sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Filmes da TV Brasil - 28 de janeiro a 6 de fevereiro de 2022

 


Capitães de Areia, filme dirigido por Cecília Amado e baseado na obra de Jorge Amado é uma das atrações da semana de filmes da TV BRASIL

________

Sexta-feira, 28 de janeiro

 


Cine Nacional – Não se preocupe, nada vai dar certo!

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta, dia 28/1, para sábado, dia 29/1)

 

País: Brasil. Ano: 2011. Gênero: comédia. Direção: Hugo Carvana. Elenco: Tarcísio Meira, Gregório Duvivier, Flávia Alessandra, Ângela Vieira, Mariana Rios, Herson Capri, Antonio Pedro, Guilherme Piva, Alice Borges, Maria Gladys, José Marinho, Lu Guimaldi, Hugo Carvana.

 

O humorista Lalau (Gregório Duvivier) viaja pelo interior do Brasil se apresentando em pequenas cidades com um show de piadas. O pai do comediante, Ramon Velasco (Tarcísio Meira), também é ator, participa do show e atua como empresário do filho.

 

Certo dia, Lalau recebe uma proposta milionária para usar seus talentos e fingir ser um famoso guru, em uma palestra motivacional. Em nome da grana, ele aceita a proposta rapidinho, mas algo não ocorre como o esperado e Lalau precisa mais uma vez da ajuda de seu pai, que, nas situações mais complicadas, solta o velho bordão: "Não se preocupe, nada vai dar certo".

 

Com direção do veterano ator e diretor Hugo Carvana, a comédia nacional é estrelada por Tarcísio Meira e Gregório Duvivier. Além dos protagonistas, o elenco do filme conta com Flávia Alessandra, Ângela Vieira, Mariana Rios e Herson Capri, entre outros.

 

Inédito. 99 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de sexta, dia 28/1, para sábado, dia 29/1)

 

---

 

Sábado, 29 de janeiro

 


Cine Retrô – Jeca contra o Capeta

18h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 1975. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Pirilo, Néa Simões, Fausto Rocha Jr, Rose Garcia, Jair Talarico, Leonor Navarro, Jorge Pires, Aparecida de Castro, José Mauro Ferreira, José Velloni, Carlos Garcia, Cavagnole Neto, Macedo Netto, Rui Elias, Luiz Carlos de Oliveira, Almerinda dos Santos.

 

Em uma pequena cidade do interior, a notícia da aprovação do divórcio alegra a viúva Dionísia (Néa Simões) que tem a ideia fixa de conquistar o caipira Poluído (Amácio Mazzaropi). Este, porém, é bem-casado e feliz. O caipira se vê obrigado a enfrentar a rica fazendeira que é obcecada por ter seu amor.

 

Uma morte controversa ronda o povoado e as suspeitas sobre o assassinato envolvem a família de Poluído. O filho dele é acusado injustamente pelo crime. Perseguido, o caipira foge para o campo. Perversa, a proprietária rural faz chantagem pelo homem por quem é apaixonada. A viúva Dionísia quer obrigá-lo a se divorciar da esposa na expectativa de que Poluído se case com ela.

 

Paródia tupiniquim do clássico filme de terror americano "O Exorcista" (1974), a comédia brasileira "Jeca contra o capeta" (1975) fez sucesso e obteve bastante repercussão no país. A gozação de Amácio Mazzaropi com a temática provoca risadas despretensiosas há várias gerações.

 

Campeão de bilheteria, o longa-metragem levou multidões para as salas de cinema. A trama de humor conquistou o público e teve números impressionantes para a sétima arte nacional na época, com mais de dois milhões e meio de espectadores.

 

Reprise. 95 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 18h00

 

---

 

Domingo, 30 de janeiro

 


Sessão Família – 
Big Pai, Big Filho

14h00, na TV Brasil

 

Título original: The Son of Bigfoot. País: Bélgica, França. Ano: 2017.  Gênero: animação, infatil. Direção: Jeremy Degruson, Ben Stassen.

