Our social:

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

DOMINGUINHOS ABRE SEMANA DE DOCUMENTÁRIOS DO CANAL CURTA!


O CANAL EXIBE AINDA DOCUMENTÁRIO SOBRE O PSICANALISTA LACAN E "JANGO", DE SILVIO TENDLER E A ESTREIA DO CURTA-METRAGEM "Zé[s]", DE PIU GOMES.


A última semana de fevereiro começa em grande estilo no Canal Curta!. Na Segunda da Música, 22, vai ao ar“Dominguinhos”, documentário sobre um dos grandes ícones da MPB. O filme mostra a vida e obra do músico por meio de imagens de arquivo, trechos de shows e participações de importantes artistas como Gilberto Gil, Gal Costa, Elba Ramalho, Hermeto Pascoal, João Donato, Djavan, Nara Leão, Nana Caymmi, Luiz Gonzaga, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda.

Na Quarta de Cinema, 23, o “A Vida É Curta!” traz filmes sobre teatro e estreia “Zé[s]”, de Piu Gomes. O documentário retrata o encontro de Zé Celso Martinez Corrêa, diretor do Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, de São Paulo, e Zé Perdiz, mecânico de Brasília cuja oficina se transforma em teatro. Em seguida, vai ao ar “Raízes do Teatro”, nome do projeto criado pelo grupo “Ói Nóis Aqui Traveiz”, em 1987. O filme do diretor Pedro Isaias Lucas mostra os mitos que resultaram em quatro espetáculos da companhia: “Antígona - Ritos de Paixão e Morte” (Prêmio Açorianos 1990), “Missa para Atores e Público sobre a Paixão e o Nascimento do Dr. Fausto de Acordo com o Espírito de Nosso Tempo” (Prêmio Açorianos 1994), “Aos Que Virão Depois de Nós - Kassandra in Process” (Prêmio Açorianos 2003) e o atual “Medeia Vozes” (Prêmio Açorianos 2013). Para encerrar a faixa,“Humor Amargo”, de Sérgio Santeiro, tem como cenário o auditório do Museu de Arte Moderna carioca para um bate-papo entre dois amigos que trocam impressões sobre o cotidiano. Dividida em cinco esquetes, a produção reflete sobre as dores e as delícias de viver no Brasil dos anos 1970.

Também na quarta, o Curta! exibe a série “Filmes que Marcaram Época”, que apresenta o episódio “Lacombe Lucien”. No filme, dirigido por Louis Malle, o jovem Lacombe Lucien é obrigado a colaborar com a Gestapo – polícia do Estado nazista – mas se apaixona por uma judia, que vive no interior. O garoto se afeiçoa à família da menina e precisa escolher entre continuar na Gestapo ou sair dela. A obra é um dos maiores sucessos do diretor francês Louis Malle e mostra a invasão nazista na França.

No dia 23, na Terças das Artes, é a vez de “A Última Palavra É a Penúltima”, documentário que revive a apresentação dos grupos Teatro da Vertigem, Zikzira e o peruano LOT, na passagem subterrânea na Rua Xavier de Toledo, em São Paulo, desativada por dez anos.

Jacques Lacan ganha um perfil em “Encontro com Lacan”, exibido na Quinta do Pensamento, 25. Considerado um dos maiores psicanalistas desde Freud, o médico é retratado por meio de depoimentos de pacientes, amigos e familiares. Gerard Miller, diretor do filme, viu na produção a chance de tornar a trajetória de Lacan conhecida pelo maior número possível de pessoas. Seu irmão mais velho foi aluno do psicanalista e daí nasceu a idolatria.

Para encerrar a semana, a Sexta do Pensamento, dia 26, exibe o documentário “Jango”, de Sílvio Tendler. O filme refaz a trajetória política de João Goulart, o 24° presidente brasileiro, deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964.

