Our social:

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

AOS TEUS OLHOS, de Carolina Jabor com Daniel de Oliveira, terá première neste sábado no Festival do Rio

                                Longa em competição lança cartaz hoje

“Aos Teus Olhos”, segundo longa-metragem de ficção de Carolina Jabor (“Boa Sorte”) terá sua première neste sábado, 7 de outubro, às 21h40 no Cinepolis Lagoon. A sessão terá a presença da diretora e dos atores Daniel de Oliveira e Malu Galli. E no domingo, será realizada uma sessão com debate, às 16h no Odeon, com a participação da cineasta, e dos roteiristas George Moura e Lucas Paraizo.
Na trama, Daniel de Oliveira é Rubens, professor de natação infantil que um dia é acusado pelos pais de um aluno de ter beijado o filho deles na boca no vestiário da escola. Quando a acusação viraliza nos grupos de mensagens e redes sociais, mesmo as pessoas mais próximas a Rubens, como a diretora da escola e um colega de trabalho, ficam em dúvida sobre suas ações e intenções.
“É uma história cheia de ambiguidades em todos os pontos. Nos dias de hoje, a rapidez das redes sociais e troca de mensagens não deixa tempo para reflexão, o que é muito perigoso em certas situações”, diz a diretora. “O Rubens não consegue se defender e de repente é engolido pelo que acontece. Hoje em dia não há tempo para a dúvida, tudo vira comunicação. Na internet as pessoas acham que estão invisíveis, mas é preciso ter responsabilidade com o que se diz”, afirma Daniel.
O elenco reúne Marco Ricca, Malu Galli, Luisa Arraes, Gustavo Falcão, Stella Rabello, Pedro Sol e Luiz Felipe Mello.
O roteiro de Lucas Paraizo (da série “Justiça” e “Sob Pressão”) com supervisão de George Moura (“Redemoinho” e a série “Amores Roubados”)​ é inspirado na peça ​original ​espanhola “O Princípio de Arquimedes”​ ​de Josep Maria ​Miró.​ O filme foi financiado com recursos públicos obtidos através da Chamada Pública BRDE/FSA PRODAV 06-2013/2014 e dos artigos 1 e 3-A da Lei do Audiovisual (Lei Federal nº 8.685/93)​ ​. O filme é também inspirado pelo filme ​​El Virus de la por” de Ventura Pons​ igualmente baseado na peça original.  A produção é da Conspiração​ Filmes com coprodução da Globo Filmes  e Canal Brasil.
SINOPSE
Rubens é um professor de natação infantil acusado pelos pais de um aluno de beijar o filho deles na boca no vestiário do clube. Quando a acusação viraliza nos grupos de mensagens e redes sociais da escola, começa um julgamento precipitado de Rubens sobre suas ações e intenções.
CAROLINA JABOR
Carolina Jabor lançou em 2014 seu primeiro longa-metragem de ficção, "Boa Sorte", estrelado por Deborah Secco e João Pedro Zappa, eleito melhor filme pelo júri popular do Festival de Paulínia e prêmio do público no Festival do Cinema Brasileiro de Paris.
Em 2008, em codireção com Lula Buarque de Hollanda, lançou o documentário “O Mistério do Samba”, sobre a Velha Guarda da Portela, selecionado para o Festival de Cannes e eleito melhor documentário no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.
Na TV, assinou a direção de episódios da série “Magnífica 70” (HBO), sobre o universo da Boca do Lixo durante a ditadura. Produziu e dirigiu episódios da série “A Mulher Invisível” (Globo), ganhadora do Emmy Internacional na categoria série cômica. Dirigiu ainda “A sede do peixe”, especial sobre Milton Nascimento (HBO); e episódios das séries “Mandrake” e “Ó Pai Ó”.
Em 2017, vai assinar a direção de “Desnude”, série erótica de ficção baseada em depoimentos enviados pelo público, para o GNT. Também é uma das diretoras do "Free The Bid", iniciativa criada nos Estados Unidos com o intuito de ampliar o mercado de trabalho para as mulheres atuantes na área de direção de cena e produção.