 

Adam, um garoto de treze anos que não tem muitos amigos, parte em uma jornada ousada para desvendar o mistério por trás de seu pai, há muito desaparecido. Ele rapidamente descobre que seu pai não é outro senão o lendário Pé Grande, que se escondeu na floresta por anos para proteger a si mesmo e sua família da HairCo., uma empresa de grande porte ansiosa para realizar experimentos científicos com seu DNA especial.

 

Enquanto pai e filho começam a recuperar o tempo perdido, Adam logo descobre que ele também é dotado de super poderes inimagináveis. Porém, mal sabem eles que a HairCo. está prestes a encontrá-los, pois descobriu os rastros deixados por Adam ao longo do caminho.

 

Reprise. 92 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

 

---

 

Domingo, 30 de janeiro

 


Cine Retrô – 
Adorável Trapalhão

16h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 1967. Gênero: comédia. Direção: J.B. Tanko. Elenco: Renato Aragão, Amilton Fernandes, Neide Aparecida, Paulo Aragão, Suely Nunes, Maiza Mattos, Susy Arruda, Gilberto Martins, Lafayette Galvão, Déa Peçanha, Norma Suely e Têpa Ruiz.

 

O motorista Epitácio (Renato Aragão) trabalha para o viúvo José Luiz (Amilton Fernandes). O empresário musical tem três filhos pequenos: Elder, Beth e Suzy. As crianças são entregues aos cuidados de uma governanta, Miss McClary (Susy Arruda).

 

Os meninos adoram Epitácio. Decidido a arranjar uma esposa para o chefe, o faz-tudo tenta aproximar o patrão da professora Lúcia (Neide Aparecida), também aspirante a cantora, que leciona no internato para onde vão as crianças.

 

Após uma série de mal-entendidos, em meio a acontecimentos do mundo musical, saem todos para uma viagem. Nasce o namoro e, para a felicidade do motorista, o novo casal acaba realmente se entendendo por causa da ajuda desse divertido cupido trapalhão.

 

Inédito. 80 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 16h00

 

---

 

Domingo, 30 de janeiro

 


Cine Retrô – Chico Fumaça

03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 30/1, para segunda-feira, dia 31/1)

 

País: Brasil. Ano: 1957. Gênero: comédia. Direção: Victor Lima. Roteiro: Victor Lima e Alípio Ramos.

 

Chico Fumaça (Amácio Mazzaropi), assim conhecido por sua paixão pelos trens, é um caipira de Jequitibá, interior de Minas Gerais. Endividado, Chico perde sua vaca de estimação para o dono do armazém, Seu Elias (Domingos Terras), e vê o sonho de se casar com Inocência (Celeneh Costa) se distanciar ainda mais.

 

A sorte de Chico muda quando sua fixação por trens lhe permite evitar um descarrilamento. Um dos passageiros a sobreviver é um importante político, Dr. Japércio Limoeiro (Carlos Tovar).

 

Agradecido, Limoeiro resolve levar Chico para o Rio de Janeiro, então capital da República, a fim de lhe entregar uma recompensa. O político deseja, principalmente, usar a figura de Chico Fumaça em sua própria campanha para deputado.

 

No Rio, Chico se mete em várias confusões, conhece a vida noturna da capital e passeia pelas atrações cariocas. Também conhece uma quadrilha de vigaristas e uma vedete, que lhe tentam aplicar um golpe.

 

Chico precisará se superar para sobreviver às malícias da cidade grande e retornar à Jequitibá para se casar com sua noiva.

 

Reprise. 81 min.
Classificação Indicativa: Livre

Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 30/1, para segunda-feira, dia 31/1)

 

---

 

Segunda-feira, 31 de janeiro

 


Sessão Família – Uma Amizade Verdadeira

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Marshall, The Miracle Dog. País: Estados Unidos. Ano: 2015. Gênero: drama. Direção: Jay Kanzler. Elenco: Shannon Elizabeth, Matthew Settle, Lauren Holly, Lucas Carrol, Bill Chott.

 

Um menino de 13 anos, Finn (Lucas McHugh Carroll), torna-se alvo de valentões em sua nova escola. Intimidado no colégio, ele está se sentindo sem esperança até que encontra o cachorro labrador Marshall, com quem cria um imediato laço de afeto.

