domingo, 15 de janeiro de 2023

Programação de filmes TV BRASIL : 16 a 22 de Janeiro

 


Apresentamos a relação de filmes que a TV Brasil exibe entre os dias 16 e 22 de janeiro de 2023.

 

- Segunda (16) – 14h00 – Sessão Família: Meu Maior Amigo (2010) – Aventura

- Segunda (16) – 22h00/03h15 – Cine Doc: Sinfonia Caipira (2018) – Documentário

- Segunda (16) – 23h30/04h45 – Cine Doc: Arte da Superação (2021) – Documentário

- Terça (17) – 14h00 – Sessão Família: Brasil Animado (2011) – Animação

- Terça (17) – 22h30/03h45 – Cine Retrô: Jeca e seu Filho Preto (1978) – Comédia

- Quarta (18) – 14h00 – Sessão Família: Meu Querido Elfo (2019) – Infantil/Fantasia

- Quinta (19) – 14h00 – Sessão Família: A Banda das Velhas Virgens (1979) – Comédia

- Quinta (19) – 22h30/03h45 – Cine Retrô: Com Água na Boca (1956) – Comédia Musical

- Sexta (20) – 14h00 – Sessão Família: A Gangue Zip Zap (2013) – Infantil/Aventura

- Sexta (20) – 22h30/03h45 – Cine Nacional: A Antropóloga (2011) – Suspense

- Sábado (21) – 16h00/02h15 – Cine Retrô: Chofer de Praça (1958) – Comédia

- Sábado (21) – 21h00/04h00 – Cine Retrô: Sherlock de Araque (1958) – Comédia

- Sábado (21) – 22h00 – Cine Doc: Alma Sonora (2017) – Documentário

- Domingo (22) – 14h00 – Sessão Família: Zoom – Academia de Super-Heróis (2006) – Aventura

- Domingo (22) – 16h00 – Cine Nacional: Entre Idas e Vindas (2016) – Comédia Romântica

- Domingo (22) – 23h00 – Cine Doc: Do Pó da Terra (2017) – Documentário

- Domingo (22) – 03h30 – Cine Retrô: Meu Japão Brasileiro (1965) – Comédia


____________________


Filmes da TV Brasil de 16 a 22 de janeiro de 2023

 

Segunda, 16 de janeiro

Sessão Família: Meu Maior Amigo

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Cool dog. País: Estados Unidos. Ano: 2010. Gênero: Aventura. Direção: Danny Lerner. Elenco: Jackson Pace, Cameron Ten Napel, Ryan Akin, Michael Paré, Jen Kober, David Jensen, Dane Rhodes, Christa Campbell, David Dahl.

 

O menino Jimmy (Jackson Pace) vive em uma pequena cidade nos Estados Unidos com sua família e seu querido cachorro de estimação, Rinty. Um dia, o pai do garoto é promovido e a família precisa se mudar para Nova York. Contudo, para transtorno deles, o prédio para o qual se mudam não aceita cães e Jimmy precisa deixar Rinty para trás.

 

O garoto se despede do querido pastor-alemão e deixa seu novo endereço na coleira do companheiro. Rinty, porém, não pretende deixar o seu dono e parceiro sozinho na cidade grande. O cãozinho embarca numa viagem repleta de surpresas para cruzar o país até encontrar seu maior amigo Jimmy em Nova York.

 

Reprise88 min.

Classificação Indicativa: Livre

-----

 

Segunda, 16 de janeiro

Cine Doc: Cine Doc: Sinfonia Caipira

22h00, na TV Brasil

03h15, na TV Brasil (madrugada de segunda, 16/01, para terça, 17/01)

 

País: Brasil. Ano: 2018. Gênero: Documentário. Direção: Denis Nielsen.

 

Sinfonia Caipira acompanha a viagem da banda Santa Jam Vó Alberta até a cidade de Ibitipoca, localizada em Minas Gerais, durante o festival Ibitiblues, em agosto de 2017. Na viagem, os integrantes da banda seguem o próprio modelo de apresentação: realizando uma espécie de procissão musical pelas ruas, com um som que mistura folk, blues, baião, jazz, e muitas outras vertentes. O estilo nada tradicional da banda é explicado e analisado através de uma retrospectiva de sua jornada até o momento atual.

 

Reprise. 65 min.

