sábado, 24 de outubro de 2020

TV BRASIL: Programação de filmes 25/10 a 01/11

 


TV Brasil exibe de 25/10 a 1/12:

  • Domingo (25) – 14h – Sessão Família: “Os Doze Trabalhos de Asterix” (1976) – animação

  • Domingo (25) – 16h30 – Cine Nacional: “Bugigangue no Espaço” (2016) – aventura, animação

  • Segunda (26) – 4h – Sessão Retrô Madrugada: “Um Caipira em Bariloche” (1973) – comédia

  • Quarta (28) – 22h30 / 2h30 – Festival de Cinema: “Bugigangue no Espaço” (2016) – aventura, animação

  • Quarta (28) – 4h – Sessão Retrô Madrugada: “Casinha Pequenina” (1963) – comédia

  • Quinta (29) – 22h30 / 2h30 – Cine Retrô: “Uma Pistola para Djeca” (1969) – comédia

  • Sexta (30) – 4h – Sessão Retrô Madrugada: “O Jeca e a Freira” (1968) - comédia

  • Sábado (31) – 18h – Cine Retrô: “O Vendedor de Linguiça” (1962) – comédia

  • Domingo (1) – 14h – Sessão Família: “Guiados pelo Coração” (2016) – drama

  • Domingo (1) – 16h – Cine Nacional: “Menino Maluquinho, o Filme” (1995) – comédia


Os Doze Trabalhos de Asterix

Domingo, 25 de outubro, às 14h

Em 50 A.C., o Império Romano domina toda a região em torno da Gália, exceto a própria aldeia. Depois de mais uma tentativa de conquistá-la, alguns dos senadores romanos começam a recear que os moradores da vila gaulesa sejam algo como deuses.

Para manter seu trono, Júlio César propõe um acordo aos gauleses e envia ao povoado uma lista com doze tarefas inspiradas nos trabalhos de Hércules, que só poderiam ser realizadas por seres superiores. Se os gauleses vencerem o desafio, o monarca admite sua derrota. Caso contrário, eles se rendem ao Império Romano e se tornam escravos.

A proposta é aceita. Asterix, por ser o mais esperto, e Obelix, por ser o mais forte, são escolhidos para representar o povo.

Com o peso de não falhar em uma só tarefa, a dupla sai para cumprir os doze trabalhos e manter a dignidade gaulesa.

82 min. País: França. Ano: 1976. Gênero: animação. Título original: Les douze travaux d'Astérix. Direção: Albert Uderzo, René Goscinny, Pierre Watrin. Classificação Indicativa: Livre.


_______

Bugigangue no Espaço

Domingo, 25 de outubro, às 16h30

(Reprise na quarta-feira, 28 de outubro, às 22h30 e 2h30)

Quando o vilão alienígena Gana Gobler toma o poder da Confederação, sete alienígenas desajeitados conseguem escapar do cerco, mas sua espaçonave cai na Terra, ao lado da sede de um clube restrito a sete amigos, que aguardam algum acontecimento divertido para mudar sua rotina. Juntos, eles embarcam em uma emocionante aventura espacial para restaurar a paz no universo.

Animação brasileira em computação gráfica, “BugiGangue no Espaço” foi realizada, escrita e produzida por Ale McHaddo.

90 min. Ano: 2016. País: Brasil. Gênero: aventura, animação. Direção: Ale McHaddo. Classificação: livre.

_________________


Um Caipira em Bariloche

Segunda-feira, 26 de outubro, às 4h

(Madrugada de segunda para terça)

Fazendeiro ingênuo, Polidoro cai na conversa do genro e vende suas terras para um vigarista que engana a todos, inclusive sua própria esposa, uma argentina honesta e desiludida com o amor.

Por pura armação, os dois acabam indo parar em Bariloche e lá na neve, em meio a confusões e gargalhadas, o caipira começa a juntar os fatos e retorna para desmascarar os vilões.

A comédia promete muitas risadas e momentos de diversão, intriga e suspense para a plateia. O longa “Um caipira em Bariloche” foi uma das maiores bilheterias de toda a carreira do saudoso humorista Amácio Mazzaropi.

100 min. Ano: 1973. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Beatriz Bonnet, Ivan Mesquita, Carlos Valone. Classificação Indicativa: 14 anos.