 

O animal está enjaulado em condições deploráveis, após ser capturado por um colecionador de cães que maltrata os bichos. Consciente, o garoto sabe que deve resgatar Marshall. Finn que cuidar de seu novo amigo que está ferido e precisa de um veterinário com urgência.

 

A trama de companheirismo entre Finn e Marshall obteve reconhecimento no circuito da sétima arte. O drama "Uma Amizade Verdadeira" recebeu o Prêmio de Escolha do Público de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de St. Louis. O longa também foi premiado como Melhor Filme de Família no Wild Rose Film Festival e no Belleville News Democrat.

 

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

 

---

 

Segunda-feira, 31 de janeiro

 


Cine Retrô – O Lamparina

22h00, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 31/1, para terça-feira, dia 1º/2)

 

País: Brasil. Ano: 1964. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Manoel Vieira, Astrogildo Filho, Zilda Cardoso, Ana Maria Guimarães, Emiliano Queiroz, Carlos Garcia, Francisco de Souza, Rosemary Wong, Carla Diniz, Rafael Gallardo Tina, Agostinho Toledo, João Batista de Souza, David Cardoso, Francisco di Franco.

 

Em "O Lamparina", Amácio Mazzaropi interpreta Bernardino Jabá, um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles.

 

Incrementando a farsa em que se encontrou, ele faz com que sua família inteira se passe por integrantes do seu bando e todos acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar que é um cabra valente de verdade.

 

Depois de ficar preso um ano na cadeia, ele assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração". Com figurinos marcantes e direção de Glauco Mirko Laurelli, o longa tem no elenco, além de Mazzaropi, Geny Prado e Emiliano Queiroz.

 

Reprise. 91 min.

Classificação Indicativa: 10 anos

Horário: 22h00

Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 31/1, para terça-feira, dia 1º/2)

 

---

 

Terça-feira, 1º de fevereiro

 


Sessão Família – 
O Pequeno Órfão

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Rémi sans famille. País: França. Ano: 2018. Gênero: comédia dramática. Direção: Antoine Blossier. Elenco: Daniel Auteuil, Maleaume Paquin, Jacques Perrin, Virgnie Ledoyen, Jonathan Zaccaï, Ludivine Sagnier, Zoe Boyle, Albane Masson, Nicholas Rowe, Nicola Duffet, Simon Armstrong.

 

A trama acompanha as aventuras de Rémi (Maleaume Paquin), um garoto que é abandonado em uma igreja quando bebê. A doce Madame Barberin (Ludivine Sagnier) assume a maternidade, porém seu marido, com dificuldades financeiras após um grave acidente, resolve devolver o menino para o orfanato.

 

No caminho, porém, ele se depara com um ex-violinista chamado Vitalis (Daniel Auteuil). O artista descobre o talento musical de Rémi e se oferece para "alugar" o garoto para o menino escapar do orfanato. Os dois passam a viajar pela França para entreter as pessoas.

 

Arrancado das mãos de sua mãe adotiva e confiado ao senhor Vitalis, um misterioso músico itinerante, Rémi vai aprender a dura vida de acrobata e a cantar para ganhar seu pão. Acompanhado do fiel cão Capi e do macaquinho Joli-Coeur, Rémi parte em uma longa jornada pelo país – marcada por encontros, amizades e ajuda mútua – que o levará ao segredo sobre suas próprias origens.

 

A comédia dramática francesa "O Pequeno Órfão" (2018) é baseada no romance "Sans Famille", obra redigida pelo escritor francês Hector Malot.

 

Reprise. 105 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 14h00

 

---

 

Terça-feira, 1º de fevereiro

 


Cine Retrô – 
Jeca Tatu

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 1º/2, para quarta-feira, dia 2/2)

 

País: Brasil. Ano: 1959. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Marlene França, Nicolau Guzzardi, Nena Viana.

 

Inspirado no personagem de Monteiro Lobato, Jeca Tatu é um caipira muito preguiçoso que vive em uma cidade do interior de São Paulo com sua esposa e filha.