DANIEL DE OLIVEIRA
Um dos grandes atores de sua geração, Daniel de Oliveira foi aclamado por público e crítica ao viver o cantor Cazuza na cinebiografia “Cazuza – O Tempo Não Para” (2004). Vieram depois outros papéis fortes como em “Zuzu Angel” (2006), “Batismo de Sangue” (2007), “A Festa da Menina Morta” (2008), “400 Contra 1” (2010), “Sangue Azul” e “Estrada 47” (2015).
“Aos Teus Olhos” é o seu 14º longa-metragem. Na TV, entre outros trabalhos, participou das séries “O Rebu” e “Nada será como antes”, ambas da Globo. Atualmente, vive o Victor da série “Os dias eram assim”.

Produção - Conspiração Filmes
A Conspiração é uma das maiores e mais completas produtoras de audiovisual do país em Publicidade, TV, Branded Content, Digital e Art+Music. Com 34 filmes lançados no cinema, é a produtora independente com o maior número de lançamentos, responsável por vários destaques como “Vai que Cola – O Filme”, "Os Penetras", "A Mulher Invisível" e "2 Filhos de Francisco". No portfólio da TV conta com títulos que são sucessos de audiência, como as séries “(Sob Pressão” (Tv Globo), “Magnífica 70” (HBO), “1 Contra Todos” (Fox) e “Detetives do Prédio Azul” (Gloob) e programas como “Superbonita” (GNT) e “Bela Cozinha” (GNT). Se destaca ainda no mercado publicitário: são mais de 5 mil filmes para marcas e agências nacionais e internacionais. Conta ainda com a Conspira+, núcleo que desenvolve e produz projetos de branded content, como a websérie "Madrugada Desperada", (criada para a marca de cerveja Desperados, apresentada por Fernanda Young, cujos vídeos somam mais de 3 milhões de views no Youtube); o videoclipe “O Rolê é nosso” com quase 20 milhões de views, estrelado pela rapper karol Conka; a websérie "aBRAçando o BRAsil" (criada para o Bradesco, que acompanhou a Tocha Olímpica pelo país e ultrapassou 12 milhões de views só no Youtube); canais autorais no Youtube como “Canal da Bela” (da chef e apresentadora Bela Gil), e “Canal Sensacionalista” (do famoso site de notícias fictícias). A Conspiração tem cerca de 200 funcionários, e três unidades: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

Coprodução - Globo Filmes

Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 200 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, ‘Tropa de Elite 2’, ‘Minha Mãe é uma Peça 2’ – com mais de 9 milhões de espectadores -, ‘Se Eu Fosse Você 2’, ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, ‘Carandiru’ e ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.
Coprodução Canal Brasil
O Canal Brasil foi ao ar pela primeira vez no dia 18 de setembro de 1998. Com quase 20 anos de idade, um assunto importante continua como norte: a necessidade de se entender um país através da sua cultura. Com o cinema como parte expressiva desse DNA, o Canal Brasil já exibiu mais de quatro mil filmes, entre longas e curtas-metragens, ficção e documentários, além de programas que abordam o tema e suas infinidades.

O Canal Brasil tem um papel fundamental na produção e coprodução de longas-metragens, história que começou em 2008 com “Lóki – Arnaldo Baptista”, de Paulo Henrique Fontenelle, que mostrou a vida do eterno mutante. Agora em 2017, o canal ultrapassa a marca de 250 filmes. Sair do campo da exibição e partir também para feitura fez com que o Canal Brasil atingisse em poucos anos grande importância no cenário do cinema brasileiro recente. Entre os longas coproduzidos estão “Aos Teu Olhos” de Carolina Jabor, “Animal Cordial” de Gabriela Almeida; “Divinas Divas”, de Leandra Leal; “Não Devore o Meu Coração” de Felipe Bragança, “Pendular” de Julia Murat, “Berenice Procura” de Allan Fiterman, entre outros.

Fonte: Aline Moura/ Primeiro Plano Assessoria de imprensa

Imprensa (2)Trailer/Divulgação

Imprensa (3) Teaser Trailer

Popular Posts

Google+ Followers