quarta-feira, 8 de maio de 2019

'KARDEC', DE WAGNER DE ASSIS, TEVE PRÉ-ESTREIA LOTADA ONTEM NO LEBLON, RIO DE JANEIRO



“Kardec”, cinebiografia que chega aos cinemas em 16 de maio, teve sua pré-estreia ontem no Kinoplex Shopping Leblon. O evento lotou duas salas de cinema com muitas celebridades passando pelo tapete vermelho. O elenco do filme, amigos e produtores se reuniram para dar o ponta pé inicial no lançamento da cinebiografia do codificador da doutrina espírita. Estiveram presentes nomes como Sandra Corveloni, Leonardo Medeiros, Louise D’Tuani, Fernanda Tavares, Murillo Rosa, Simone Espoladore, Carlos Vereza, Andrucha Waddington, Paulo José, Julia Svacinna, Charles Fricks, Guilherme Piva entre outros.

Dirigido por Wagner de Assis, 'Kardec' tem roteiro assinado por Assis e L.G. Bayão (“Irmã Dulce”, “Heleno” e “Minha Fama de Mau”) e baseado no livro “Kardec – A Biografia”, de Marcel Souto Maior. Leonardo Medeiros é Allan Kardec e Sandra Corveloni (vencedora do prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes) vive sua esposa, Amélie-Gabrielle Boudet. A produção é da Conspiração (“2 Filhos de Francisco”, “Gonzaga – de Pai Pra Filho”, “Lope”) e a distribuição da Sony Pictures Entertainment. A estreia acontece em 16 de maio.

Sinopse
Leonardo Medeiros é o protagonista Hyppolite Léon Denizard Rivail - reconhecido depois como Allan Kardec -, o educador francês nascido em 1804 que codificou o espiritismo a partir de 1857. A produção tem ainda no elenco nomes como Sandra Corveloni (Amélie-Gabrielle Boudet), Guilherme Piva (Didier), Leonardo Franco (Sr. Carlotti), Genézio de Barros (Padre Boutin), Guida Vianna (Madame De Plainemaison), Julia Konrad (Ruth-Celine), Charles Fricks (Charles Baudin), Licurgo Espinola (Sr. Babinet), Letícia Braga (Julie), Júlia Svacinna (Caroline), Dalton Vigh (Sr. Dufaux) e Louise D’Tuani (Ermance Dufaux). O roteiro de Wagner de Assis e L.G. Bayão (“Irmã Dulce”, “Heleno” e “Minha Fama de Mau”) e Wagner de Assis acompanha a trajetória de Kardec desde o período em que atuava como educador, passando pela investigação dos fenômenos, pelo processo de codificação da doutrina espírita, até a publicação e repercussão de “O Livro dos Espíritos”.

Sobre a Conspiração
A Conspiração é uma das maiores produtoras independentes do Brasil. Cria e produz conteúdos para Cinema, Publicidade, TV e Streaming/OTT, Branded Content, Serviços Digitais, Mídias Sociais, Arte e Música. Com 36 títulos de longas lançados e mais de 100 horas de programação de TV produzidas por ano, tem 6 indicações ao Emmy International por séries como "A Mulher Invisível" (TV Globo), "Um Contra Todos" (Fox Channel) e "Mandrake" (HBO) - vencendo com a primeira o maior prêmio da TV mundial. Outras produções de destaque são as séries "Sob Pressão" (TV Globo), Detetives do Prédio Azul (Gloob), "Magnífica 70" (HBO) e Desnude (GNT). Com produções cinematográficas distribuídas no Brasil e no exterior por empresas como Sony Pictures, Warner Bros, Disney, Paramount, Fox e Universal Pictures, já participou de todos os maiores festivais do mundo, incluindo Cannes, Berlim, Veneza, Toronto e Sundance. É responsável por grandes sucessos como “Vai que Cola – O Filme”, “A Mulher Invisível”, “Gonzaga” e “Casa de Areia”, além de "Eu Tu Eles" e "2 Filhos de Francisco", que foram a indicação oficial do Brasil ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Criou o primeiro núcleo formado apenas por mulheres dentro de uma produtora brasileira de audiovisual: a multiplataforma Hysteria.
Sobre Wagner de Assis
Wagner de Assis, carioca, 48, é diretor, roteirista e produtor. Responsável pelos longas A Cartomante, Nosso Lar e A Menina Índigo, e os documentários Os Transgressores, Que Geração é essa?. Foi autor de séries para TV como ‘Rondon, o grande-chefe’ e atuou como colaborador de novelas como Além do Tempo e Espelho da Vida, da TV Globo. É responsável pela empresa Cinética Filmes, fundada em 1997. 
Sobre a Sony Pictures Entertainment
A Sony Pictures Entertainment (SPE) é uma subsidiária da Sony Corporation of America, uma subsidiária da japonesa Sony Corporation. As operações globais da SPE abrangem produção, aquisição e distribuição de filmes em cinema, home entertainment, televisão e mídias digitais; uma rede global de canais; operação de estúdio, desenvolvimento de novos produtos audiovisuais, serviços e tecnologias. Tudo isto representa a distribuição de entretenimento em mais de 140 países.
Com presença marcante no mercado nacional, a Sony Pictures distribuiu e/ou coproduziu no Brasil, 22 dos 25 filmes nacionais lançados na década de 90, momento da retomada. Em 2018, através do investimento em inúmeras produções, apostando em novos talentos e diferentes gêneros ao longo dos últimos anos, a Sony chega à marca de mais de 60 filmes nacionais distribuídos e/ou coproduzidos, entre eles: Deus é Brasileiro, O Auto da Compadecida, Carandiru, Cazuza, 2 Filhos de Francisco, Meu Nome Não é Johnny, Chico Xavier, Xingu, Tainá, Confissões de Adolescente e Um Tio Quase Perfeito.

FONTE: Thaís Prudente/ ATÔMICA
Fotos: Claudio Andrade

SHARE THIS

0 comentários:

Popular Posts

Cloud Labels

especiais (77)