 

Jeca é um roceiro ocioso de dar dó, mas essa indolência está com os dias contatos, pois seu ranchinho está ameaçado pela ganância de latifundiários sem coração. Agora, o protagonista vai precisar colocar em prática todo seu jeito matreiro para conseguir seu cantinho de terra.

 

Clássico da filmografia de Amácio Mazzaropi, o filme é uma declarada homenagem ao conterrâneo Monteiro Lobato, criador do personagem homônimo na obra "Urupês".

 

Na trama, Mazzaropi trata com singeleza a figura do homem do campo e a questão da reforma agrária.

 

Reprise. 100 min.

Classificação Indicativa: 14 anos

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 1º/2, para quarta-feira, dia 2/2)

 

---

 

Quarta-feira, 2 de fevereiro

 


Sessão Família – Bons de Bico

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Free Birds. País: Estados Unidos. Ano: 2013. Gênero: animação. Direção: Jimmy Hayward.

 

Rivais, Reggie e Jake são dois perus que realmente não se relacionam bem. Apesar disso, eles são obrigados a colocar as diferenças de lado em prol de um bem maior assim. A dupla vai embarcar em uma aventura bastante inusitada ao viajar no tempo para mudar os rumos da História. Eles devem tentar eliminar o peru do cardápio tradicional das festas de fim de ano.

 

Considerado um bicho diferente, Reggie não se sente como as outras aves do sítio em que vive. Ele percebe que os fazendeiros estão apenas engordando os animais para devorá-los mais tarde, mas ninguém presta atenção no que o peru diz.

 

Quando chega a sua vez de ser morto no Dia de Ação de Graças, Reggie tem sorte, pois é poupado pelo presidente dos Estados Unidos e adotado por sua filhinha, levando então uma vida de conforto e mordomias.

 

Um dia, Reggie é buscado por Jake, um peru corajoso que recebeu ordens superiores para resgatá-lo. Segundo os planos, os dois animais devem entrar em uma máquina do tempo, voltar no século XVII e impedir que os colonos americanos tenham a ideia de matar perus nas festas de fim de ano.

 

Reggie não tem a menor intenção de fazer a viagem, mas é obrigado por Jake a aceitar a aventura. Quando volta no tempo, a dupla vai conhecer um mundo cheio de perigos, incluindo cães selvagens e caçadores de perus, mas também novas amizades e amores.

 

Reprise. 91 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 14h00

 

---

 

Quinta-feira, 3 de fevereiro

 


Sessão Família 
– A Banda das Velhas Virgens

14h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 1979. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni.

 

No longa "A Banda das Velhas Virgens", Amácio Mazzaropi interpreta um caipira que tem o sugestivo nome de Gostoso. Ele é o maestro de uma hilariante bandinha feminina formada por senhoras idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja.

 

Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições. Expulso das terras onde vive, Gostoso recomeça a vida na cidade, indo morar em um depósito de ferro-velho.

 

Ao encontrar um saco de joias, o protagonista é acusado de roubo e tem que fazer de tudo para provar sua inocência. Como o querido caipira vai se safar dessa vez?

 

Reprise. 100 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 14h00

 

---

 

Quinta-feira, 3 de fevereiro

 


Cine Retrô – 
É de Chuá

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 3/2, para sexta-feira, dia 4/2)

 

País: Brasil. Ano: 1958. Gênero: comédia musical. Direção: Victor Lima. Roteiro: Victor Lima e Haroldo Barbosa. Elenco: Ankito, Grande Otelo, Renata Fronzi, Renato Restier, Bill Farr, Costinha, Zezé Macedo, Carlos Costa, Duarte de Moraes, Pedro Dias.

 

Maria Xangai (Renata Fronzi) e seu namorado, Juca Moleza (Renato Restier), são vigaristas do subúrbio carioca. O casal costuma se encontrar em uma popular casa de dança próxima à favela e armam um plano para se passarem por pessoas ricas.

 

Eles fingem ser o senhor e a Madame Caxangai, os novos milionários da cidade. A dupla de farsantes atrai um joalheiro para uma "festa da sociedade" numa mansão que alugam. Maria Xangai e Juca Moleza preparam um grande evento no local em que as joias serão exibidas como em uma passarela.

