940-2019) que parte de sua atuação em Viver a Vida, de Jean-Luc Godard (1962), o filme que, em 1982, fez o cineasta Carlos Adriano decidir fazer (e pensar, e viver) cinema.

 

A Última Praga de Mojica

Direção: Cédric Fanti, Eugenio Puppo, Matheus Sundfeld, Pedro Junqueira

Brasil, 17', 2021

Sinopse: O curta-metragem relata o processo de resgate e finalização de A Praga, dirigido por José Mojica Marins, o Zé do Caixão. Produzido originalmente em 1980, o filme não chegou a ser concluído e era dado como perdido.

 

 

O ESTADO DAS COISAS

 

Mostra não-competitiva de documentários brasileiros e internacionais do É Tudo Verdade, dedicada a obras de viés informativo e jornalístico. Os filmes serão exibidos no É Tudo Verdade Play e os títulos brasileiros serão exibidos também em sessões presenciais no Sesc 24 de Maio e no IMS RJ.

 

A Apropriação (The Taking)

Direção: Alexandre O. Philippe

Espanha, Reino Unido, 76', 2021

Sinopse: Uma investigação radical das formas como o Monument Valley foi retratado no cinema e na publicidade. O filme investiga como um marco do território soberano dos nativos Navajo tornou-se o símbolo da fantasia de um Velho Oeste.

 

Diários de Mianmar (Myanmar Diaries)

Direção: Coletivo Cinematográfico de Mianmar

Mianmar, 70', 2022

Sinopse: Depois do golpe militar de 2021 em Mianmar, jovens ativistas de oposição usam estes diários em filme para comunicar-se com o mundo, pela tela de cinema, de um modo diferente daquele que é permitido aos noticiários de TV.

 

Oscar Micheaux: O Super-Herói do Cinema Negro (Oscar Micheaux: The Superhero of Black Filmmaking)

Direção: Francesco Zippel

Itália, 80', 2021

Sinopse: Um olhar sobre a vida e a obra do diretor e produtor independente Oscar Micheaux (1884-1951), um pioneiro da indústria cinematográfica afro-americana.

 

Prisma (Prisme/Prism)

Direção: Rosine Mbakam, An van. Dienderen, Eléonore Yameogo

Bélgica, Camarões, 77', 2021

Sinopse: A belga An van Dienderen convidou Rosine Mbakam, camaronesa que vive em Bruxelas, e Éléonore Yaméogo, de Burquina Fasso e residente em Paris, para fazerem juntas um filme no qual as diferenças de cor de pele são o ponto de partida.

 

Quando uma Cidade se Levanta (When a City Rises)

Direção: Iris Kwong, Ip Kar Man, Cathy Chu, Han Yan Yuen, Huang Yuk-kwok, Jenn Lee, Evie Cheung

Hong Kong, Reino Unido, 100', 2021

Sinopse: O filme acompanha um estudante de 21 anos, um casal de adolescentes e o jovem pai de duas crianças em sua guerra impossível pela democracia.

 

Quem Tem Medo?  (Who's Afraid?)

Direção: Ricardo Alves Jr, Dellani Lima, Henrique Zanoni

Brasil, 80', 2021

Sinopse: Longa-metragem documental que narra a ascensão da extrema direita no Brasil a partir da perspectiva de artistas que tiveram obras censuradas

 

Um Jóquei Cearense Na Coreia (Smiling Jockey)

Direção: Guto Parente, Mi-Kying Oh

Brasil, Coreia do Sul, 75', 2022

Sinopse: O dia a dia desafiador do jóquei cearense Antonio Davielson e de sua família, que vivem em um país estrangeiro do outro lado do planeta.

 

Vento na Fronteira (The Wind Blows the Border)

Direção: Marina Weis, Laura Faerman

Brasil, 77', 2021

Sinopse: O filme se passa na violenta fronteira do Brasil com o Paraguai, coração do agronegócio brasileiro, e acompanha o crescimento do poder político ruralista e suas ligações íntimas com o governo de Jair Bolsonaro

 

FOCO LATINO-AMERICANO

 

Filmes que serão exibidos em sessões presenciais no Sesc 24 de Maio e na plataforma É Tudo Verdade Play.

 

O Kaiser de Atlântida (El Kaiser de la Atlántida/The Kaiser of Atlantis)

Direção: Sebastián Alfie

Argentina, Espanha, República Tcheca, 75', 2022

Sinopse: Uma ópera, escrita por Viktor Ullman e Peter Kien, num campo de concentração, mostra o Terceiro Reich governado pela loucura e morte. Na última temporada, o Teatro Real de Madri encenou a maior montagem já feita da obra.