Classificação indicativa: 10 anos

-----

 

Segunda, 16 de janeiro

Cine Doc: Arte da Superação

23h30, na TV Brasil

04h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, 16/01, para terça, 17/01)

 

País: Brasil. Ano: 2021. Gênero: Documentário. Direção e Roteiro: Welder Alves. Produção Executiva: Angel Del Valle. Produção: Leonardo Costa. Fotografia: Philippe Omena. Imagens Aéreas: Hendrick Anreu.

 

O documentário Arte da Superação é uma produção da TV Encontro das Águas que revela os desafios impostos pela pandemia de Covid-19 aos artistas parintinenses que tiveram que se reinventar para sobreviver.

 

Pela primeira vez, em décadas, o Festival Folclórico de Parintins que gera milhares de empregos diretos e indiretos é cancelado. Homens e mulheres que sobrevivem da arte que revelou para o mundo uma das maiores manifestações populares do brasil estão desamparados. Contrários, Caprichoso e Garantido, fora da arena, se unem para vencer a pandemia que sufoca a arte e tira da mesa do artista o alimento.

 

Com a Lei Aldir Blanc surge a oportunidade que os artistas precisam para manter suas famílias e seguir produzindo arte. Dezenas de projetos inusitados e criativos saem do papel e pipocam em Parintins por meio de lives, livros, instalações, esculturas e pinturas.

 

No passado, a arte do boi de pano superou a economia do boi de carne, hoje, a necessidade sobreviver revelou para os artistas outras formas de arte. Pela primeira vez, o artista, em meio ao caos, tem a oportunidade de se reinventar e passar de executor para idealizador, empresário e divulgar da própria arte.

 

Reprise. 42 min

Classificação indicativa: Livre

----------

 

Terça, 17 de janeiro

Sessão Família: Brasil Animado

14h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano de estreia: 2011. Gênero: Animação. Direção: Susana Lira

 

Brasil animado é primeiro filme brasileiro 3-D. Ele conta a história de Stress & Relax. Um empresário que só pensa em dinheiro e um diretor de cinema que vive insistindo pra que este invista em seus projetos. Desta vez o “projeto” é procurar a árvore mais antiga do Brasil. Stress fica animado com a possibilidade de ganhar dinheiro com essa raridade. O problema é que eles não sabem exatamente onde ela está. Stress e Relax saem em busca do “Grande Jequitibá Rosa” sem mapa, sem bússola e sem noção. O resultado é uma comédia com ingredientes para agradar adultos e crianças.

 

Reprise. 75 min.

Classificação Indicativa: Livre

-----

 

Terça, 17 de janeiro

Cine Retrô: Jeca e seu Filho Preto

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, 17/01, para quarta, 18/01)

 

País: Brasil. Ano: 1978. Gênero: Comédia. Direção: Pio Zamuner. Codireção: Berilo Faccio. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Yara Lins, Elizabeth Hartman, Denise Assunção.

 

Em "Jeca e seu filho preto", o saudoso humorista Amácio Mazzaropi interpreta Zé, o pai de um rapaz (misteriosamente) negro. O fato nunca pareceu o atormentar, mas os vizinhos se incomodam quando o rapaz se enamora de uma moça branca, filha de um rico fazendeiro.

 

Em plenos anos 1970, Amácio Mazzaropi, com seu jeito simples, abordou no cinema a questão do preconceito racial.

  

Reprise. 104 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

----------

 

Quarta, 18 de janeiro

Sessão Família: Meu Querido Elfo

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Domovoy. País: Rússia. Ano: 2019. Gênero: Aventura/Fantasia. Direção: Evgeniy Bedarev. Elenco: Sergey Chirkov, Ekaterina Guseva, Dmitriy Bedarev, Dmitriy Belotzerkovskiy, Mikhail Bespalov, Olga Ostroumova-Gutschmidt, Alexandra Politic, Anastasiya Abadzhidi.

 

A trama russa de contos de fadas acompanha uma família que acaba de comprar um flat em um arranha-céu de Moscou. Eles não sabem que uma criatura mítica – um elfo doméstico – vive na residência há mais de um século.

 

A arquiteta Vika (Ekaterina Guseva), mãe solteira da pequena Alina (Alexandra Politic), precisa encarar o misterioso ser dotado de poderes mágicos que se esconde e há anos usa truques contra os inquilinos no apartamento do antigo e imponente edifício.