 

Tudo acontece conforme o planejado até que Peteleco (Ankito) e Laurindo (Grande Otelo) aparecem na festa pedindo dinheiro para sua escola de samba. Peteleco acaba engolindo um grande diamante – que pensava ser um doce – levado pelo joalheiro Fininho. Peteleco é aprisionado até conseguir expelir o diamante por suas entranhas, o que demora algum tempo.

 

Desconfiados dos novos ricaços, dois investigadores da polícia (Bill Farr e Costinha) acreditam que há algo errado com a festa. Por isso, eles decidem se infiltrar no evento e aparecer na casa para desmascarar os supostos grã-finos. Os oficiais querem fazer o possível para descobrir quem são os larápios.

 

Com direção de Victor Lima, "É de Chuá" conta 16 números musicais, com participação de personalidades como Nelson Gonçalves, Jamelão e Agostinho dos Santos (acompanhados do Conjunto Marabá), Emilinha Borba, a dupla de palhaços Carequinha e Fred (com Altamiro Carrilho), Linda Batista, Dircinha Batista, Ruy Rey e Orquestra, Jorge Goulart, Joel de Almeida (acompanhado de Jupira e suas cabrochas), Trio de Ouro, Carlos Augusto e Gilberto Alves.

 

Reprise. 99 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 3/2, para sexta-feira, dia 4/2)

 

---

 

Sexta-feira, 4 de fevereiro

 


Sessão Família – O Jardim Secreto

14h00, na TV Brasil

 

Título original: The Secret Garden. País: EUA. Ano: 2017. Gênero: drama, fantasia, infantil. Direção: Owen Smith. Roteiro: Frances Hodgson Burnett. Elenco: Glennellen Anderson, Amanda Waters, Erin Leigh Bushko, Max River, Sacha A. Dzuba, Mark Ashworth, Hannah Fierman, Paden Garrett Anderson, Michael Vaughn.

 

Mary Lennox (Glennellen Anderson) conhece personagens maravilhosos nessa trama que atualiza o clássico. Um deles é Martha Sowerby (Amanda Waters) que a jovem encontra quando chega à fábrica de Archibald Craven (Michael Vaughn).

 

Há uma tragédia associada à fábrica: Lily (Hannah Fierman), a esposa de Craven, morreu alguns anos atrás. O viúvo permite que apenas algumas das caldeiras sejam acesas, deixando a fábrica fria. Sua esposa adorava o local quando estava viva e trabalhou em criações maravilhosas e mágicas em seu "jardim secreto".

 

Em pouco tempo, Mary explora a fábrica e fica intrigada quando se depara com o jardim misterioso. Ela está convencida de que há muito mais no jardim do que aparenta.

 

O filme é uma adaptação do clássico romance homônimo de Frances Hodgson Burnett. No conto de fadas, a adolescente órfã Mary Lennox descobre a magia e o mistério de um jardim secreto.

 

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 14h00

 

---

 

Sexta-feira, 4 de fevereiro

 


Cine Nacional – Capitães de Areia

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta, dia 4/2, para sábado, dia 5/2)

 

País: Brasil. Ano: 2011. Gênero: aventura, drama. Direção: Cecília Amado. Elenco: Jean Luis Amorim, Ana Graciela, Robério Lima, Israel Gouvêa, Paulo Abade, Jordan Mateus, Felipe Duarte.

 

Pedro Bala (Jean Luís Amorim), Professor (Robério Lima), Gato (Paulo Abade), Sem Pernas (Israel Gouvêa) e Boa Vida (Jordan Mateus) são adolescentes abandonados por suas famílias. Eles são obrigados a lutar para sobreviver nas ruas de Salvador e crescem na comunidade do Trapiche junto com outros rapazes da mesma faixa etária.

 

Os jovens praticam uma série de assaltos, o que faz com que sejam constantemente perseguidos pela polícia. Um dia Professor conhece Dora (Ana Graciela) e seu irmão Zé Fuinha (Felipe Duarte). Os dois também vivem nas ruas da cidade.