 

Mafifa

Direção: Daniela Muñoz Barroso

Cuba, 77', 2021

Sinopse: A cineasta Daniela Muñoz Barroso perdeu quase toda a sua audição, mas é fascinada por Gladys Esther Linares, a Mafifa, que tocava um instrumento de percussão. Nesse filme, Barroso sai à procura dela, morta há quase 40 anos.

 

O Silêncio do Infiltrado (El Silencio del Topo/The Silence of the Mole)

Direção: Anaïs Taracena

Guatemala, 91', 2021

Sinopse: Ao longo dos anos 1970, o jornalista Elías Barahona, também conhecido como "A Toupeira", infiltrou-se no coração de um dos governos mais repressivos da história da Guatemala. O filme procura desvendar a história desse homem.

 

O Vento nos Deixará (El Viento nos Dejará)

Direção: Pablo Martínez Pessi

Uruguai, 72', 2021

Sinopse: Um tornado passou por uma pequena cidade e devorou tudo o que encontrou pela frente. Deixou uma ferida que perdura obstinadamente, buscando cura em meio a um mundo de destroços e histórias perdidas.


 

CLÁSSICOS É TUDO VERDADE

 

A nova seção do festival destaca obras-primas do patrimônio do cinema documentário brasileiro e internacional,  que serão exibidos em sessões presenciais, no Instituto Moreira Salles (SP e RJ), e na plataforma É Tudo Verdade Play (exceto “É Tudo Verdade”, apenas presencial)

 

Chico Antônio - O Herói Com Caráter (Chico Antônio – The Hero With Character)

Direção: Eduardo Escorel

Brasil, 40', 1983

Sinopse: Resgate de um personagem real mencionado pelo escritor Mário de Andrade em seus trabalhos sobre a cultura popular brasileira, Chico Antônio, um cantador do interior do Rio Grande do Norte.

 

A História da Guerra Civil (The History of the Civil War)

Direção: Dziga Vertov; Nikolai Izvolov

Rússia, Israel, 94', 1922-2022

Sinopse: Recuperado em 2021 depois de ter sido considerado perdido, o documentário de Dziga Vertov (1896-1954) cobre o desenrolar da Guerra Civil na Rússia (1918-1920) em doze partes, ordenadas cronologicamente.

 

É Tudo Verdade (It's All True)

Direção: Orson Welles, Bill Krohn, Myron Meisel

EUA, 89', 1993

Sinopse: O documentário reconstitui a obra não finalizada de Orson Welles sobre a América do Sul, rodada em 1942 e jamais terminada pelo diretor de “Cidadão Kane” (1941).

 

 

 

HOMENAGEM A ANA CAROLINA

 

Mais conhecida por sua produção ficcional, a cineasta Ana Carolina também destaca-se em seu período inicial como documentarista. O festival apresenta três curtas-metragens e um longa, produzidos entre 1969 e 1975. Exibidos na plataforma É Tudo Verdade Play.

 

Lavra Dor  (Plowman)

Direção: Paulo Rufino

Brasil, 11', 1968

Sinopse: Co-produzido e co-roteirizado  por Ana Carolina, em diálogo com a poesia homônima de Mário Chamie (1933-2011), o filme debate a reforma agrária no Brasil, de forma livre e poética, mostrando as lutas e dificuldades do trabalhador rural, além de questões sindicais, após o golpe militar.

 

Indústria (Industry)

Direção: Ana Carolina

Brasil, 12', 1969

Sinopse: Documentário que usa metáforas  para tratar do desenvolvimento industrial no Brasil. Da tentativa de construção de uma indústria nacional à invasão, quase imediata, do capital estrangeiro.

 

Getúlio Vargas

Direção: Ana Carolina

Brasil, 76', 1974

Sinopse: Um pioneiro ensaio de arquivo sobre Getúlio Vargas (1882-1954), líder da Revolução de 1930, ditador do Estado Novo (1937-1945) e, depois, presidente constitucional (1951-54), nos 25 anos de seu suicídio no cargo.

 

Anatomia do Espectador (Movie-Watcher Anatomy)

Direção: Ana Carolina

Brasil, 21', 1979

Sinopse: Representando uma média de opiniões, a atriz Stela Freitas responde a uma série de perguntas que procuram mostrar a figura do espectador de cinema do Rio de Janeiro, seus hábitos, suas preferências, como e por que assiste a filmes.

 

RETROSPECTIVA UGO GIORGETTI

 

O cineasta paulistano Ugo Giorgetti ganha um retrospectiva de sua obra documental, com exibição de curtas, médias e longas produzidos entre 1973 e 2021. Os filmes serão exibidos apenas em sessões presenciais na sala SPCine – Centro Cultural São Paulo e no Instituto Moreira Salles RJ.