______

Casinha Pequenina

Quarta-feira, 28 de outubro, às 4h

(Madrugada de quarta para quinta)

Considerado a obra-prima de Mazzaropi, o longa-metragem “Casinha Pequenina” traz um elenco de estrelas e marca a estreia de Tarcísio Meira no cinema. O filme tem o fim da escravidão como pano de fundo e mostra a luta dos abolicionistas contra os interesses dos senhores de engenho.

Ícone da sétima arte no país, Mazzaropi usou a figura do “Jeca” como personagem central em dezenas de produções nacionais.

95 min. Gênero: Comédia. Ano: 1963. Classificação Indicativa: 12 anos.


_______

Uma Pistola para Djeca

Quinta-feira, 29 de outubro, às 22h30 e 2h30

Amácio Mazzaropi interpreta Gumercindo, homem pobre e honesto que tem sua filha seduzida pelo filho do fazendeiro. A garota fica grávida e o bebê vira motivo de chacotas por não ter pai.

O patrão acaba expulsando o trabalhador de suas terras e Gumercindo se une a fazendeiros vizinhos para o ajuste de contas. Agora, a justiça deve ser feita. Só será preciso que algum louco dê “Uma Pistola para Djeca.”

52 min. Ano: 1969. Gênero: comédia. Direção: Ary Fernandes, com Amácio Mazzaropi, Nello Pinheiro, Elizabeth Hartman, Patricia Mayo, Rogério Camara. Classificação Indicativa: 14 anos.


______

O Jeca e a Freira

Sexta-feira, 30 de outubro, às 4h

(Madrugada de sexta para sábado)

Neste longa dirigido e protagonizado pelo humorista Mazzaropi, um senhor de terras responsabiliza-se pela educação da filha de um de seus colonos, em uma fazenda no Brasil do séc. XIX. Ele se afeiçoa à menina como se fosse sua própria filha.

Anos mais tarde, quando a jovem regressa do colégio em companhia de uma freira, o fazendeiro faz de tudo para que ela não reconheça seus verdadeiros pais.

102 min. Ano: 1968. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi, com Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Mauricio do Valle, Elizabeth Hartman, Carlos Garcia, Ewerton de Castro. Classificação indicativa: 12 anos.

_________________  

O Vendedor de Linguiça

Sábado, 31 de outubro, às 18h

Na comédia musical “O Vendedor de Linguiça”, Mazzaropi é um vendedor que tem que se esforçar para conquistar a freguesia. Em meio a problemas com a família, vizinhos e cachorros (que adoram roubar suas linguiças), ele vive diversas situações inusitadas e cômicas.

Entre as canções do filme estão o “O Linguiceiro” e “Mocinho Lindo”, interpretadas por Mazzaropi; “Olhar de saudade”, interpretada por Pery Ribeiro; “Não ponha a mão”, por Elza Soares; e “Poema do adeus”, por Miltinho.

Ano: 1962. Gênero: comédia musical. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Argumento e produção: Amácio Mazzaropi. Classificação: 12 anos.

_____

Guiados pelo Coração

Domingo, 1o de novembro, às 14h

Marie (Alix Vaillot) é uma ótima aluna na escola e tem um talento singular como violoncelista. Victor (Jean-Stan Du Pac), apesar de amigável e enérgico, enfrenta algumas dificuldades acadêmicas.

Victor se apaixona por Marie, sem saber que ela está perdendo a visão devido a uma doença.

Quando Marie revela a Victor seu segredo, um pacto é selado entre os dois adolescentes: Victor a ajuda a esconder sua doença para que ela possa ingressar no conservatório de música.

85 min. 2016. País: França. Idioma: Francês. Gênero: drama. Título original: “Le coeur en braille”. Direção: Michel Boujenah.


__________________

Menino Maluquinho

Domingo, 1o de novembro, às 16h

Maluquinho (Samuel Costa) é um garoto travesso de classe média. Apesar de sua energia e bom humor - adora brincar e pregar peças nos amigos - , ele sofre com a separação dos pais.

Vovô Passarinho (Luiz Carlos Arutin) decide o levar em férias para o interior de Minas Gerais. Lá o menino vive aventuras incríveis com seus amigos e seu primo da roça, Tonico.

83 min. Ano: 1995. País: Brasil. Gênero: comédia. Direção: Helvecio Ratton. Classificação: livre.


FONTE: RICARDO RIBEIRO/ TV BRASIL


SHARE THIS

0 comentários:

Latest Posts

Cloud Labels

especiais (79)