 

O rapaz leva os novos amigos até o Trapiche, o que desencadeia a excitação dos demais garotos, que não estão acostumados à presença de uma mulher no local. Pedro consegue acalmar a situação e permite que Dora e o irmão fiquem por algum tempo. Só que, aos poucos, nasce o afeto entre o líder dos Capitães da Areia e a moça que acabou de integrar o bando.

 

Personagens marcantes da obra de Jorge Amado, os jovens da trama habitam eternamente na memória do público. Mais atual do que nunca, a história emociona e inspira de forma profunda. Adaptação do romance homônimo de Jorge Amado, um dos livros mais vendidos do autor baiano, o filme é o primeiro longa-metragem com direção da cineasta Cecília Amado, neta do escritor.

 

Inédito. 96 min.

Classificação Indicativa: 14 anos

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de sexta, dia 4/2, para sábado, dia 5/2)

 

 

---

 

Sábado, 5 de fevereiro

 


Cine Retrô – O Puritano da Rua Augusta

18h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Marly Marley, Marina Freire, Elizabeth Hartmann, Edgard Franco.

 

O comediante Amácio Mazzaropi interpreta o personagem Punduroso, um pai de família extremamente conservador. Ele deixa os filhos loucos com sua mania de manter a moral e os bons costumes sempre em primeiro lugar.

 

Após sofrer um ataque do coração, nada mais vai ser como antes: o protagonista passa a se comportar como um jovem outra vez, muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.

 

Reprise. 102 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 18h00

 

---

 

Domingo, 6 de fevereiro

 


Sessão Família – 
Meu Querido Elfo

14h00, na TV Brasil

 

Título original: Domovoy. País: Rússia. Ano: 2019. Gênero: aventura, fantasia. Direção: Evgeniy Bedarev. Elenco: Sergey Chirkov, Ekaterina Guseva, Dmitriy Bedarev, Dmitriy Belotzerkovskiy, Mikhail Bespalov, Olga Ostroumova-Gutschmidt, Alexandra Politic, Anastasiya Abadzhidi.

 

A trama russa de contos de fadas acompanha uma família que acaba de comprar um flat em um arranha-céu de Moscou. Eles não sabem que uma criatura mítica – um elfo doméstico – vive na residência há mais de um século.

 

A arquiteta Vika (Ekaterina Guseva), mãe solteira da pequena Alina (Alexandra Politic), precisa encarar o misterioso ser dotado de poderes mágicos que se esconde e há anos usa truques contra os inquilinos no apartamento do antigo e imponente edifício.

 

O elfo Domovoy (Sergey Chirkov) é contra moradores no local por causa de uma maldição imposta por uma bruxa contratada pela agente imobiliária para tirá-lo da residência. Agora, os novos donos da casa tentam fazer amizade com ele. A criatura mantém a propriedade e seu tesouro protegidos da perigosa feiticeira.

 

Assim, além de travar uma verdadeira batalha contra o habitante indesejado, mãe e filha também precisam resistir às investidas da bruxa Mama Fima (Olga Ostroumova-Gutschmidt). A feiticeira quer se apossar da preciosidade escondida pelo elfo sob o assoalho do flat.

 

Com direção de Evgeniy Bedarev, o filme russo de aventura e fantasia leva às telas a figura do "Domovoy", criatura típica do folclore eslavo. Esse espírito doméstico é semelhante a um elfo, porém ainda mais travesso.

 

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: 12 anos

Horário: 14h00

 

---

 

Domingo, 6 de fevereiro

 


Cine Retrô – 
Ali Babá e os 40 Ladrões

16h00, na TV Brasil

 

País: Brasil. Ano: 1972. Gênero: comédia. Direção: Victor Lima. Elenco: Renato Aragão, Dede Santana, Neila Tavares, Elza de Castro, Luis Delfino, Elisa Fernandes, Wilson Grey, Angelo Antonio, Tereza Teller, Sergio Cunha, Francisco Silva.

 

Folgado, Ali Babá (Renato Aragão) não quer saber de trabalhar e vive de sombra e água fresca, filando refeições na mercearia do irmão Cassim (Dedé Santana) até o dia em que a cunhada, Fátima (Elisa Fernandes) decide colocá-lo para fora de casa.