 

Campos Elíseos

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 10', 1973

Sinopse: A ascensão e a queda acentuada dos Campos Elíseos bairro tradicional que atraiu homens de negócios e famílias importantes, mas tornou-se, décadas mais tarde.

 

R. São Bento 405  (405, São Bento Street)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 22', 1976

Sinopse: O documentário apresenta o período de elegância e agitação cultural inicial e a decadência dos anos 1970, quando o governo se apropriou do edifício Martinelli, e expulsou os residentes.

 

Quebrando a Cara (Kissing The Canvas)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 77', 1986

Sinopse: Documentário sobre o maior boxeador brasileiro, Éder Jofre, que foi campeão mundial em peso-galo e peso-pena nos anos 1960 e 1970.

 

Uma Outra Cidade (Another City)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 58', 2000

Sinopse: São Paulo revisitada pelos poetas Antonio Fernando de Franceschi, Rodrigo de Haro, Roberto Piva e Claudio Willer, e pelo músico e escritor Jorge Mautner.

 

Variações Sobre Um Quarteto de Cordas (Variations For String Quartet)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 55', 2004

Sinopse: A história do violinista Johannes Oelsner, que veio ao Brasil em 1939, em turnê com um quarteto de cordas de Dresden, e, por causa da Segunda Guerra Mundial, acabou radicado em São Paulo

 

Pizza

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 56', 2005

Sinopse: Os contrastes sociais de São Paulo são o pano de fundo para este documentário sobre o prato mais popular da cidade.

 

Em Busca da Pátria Perdida (In the Search of the Lost Fatherland)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 56', 2008

Sinopse: Um retrato do trabalho da Igreja Nossa Senhora da Paz, no bairro do Glicério, no centro de São Paulo, que há setenta anos acolhe imigrantes, faz serviço social e realiza missas em diversas línguas.

 

México 1968 - A Última Olimpíada Livre (Mexico 1068 – The Last Free Olympics)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 52', 2011

Sinopse: Memórias da primeira olimpíada realizada na América Latina, no México, em 1968, em um cenário conturbado por revoltas políticas e estudantis.

 

Comercial F.C. – a Equipe Fantasma (Comercial F.C.)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 10', 2014

Sinopse: O filme resgata a memória Comercial F.C, um dos clubes que integraram a Federação Paulista de Futebol, e conta com a participação de ex-jogadores, jornalistas e pesquisadores.

 

Paul Singer, Uma Utopia Militante (Paul Singer – An Engaged Utopy)

Direção: Ugo Giorgetti

Brasil, 58', 2021

Sinopse: O professor Singer narra sua trajetória, da chegada ao Brasil em 1940, escapando da Segunda Guerra Mundial, a 2016, na liderança de movimentos de economia solidária. 

 

 

19a CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO DOCUMENTÁRIO

 

A 19ª Conferência Internacional do Documentário discute neste ano o patrimônio do cinema documental, que passa a ser destacado por um novo ciclo do festival, Clássicos É Tudo Verdade. Os quatro debates vão girar em torno dos 80 anos da filmagem no Brasil por Orson Welles do inacabado It's All True; dos 40 anos das gravações por Eduardo Escorel de Chico Antônio, O Herói Com Caráter, com o cantador de coco descoberto por Mário de Andrade; e da reconstrução de um documentário considerado perdido do mestre soviético Dziga Vertov, História da Guerra Civil (1921).

 

Errata: Alteração do horário e dia de exibição do filme Guerra Civil, de Dziga Vertov:

 

3 de abril  - Exibição Online ETVPLAY   (www.etudoverdadeplay.com.br - filme disponível por  24 horas ou 1500 visionamentos) – previsão de estar na plataforma a partir das 11h

 

3 de abril - Exibições Presenciais (retirar ingressos uma hora antes na bilheteria do cinema)

IMS RJ - 14h

IMS SP - 15h30


Confirma programação correta em: http://etudoverdade.com.br/_pdf/_programacao/programacao-33.pdf

______



06/04

11h00 - 40 anos de Chico Antônio - Eduardo Escorel e Carlos Augusto Calil

15h00 - A Guerra Civil por Viértov - Entrevista de Nikolai Izvolov a Luis Felipe Labaki

 

07/04

11h00 - 80 Anos de It's All True - Entrevista de Myron Meisel a Amir Labaki

15h00 - 80 Anos de It's All True - Novas abordagens brasileiras: Laura Godoy e Josafá Veloso

 

A 19ª Conferência Internacional do documentário terá transmissão gratuita pelas plataformas: www.itaucultural.org.br e www.etudoverdade.com.br.