SEGUNDA DA MÚSICA
Dominguinhos (documentário)
Dominguinhos é um documentário sobre a vida e a obra de um dos maiores mestres da música brasileira, intercalando imagens de arquivo e passagens em shows, além de encontros musicais exclusivos. Nele estão preciosas participações de renomados artistas e importantes parceiros da vida de Dominguinhos como Gilberto Gil, Gal Costa, Elba Ramalho, Hermeto Pascoal, João Donato, Djavan, Nara Leão, Nana Caymmi, Luiz Gonzaga, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda.  Homenagem definitiva à obra de um dos maiores artistas da nossa música, o longa valoriza a experiência sensorial e cinematográfica e se aprofunda nos arquivos de imagem e fonogramas raros, de entrevistas diversas, numa viagem conduzida pelo próprio Dominguinhos. Uma celebração à música brasileira e sua universalidade.
Diretor: Eduardo Nazarian, Joaquim Castro e Mariana Aydar
Duração: 90 min. Ano: 2014
Exibição: 22 de fevereiro, segunda-feira, às 22h15m
Horários alternativos: Dia 23 de fevereiro, terça-feira, às 2h15m e às 16h15m; Dia 24 de fevereiro, quarta-feira, às 10h15m e Dia 27 de fevereiro, sábado, às 11h
Classificação: Livre

TERÇA DAS ARTES
A Última Palavra É A Penúltima (documentário)
Documentário sobre a intervenção urbana que os grupos Teatro da Vertigem, Zikzira e LOT, do Peru, fizeram numa galeria subterrânea abandonada no centro de São Paulo, em 2008.
Diretor: Evaldo Morcazel
Duração: 72 min. Ano: 2012
Exibição: 23 de fevereiro, terça-feira, às 22h
Horários alternativos: Dia 24 de fevereiro, quarta-feira, às 2h e às 16h; Dia 25 de fevereiro, quinta-feira, às 10h e dia 27 de fevereiro, sábado, às 22h
Classificação: Livre

QUARTA DE CINEMA
A Vida é Curta! mergulha no universo das artes cênicas nesta quarta e estreia Zé(s)
Essa semana o Curta! exibe filmes que possuem como tema o teatro e estreia Zé (s), além de exibir Raízes do Teatro e Humor Amargo. Zé (s) conta a história do Teatro Oficina, montado por um mecânico que decide transformar o seu local de trabalho em um templo da dramaturgia. Já Raízes do Teatro documenta as peças do grupo Ói Nóis Aqui Traveiz que buscam retomar os primórdios das peças teatrais e dos rituais do palco. Em “Humor Amargo”, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro vira cenário de conversa entre dois amigos que trocam, em cinco esquetes, impressões sobre o cotidiano.
Exibição: 24 de fevereiro, segunda-feira, às 20h
Horários alternativos: Dia 25 de fevereiro, quinta-feira, às 0h e às 14h; Dia 26 de fevereiro, sexta-feira, às 8h e Dia 27 de fevereiro, sábado, às 6h

Filmes que Marcaram Época: Lacombe Lucien (série)
O cenário de "Lacombe Lucien" é uma pequena cidade no sudoeste da França, em junho de 1944, logo depois da chegada dos Aliados. Filho de camponeses, Lacombe Lucien deseja se juntar à Resistência, mas ele é considerado muito novo. Uma noite ele é preso durante o toque de recolher e entrega à Gestapo o nome do líder local dos Maquis e se junta às perseguições e torturas de membros da Resistência. No entanto, ele se apaixona por uma garota judia que vive escondida na pequena cidade, com seu pai e sua avó. Aos poucos, vai se afeiçoando a essa família e até impede que parte dela seja presa. Lacombe Lucien foi lançado em fevereiro de 1974, na França de Georges Pompidou. O mito de uma França resistente, propagado por gaullistas e comunistas, está desmoronando. Nesse contexto, a recepção do filme é um sucesso controverso. O escândalo que o cerca faz com que o diretor Louis Malle se mude para os Estados Unidos, onde continua sua carreira. Louis Malle retorna à França somente em 1987 para filmar "Au Revoir Les Enfants", uma espécie de epílogo de "Lacombe Lucien", inspirado por dramáticas memórias pessoais de 1944.
Diretor: Daniel Ablin
Duração: 52 min     Ano: 2013
Exibição: 24 de fevereiro, quarta-feira, às 21h
Horários alternativos: Dia 25 de fevereiro, quinta-feira, às 1h e às 15h/ Dia 26 de fevereiro, sexta-feira, às 9h/ Dia 28 de fevereiro, domingo, às 16h30
Classificação: 12 anos