 

Ele, então, conhece Rosinha, uma ex-trapezista que ficou paralítica depois de sofrer um acidente no modesto circo de seu pai. Apaixonado, Ali Babá se empenha em conseguir dinheiro para uma operação e um tratamento para a moça.

 

Ali Babá descobre um depósito de mercadorias escondidas por 40 ladrões: cigarros estrangeiros, uísque, aparelhos de rádio e televisão e muito dinheiro falso. Acompanhado do burro Malaquias, apanha o que precisa para cumprir a promessa da cirurgia. Os bandidos percebem a invasão, mudam o segredo da porta; a polícia entra em ação e a confusão cresce até o clímax feliz da história.

 

Inédito. 97 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 16h00

 

---

 

Domingo, 6 de fevereiro

 


Cine Retrô – O Noivo da Girafa

03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 6/2, para segunda-feira, dia 7/2)

 

País: Brasil. Ano: 1957. Gênero: comédia. Direção: Victor Lima. Elenco: Amácio Mazzaropi, Glauce Rocha, Roberto Duval, Nieta Junqueira, Manoel Vieira, Celeneh Costa, Francisco Dantas, Palmerim Silva, Arnaldo Montel, Benito Rodrigues, Joyce de Oliveira, Pachequinho, Armando Nascimento, Carlos Duval, Walter Moreno, Ferreira Leite, Waldir Maia, Véra Lucia.

 

Funcionário do Zoológico do Rio de Janeiro, Aparício Boamorte (Amácio Mazzaropi) desenvolve um laço afetivo com a girafa do parque, com quem costuma conversar enquanto trabalha. O humilde tratador de animais vira alvo de chacota dos colegas, que o apelidam de "Noivo da Girafa".

 

Dono da pensão onde Aparício mora, Seu Gonçalves (Manoel Vieira) reclama pelo atraso no pagamento. Já a solteirona Inesita (Glauce Rocha) e o Poeta (Roberto Duval), pretenso filósofo, mas pianista de cabaré, tentam compreender a simplicidade de Boamorte, um homem do interior.

 

As filhas de Seu Gonçalves, Aninha (Vera Lucia) e Clara (Celeneh Costa), também simpatizam com o pobre cuidador de animais. Quando Aninha adoece de repente, logo suspeita-se que Aparício tenha contaminado a menina com alguma doença proveniente dos animais.

 

Sem dinheiro para atendimento médico, Aparício se consulta com o veterinário do zoológico. Após um exame de sangue, o clínico constata que o tratador de animais tem leucemia terminal e apenas 15 dias de vida.

 

A notícia se espalha e os conhecidos de Aparício passam a tratá-lo bem. Já o dono da pensão vê nisso uma oportunidade e tenta arranjar o casamento de sua filha mais velha, Clara, com Aparício. Seu plano é torná-la herdeira da fortuna de um tio rico do cuidador de animais.

 

Realizada em 1957, a comédia "O Noivo da Girafa" é parte da trilogia carioca de Amácio Mazzaropi, ao lado de "Fuzileiro do Amor" e "Chico Fumaça". Filmado nos estúdios da antiga TV-Rio, o longa-metragem traz imagens do Rio de Janeiro da época, incluindo o Corcovado, o bondinho do Pão de Açúcar e a praia de Copacabana.

 

A trilha sonora é assinada pelo maestro Radamés Gnatalli e as canções são interpretadas pelo próprio Mazzaropi.

 

Reprise. 92 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 6/2, para segunda-feira, dia 7/2)


Fonte: TV Brasil. 



SHARE THIS

0 comentários:

AGENDA (Festivais, mostras, concursos)

EVENTOS (Teatro, música, audiovisual)

ARTES E ARTISTAS (EVENTOS, LANÇAMENTOS, CURSOS)

LITERATURA (Eventos, Lançamentos, Dicas de leitura)

CINECLUBES (PROGRAMAÇÃO, EVENTOS)

Arquivo do blog

Cloud Labels

especiais (101)