 

O elfo Domovoy (Sergey Chirkov) é contra moradores no local por causa de uma maldição imposta por uma bruxa contratada pela agente imobiliária para tirá-lo da residência. Agora, os novos donos da casa tentam fazer amizade com ele. A criatura mantém a propriedade e seu tesouro protegidos da perigosa feiticeira.

 

Assim, além de travar uma verdadeira batalha contra o habitante indesejado, mãe e filha também precisam resistir às investidas da bruxa Mama Fima (Olga Ostroumova-Gutschmidt). A feiticeira quer se apossar da preciosidade escondida pelo elfo sob o assoalho do flat.

 

Com direção de Evgeniy Bedarev, o filme russo de aventura e fantasia leva às telas a figura do Domovoy, criatura típica do folclore eslavo. Esse espírito doméstico é semelhante a um elfo, porém ainda mais travesso.

 

Reprise90 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

----------

 

Quinta, 19 de janeiro

Sessão Família: A Banda das Velhas Virgens

14h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 1979. Gênero: Comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni.

 

No longa "A Banda das Velhas Virgens", Amácio Mazzaropi interpreta um caipira que tem o sugestivo nome de Gostoso. Ele é o maestro de uma hilariante bandinha feminina formada por senhoras idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja.

 

Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições. Expulso das terras onde vive, Gostoso recomeça a vida na cidade, indo morar em um depósito de ferro-velho.

 

Ao encontrar um saco de joias, o protagonista é acusado de roubo e tem que fazer de tudo para provar sua inocência. Como o querido caipira vai se safar dessa vez?

 

Reprise. 100 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

-----

 

Quinta, 19 de janeiro

Cine Retrô: Com Água na Boca

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 19/01, para sexta, dia 20/01)

 

País: Brasil. Ano: 1956. Gênero: Comédia Musical. Direção: J.B. Tanko. Roteiro: J.B. Tanko e Renato Restier. Elenco: Carequinha, Fred Villar, Renato Restier, Costinha, Anilza Leoni, Agalgisa Colombo, Alberto Peres, Procopinho, Yara Jety, Otelo Zeloni, Jorge Petroff, Madame Lou, Antônio Garcia, Cazarré Filho, Dracon, Patrícia Laura, Rosa Sandrini, Aldo Nélio, Rosita Lopes.

 

Os palhaços Fred (Fred Vilar) e Carequinha (o próprio Carequinha) são artistas de rua que de súbito se veem perseguidos pela polícia. Na fuga, invadem a pensão de artistas da Madame Malut (Madame Lou), onde recebem a ajuda da cozinheira Maria da Glória (Yara Jety), que os recomenda para emprego na faxina.

 

Na pensão, os dois ficam amigos da desastrada aspirante à artista de televisão Marina (Anilza Leoni), que recebe a visita de seu tio caipira, Prudêncio (Procopinho), e do padrinho Bonifácio (Costinha), dono da fábrica de inseticidas Matarrato.

 

Marina e seu namorado, Milton (Alberto Peres), tentam convencer o tio a investir na carreira artística dela e pedem a Carequinha que se passe por diretor de TV. Enquanto isso, Carequinha tenta conquistar Terezinha (Adalgisa Colombo), assistente do sinistro mágico Dr. Satã (Renato Restier).

 

A comédia tem seis numeros musicais no decorrer da trama. Em um deles, o elenco interpreta a canção de Assis Valente que dá título ao filme. Outros destaques são Cauby Peixoto que interpreta a célebre "Conceição" e Angela Maria que entoa "Mentindo".

 

Com direção e roteiro de J.B. Tanko, o longa-metragem "Com Água na Boca" conquistou o Prêmio na categoria Melhor Atriz, para Anilza Leone, no Festival do Distrito Federal, no Rio de Janeiro, em 1956.

 

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: 10 anos

----------

 

Sexta, 20 de janeiro

Sessão Família: A Gangue Zip Zap

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Zipi y Zape y el club de la canica. País: Espanha. Ano: 2013. Gênero: Infantil/Família/Aventura. Direção: Oskar Santos. Roteiro: Oskar Santos e Jorge Lara. Elenco: Javier Gutiérrez, Raúl Rivas, Daniel Cerezo, Claudia Veja, Marcos Ruiz, Fran García.