QUINTA DO PENSAMENTO
Encontro com Lacan (documentário)
Esse filme sobre o psicanalista e psiquiatra Lacan mostra sua vida cotidiana através de relatos de seus pacientes, alunos, amigos próximos e família. Nascido na virada do século XX, no seio de uma família burguesa católica, Lacan tinha um conhecimento enciclopédico e treinado como psiquiatra. Apesar disso, seus próprios colegas, nomes como Picasso, Lévi-Strauss e Sartre, o condenavam. O diretor Gérard Miller ainda estava no colégio quando conheceu Lacan pela primeira vez. Aos 20 anos, seu irmão mais velho, Jacques-Alain Miller, tornou-se um dos alunos mais leais de Lacan. Poucos anos depois, Jacques-Alain casou com sua filha, Judith. Depois de 45 anos, Gerárd Miller ainda tem os mesmos sentimentos por Lacan: "Ele era um homem absolutamente incrível. Eu fiz esse filme para que o maior número de pessoas possa saber mais sobre ele". Hoje, Lacan é considerado o mais moderno, estimulante e até mesmo o mais controverso dos psicanalistas.
Diretor: Gerard Miller
Duração: 52 min. Ano: 2011 
Exibição: 25 de fevereiro, quinta-feira, às 21h45m
Horários alternativos: Dia 26 de fevereiro, sexta-feira, às 1h45m e às 15h45m/ Dia 27 de fevereiro, sábado, às 10h/ Dia 28 de fevereiro, domingo, às 21h
Classificação: Livre

SEXTA DA SOCIEDADE
Jango (documentário)
O filme refaz a trajetória política de João Goulart, o 24° presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964. A reconstituição da trajetória de Goulart é feita através da utilização de imagens de arquivo e de entrevistas com importantes personalidades políticas como Afonso Arinos, Leonel Brizola, Celso Furtado, Frei Betto e Magalhães Pinto, entre outros. O documentário captura a efervescência da política brasileira durante a década de 1960 sob o contexto histórico da Guerra Fria. Jango narra os detalhes do golpe e se estende até os movimentos de resistência à ditadura, terminando com a morte do presidente no exílio e imagens de seu funeral, cuja divulgação foi censurada pelo regime militar. Lançado em março de 1984, o filme teve seu roteiro escrito por Maurício Dias e Sílvio Tendler, enquanto a trilha sonora foi desenvolvida por Milton Nascimento e Wagner Tiso.
Diretor: Silvio Tendler
Duração: 120 min. Ano: 1984
Exibição: 26 de fevereiro, sexta-feira, às 21h30
Horários alternativos: Dia 27 de fevereiro, sábado, às 2h e as 8h; Dia 28 de janeiro, domingo, às 19h /Dia 29 de fevereiro, segunda-feira, às 15h
Classificação: 12 anos

Sobre o Curta!
Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro, artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.
O Curta! pode ser visto nos canais 56 da NET, 83 na GVT, 75 na Oi TV, 103 na Vivo TV e 69 na Claro TV. Siga as redes do canal nos endereços: www.facebook.com/CanalCurta, twitter.com/CanalCurta ewww.youtube.com/user/canalcurta. 


Fonte: Agência Febre/Cláudia Rodrigues.

Popular Posts

Google+ Followers