Our social:

domingo, 2 de outubro de 2016

TERMINAM AS FILMAGENS DE “CORRENDO ATRÁS”, NOVO FILME DO DIRETOR JEFERSON DE


Longa da Raccord Filmes tem Aílton Graça em seu primeiro protagonista no cinema

O diretor Jeferson De (“Broder", "O Amuleto") acabou de rodar, em São Paulo, o filme “Correndo Atrás”, produzido por Clélia Bessa, da Raccord Filmes. A comédia estrelada por Ailton Graça, que faz seu primeiro protagonista no cinema, conta a história de Ventania, um brasileiro que quer mudar de vida e tenta de tudo para melhorar sua situação. O longa foi filmado durante cinco semanas em Muriaé (Minas Gerais), Rio de Janeiro e São Paulo, em diferentes locações. Depois de mobilizar a cidade de Muriaé, em São Paulo a principal locação foi a Arena Corinthians e, no Rio de Janeiro, um campo de futebol em um condomínio na Zona Oeste.

Escrito por Jeferson De e Helio de La Peña, que também participa como ator, o filme tem elenco quase todo formado por negros. Estão no time Lázaro Ramos, Juan Paiva, Teka Romualdo, Rocco Pitanga, Juliana Alves e a dançarina Lellêzinha, do Dream Team do Passinho, estreando no cinema. Tonico Pereira e Dadá Coelho também compõem o elenco. A direção e produção musical é do rapper BNegão.

Baseado no livro "Vai na Bola, Glanderson!”, de Helio de La Peña, “Correndo Atrás” é ambientado nos dias atuais e começa com Ventania (Aílton Graça) se virando em diferentes bicos para conseguir ganhar dinheiro. Ele vende objetos no sinal, se veste de personagens infantis para animar as crianças e topa qualquer coisa para conseguir pagar as contas. Mas, com a grana cada vez mais curta, ele tem uma ideia e decide ser empresário de futebol e descobrir novos talentos. Para isso, vai precisar da ajuda de amigos que não querem nem vê-lo por perto porque ele deve a todo mundo. “'Correndo Atrás' é uma comédia macunaímica”, define Clélia Bessa.

Helio de La Peña interpreta Berinjela, um dos amigos de infância de Ventania, ex-jogador de futebol que virou empresário. “É muito legal ver um projeto solitário, que é escrever um livro, virar uma produção coletiva, uma contribuição de várias pessoas, cada uma com sua interpretação”, diz Helio.

O lançamento está previsto para 2017, com distribuição da Europa Filmes. A coprodução é da Globo Filmes, Rio Filme, Buda Filmes e La Peña Produções.


Fonte: Palavra Assessoria em Comunicação/ Gabriela Murad

Popular Posts

Google+ Followers