 

Após serem punidos na escola, os irmãos gêmeos Zip (Raúl Rivas) e Zap (Daniel Cerezo) são enviados para um centro de educação conhecido pela rigidez de seus métodos corretivos. Muito severo, Falconetti (Javier Gutiérrez) é o diretor do centro que repudia qualquer forma de lazer e entretenimento.

 

Zip e Zap, cansados dessa situação, formam um grupo cujos princípios incluem a coragem, a amizade e a inteligência. Desse modo, conseguem desafiar os desmandos do diretor e se divertir.

 

O filme "A Gangue Zip Zap" é uma adaptação para o cinema dos quadrinhos "Zipi y Zape", do espanhol José Escobar Saliente.

 

O longa-metragem conquistou o Troféu Especial da Juventude no Festival de Seattle 2014. A produção foi indicada, ainda, ao Prêmio Goya nas categorias Melhor Roteiro Adaptado, Direção de Produção, Efeitos Visuais e Direção Artística.

 

Reprise. 97 min.

Classificação Indicativa: Livre

-----

 

Sexta, 20 de janeiro

Cine Nacional: A Antropóloga

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta, dia 20/01, para sábado, dia 21/01)

 

País: Brasil. Ano: 2011. Gênero: Suspense/Drama. Diretor: Zeca Pires. Elenco: Severo Cruz, Larissa Bracher, Rafaela Rocha de Barcelos, Sandra Ouriques, Eduardo Bolina, Luigi Cutolo

 

Aos 33 anos, Maria de Lourdes Gomes Azevedo Ramos (Malu) realiza na Costa da Lagoa – reduto açoriano na Ilha de Santa Catarina (Florianópolis/Santa Catarina/Brasil) - sua pesquisa de doutorado na área de etnobotânica. Sua vinda a Costa da Lagoa não será meramente um marco em sua carreira acadêmica mais uma série de desafios emocionais que coloca a protagonista no limite entre a razão e a imaginação, ciência e misticismo, crença e ceticismo, amor e paixão. Com dona Ritinha, benzedeira mais conhecida na comunidade, Malu inicia o aprendizado da cultura mística que os descendentes de açorianos preservam no local. Ao acompanhar o tratamento realizado com as ervas da mata atlântica à Carolina - filha do médico local - ministrado por D. Ritinha, Malu entra em contato com o sobrenatural e, envolve-se na cura da menina. Contrariada pelo pai da menina, Malu enfrenta o ceticismo científico, antes propagado por ela própria. As evidências são muitas e Malu se vê levada a montar o painel de coincidências, situações sobrenaturais, intuições, constatações místicas e induções dos moradores da comunidade. Após período de autoenfrentamento, Malu decide singrar a verdadeira viagem rumo ao desconhecido – o lugar de onde Malu jamais voltará

 

Reprise. 90 min.

Classificação indicativa: 12 anos

----------

 

Sábado, 21 de janeiro

Cine Retrô: Chofer de Praça

16h00, na TV Brasil

02h15, na TV Brasil (madrugada de sábado, 21/01, para domingo, 22/01)

 

País: Brasil. Ano: 1958. Gênero: Comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Celso Faria, Ana Maria Nabuco, Carmen Morales, Maria Helena Dias, Roberto Duval, Elk Alves, Benedito Liendo. Participação especial: Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol.

 

No filme "Chofer de Praça" (1958), o saudoso ator e cineasta Amácio Mazzaropi é o protagonista da trama e também acumula as funções de produtor e roteirista. A partir dessa obra, o humorista passa a colaborar frequentemente com os diretores.

 

A comédia "Chofer de Praça" foi o primeiro trabalho de Mazzaropi com a atriz Geny Prado. A artista foi seu par constante ao longo da carreira. Os números musicais do longa são apresentados por artistas como Lana Bittencourt e Agnaldo Rayol que fazem participação especial na produção.

 

Na trama dirigida por Milton Amaral, Amácio Mazzaropi interpreta o humilde Zacarias, que se muda com a mulher Augusta para uma vila em São Paulo com o objetivo de arrumar um emprego e ajudar o filho Raul a pagar a faculdade de Medicina. O sonho do sujeito é ver o rapaz formado.