Cada mesa tem duração de 1 hora. As mesas são pré gravadas e legendadas em português, quando necessário. Haverá interpretação em libras.

 

ATIVIDADES PARALELAS

 

DEBATES É TUDO VERDADE

 

SEMINÁRIO: A PRÁTICA DOCUMENTAL

 

No Canal do YouTube do Sesc 24 de maio, quatro palestras sobre aspectos práticos da realização de documentários:

08/04

11h Roteiro com Tila Chitunda

15h Fotografia com Carlos Ebert

 

09/04

11h Som com Geraldo Ribeiro

15h Edição com Idê Lacreta

 

 

MASTER CLASS COM UGO GIORGETTI

Formação Spcine Convida É Tudo Verdade com Ugo Giorgetti - "Retrospectiva Ugo Giorgetti" - 08/04, às 17h, no Canal da Spcine

Participação especial: Cláudio Willer e José de Souza Martins

Mediação: Rosane Pavam

Duração: 60 min.

 

UMA CONVERSA COM ANA CAROLINA

05/04, às 11h, no Canal do É Tudo Verdade

Participação especial: Paulo Rufino.

Mediação: Orlando Margarido

A cineasta Ana Carolina, homenageada este ano no É Tudo Verdade, discute sua carreira em documentários.

 

 

SERVIÇO

27º É TUDO VERDADE –

FESTIVAL  INTERNACIONAL  DE DOCUMENTÁRIOS 
De 31 de março a 10 de abril

 

 

Salas:

São Paulo:

SPCine - Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000)

Espaço Itaú de Cinema – Augusta   (Rua Augusta, 1475)

IMS Paulista (Avenida Paulista, 2.424)

Sesc 24 de Maio (Rua 24 de Maio, 109)

 

Rio de Janeiro:

IMS Rio (Rua Marquês de São Vicente, 476)

Espaço Itaú de Cinema Botafogo (Praia de Botafogo, 316)

 

Plataformas On Line:

É Tudo Verdade Play

www.etudoverdadeplay.com.br

 

- Abertura: The Story of Looking: 31/03, às 21h, com limite de 1500 visionamentos ou 24 horas;

The Story of Film: A New Generation: 01/04, às 21h com limite de 1500 visionamentos ou 24 horas;

- Competição Longas Brasileiros: 2 sessões sendo às 21 horas, no da exibição em cinema, e, no dia seguinte, às 13h, com limite de 2000 visionamentos;

Competição Longas Internacionais: 1 sessão, às 17h ou 19h, com limite de 1500 visionamentos ou 24 horas; exceto “Navalny”, apenas 1000 visionamentos;

Especiais: começam em seus horários, com limite de 1500 visionamentos ou 24 horas; “Quando Fazíamos Bullying” tem limite de 500 visionamentos;

Foco Latino-Americano: começam nos seus horários, com limite de 1500 visionamentos ou 24 horas, exceto “Mafifa”, com apenas 1000 visionamentos;

O Estado das coisas: começam em seus horários,  limite de 2000 visionamentos ou 24 horas, para os nacionais, e 1500 ou 24 horas para os internacionais, exceto “Oscar Micheaux: O Super-Herói do Cinema Negro”, apenas 1000 visionamentos;

- Retrospectiva Ana Carolina: 05 de abril, à partir das 11h, com 2000 visionamentos ou 24 horas;

Clássicos: começam em seus horários, e “A História da Guerra Civil”, e “Chico Antônio”, com limite de 1500 visionamentos ou 24 horas, “É Tudo Verdade” será exibido apenas presencialmente;

Encerramento: “O Território”, dia 10/04, 1500 visionamentos ou 24 horas.

 

 

Sesc Digital

https://sesc.digital/etudoverdade

Competição Internacional de Curtas, entre 01 e 05/04 partir das 16h, com limite de 2000 visionamentos, exceto “Como se mede um ano?”, com 1000 visionamentos

 

Itaú Cultural Play

www.itauculturalplay.com.br/

Competição Brasileira de Curtas – de 01/10 de abril

  

Itaú Cultural

www.itaucultural.org.br

19a Conferência Internacional do Documentário (06 e 07 de abril, às 11h e 15h)

 

Youtube Sesc 24 de Maio

www.youtube.com/Sesc24deMaiovideos

Palestras “A Prática Documental”

 

Canal SPCINE

www.youtube.com/c/Spcine

Master Class com Ugo Giorgetti

 

Canal do É Tudo Verdade

www.youtube.com/user/festivaletudoverdade

Uma Conversa com Ana Carolina

Debates com Realizadores de Longas Brasileiros

Debates com Realizadores de Curtas Brasileiros


 

 

 

FONTE:

Patrícia Rabello Assessoria 


SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (101)