 

Disposto a fazer o possível e o impossível para ajudar a família, o protagonista consegue um trabalho como chofer de praça. Zacarias começa a dirigir um modelo de carro antigo, muito barulhento e fumacento, que rapidamente vira motivo de muitas piadas e de viagens repletas de trapalhadas.

 

Reprise. 97 min.

Classificação Indicativa: 10 anos

---------

 

Sábado, 21 de janeiro

Cine Retrô: Sherlock de Araque

21h00, na TV Brasil

04h00, na TV Brasil (madrugada de sábado, 21/01, para domingo, 22/01)

 

País: Brasil. Ano: 1958. Gênero: Comédia. Direção e roteiro: Victor Lima. Elenco: Carequinha, Costinha, Fred, Celeneh Costa, Delorges Caminha, Carlos Tovar, Wilson Grey, Hamilton Ferreira, Mara di Carlo, Geraldo Meyer, Joel Vaz, Maurício Sherman, Carlos Imperial.

 

Atrapalhados, os guardas civis Sertório (Carequinha) e Deodato (Costinha) fazem a ronda noturna no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro. Os dois reclamam do horário, pois Deodato mal vê sua esposa, que trabalha quando ele chega e vice-versa. Já Sertório não suporta a vizinhança barulhenta.

 

Deodato estuda os romances protagonizados pelo detetive Sherlock Holmes e usa a técnica de dedução dele para observar os moradores. Mas suas deduções são sempre equivocadas.

 

Os dois estão sempre às voltas com o notório batedor de carteiras Cabrobó (Hamilton Ferreira) e com as confusões causadas pelos jovens rebeldes do bairro, que se reúnem em um clube de rock local.

 

Quando ladrões cavam um túnel para roubar um cofre da loja de modas do Doutor Abreu (Delorges Caminha), os guardas têm, enfim, a chance de impedir um crime.

 

A comédia "Sherlock de Araque" é estrelada pelo humorista Costinha e pelo Palhaço Carequinha, que atua sem seus trajes circenses. O elenco ainda tem a participação de nomes como Maurício Sherman e Carlos Imperial. O produtor artístico ainda faz um número musical com Paulo Silvino.

 

Reprise. 80 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

-----

 

Sábado, 21 de janeiro

Cine Doc: Alma Sonora

22h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. DireçãoFotografia e Edição: Daniel Choma. Direção de Pesquisa e Produção: Tati Costa e Sara Melo. Direção de Pesquisa e Trilha Musical Original: Domingos de Salvi.

 

O documentário registra personagens e bastidores da escola de Lutheria de Atibaia. O conteúdo audiovisual revela as minúcias na construção de violas, da escolha da madeira aos detalhes de acabamento.

 

Com 23 minutos, o curta é fruto dos processos gerados nas oficinas de documentário, viola e canção realizadas pelo projeto intergerações viola paulista em São Paulo. O filme tem direção, fotografia e edição de Daniel Choma. A obra nacional foi produzida pelo Instituto Câmara Clara.

 

Reprise. 23 min.

Classificação Indicativa: Livre

-----

 

Domingo, 22 de janeiro

Sessão Família: Zoom – Academia de Super-Heróis

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Zoom: Academy for Superheroes. País: Estado Unidos. Ano: 2006. Gênero: Aventura. Direção: Peter Hewitt. Elenco: Tim Allen, Courteney Cox, Chevy Chase, Kevin Zegers, Kate Mara, Ryan Whitney Newman, Michael Cassidy, Spencer Breslin, Rip Torn.

 

Com o planeta Terra em risco e para salvá-lo da destruição, um super-herói aposentado e fora de forma é convocado para uma missão especial. Jack Shepard (Tim Allen), mais conhecido como Capitão Zoom, vai ser o mentor de uma nova geração de heróis, mas para isso tem que lutar contra os seus próprios limites.

 

O vetetano é chamado pelo General Larraby (Rip Torn) e pelo Dr. Grant (Chevy Chase) para comandar um grupo de adolescentes. Ele precisa transformar os jovens desobedientes, que não controlam seus poderes especiais, em super-heróis de verdade.

 

A tarefa promete não ser fácil já que a garotada apronta demais. Eles possuem habilidades extraordinárias, mas não fazem ideia de como utilizá-las direito. Ainda mais diante da ameaça que a Terra sofre.

 

Então, o experiente super-herói Capitão Zoom vai contar com a ajuda da genial Marsha Holloway (Courteney Cox) na condução do treinamento dos novos salvadores da humanidade. Vai ser necessário deixar as diferenças de lado e trabalhar em equipe para proteger o planeta.

 

Baseado no livro homônimo de Jason Lethcoe, o filme combina ação, aventura, comédia e ficção científica. O longa-metagem teve direção de Peter Hewitt. No elenco, a produção conta com astros da sétima arte como Tim Allen, Courteney Cox e Chevy Chase.

 

Reprise88 min.

Classificação Indicativa: Livre

-----

 

Domingo, 22 de janeiro

Cine Nacional: Entre Idas e Vindas

16h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 2016. Gênero: Comédia Romântica. Direção: José Eduardo Belmonte. Elenco: Ingrid Guimarães, Alice Braga, Fábio Assunção, Rosanne Mulholland, Carolina Abras, João Assunção.

 

Afonso (Fábio Assunção) é um professor universitário separado que vive com o filho Benedito (João Assunção). Um dia, os dois resolvem fazer uma viagem juntos, mas enfrentam problemas quando o carro deles quebra.

 

A família é ajudada por quatro operadoras de telemarketing. Amanda (Ingrid Guimarães), Sandra (Alice Braga), Krisse (Rosanne Mulholland) e Cillie (Caroline Abras) decidem viajar pelo litoral quando encontram pai e filho pedindo carona à beira da estrada.

 

As moças levam os dois de volta a São Paulo. Só que Afonso acaba se apaixonando pela líder delas, Amanda. O que seria uma simples carona acaba se transformando em uma "road trip" repleta de acontecimentos inusitados e revelações pessoais.

 

Reprise100 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

-----

 

Domingo, 22 de janeiro

Cine Doc: Do Pó da Terra

23h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: Documentário. Direção: Mauricio Nahas.

 

O documentário é um retrato afetivo e aprofundado sobre a relação entre artesãos do Vale do Jequitinhonha e a matéria-prima que utilizam, o barro. Substância que vem da terra, do pó, o barro dá a chance de gente simples transformar a miséria em arte.

 

A produção revela a influência da terra na cultura e na vida dos moradores dessa região norte de Minas Gerais. O filme acompanha o cotidiano de 12 artistas plásticos e ceramistas, na maioria mulheres, que encontram no artesanato sua sobrevivência e também sua identidade.

 

Obra audiovisual que marca a estreia do experiente fotógrafo Maurício Nahas como diretor de cinema, "Do Pó da Terra" contrapõe beleza extrema e condições de vida precárias. O doc destaca o cotidiano de pessoas comuns que transformam o ordinário da rotina em artes geniais.

 

Nos vilarejos com natureza espetacular do Vale do Jequitinhonha, o cineasta investiga os desafios de quem converte barro em arte. Cada rosto esculpido revela um sulco cavado na pele sofrida de pessoas que lutam e amam muito o que fazem.

 

Reprise. 78 min.

Classificação Indicativa: Livre

-----

 

Domingo, 22 de janeiro

Cine Retrô: Meu Japão Brasileiro

03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 22/01, para segunda, dia 23/01)

 

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: Comédia. Direção: Glauko Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Célia Watanabe, Zilda Cardoso, Carlos Garcia, Reynaldo Martini, Adriano Stuart Elk Alves, Francisco Gomes, Judith Barbosa, Bob Junior, Ivone Hirata, Luiz Tokio, Luzia Yoshigumi.

 

Em uma comunidade rural nipo-brasileira, Amácio Mazzaropi vive um agricultor chamado Fofuca que enfrenta a exploração descarada do "seu" Leão, responsável por intermediar os negócios entre os produtores e o comércio na cidade.

 

Após muito penar em suas mãos, Fofuca articula com os camponeses a formação de uma cooperativa agrícola. Leão e seus filhos, entretanto, não vêem com bons olhos esta iniciativa e vão fazer de tudo para impedir Fofuca e seus amigos de conseguirem se dar bem neste Japão brasileiro.

 

Reprise102 min.

Classificação Indicativa: 12 anos



Fonte: Gerência de Relações Institucionais

Empresa Brasil de Comunicação | TV Brasil

http://tvbrasil.ebc.com.br


SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (107)