terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

‘Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral’, de Halder Gomes, estreia 21 de março

Filme protagonizado por Edmilson Filho conta ainda com Miriam Freland, Samantha Schmütz, Roberto Bomtempo e grande elenco.


Continuação da franquia de sucesso de público e de crítica, “Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral”, de Halder Gomes, já tem data de estreia. No dia 21 de março, o longa chega aos cinemas do Nordeste e Brasília (DF) estrelado por Edmilson Filho, que volta a interpretar Francisgleydisson. Diante da necessidade de se reinventar após o fechamento definitivo dos cinemas do interior do Ceará, ele decide se arriscar na carreira de cineasta e produzir um filme de ficção científica. Para ter um gostinho do que poderá ser visto nas telonas, basta ver o trailer e o cartaz do longa que acabam de ser divulgados.

“Nós temos uma história que é nossa e nunca foi contada nos cinemas”. É com esse lema em mente que Francis decide abraçar uma nova missão. Sem rumo e desolado por ter que fechar as portas de seu Cine Holliúdy, ele tem uma experiência alienígena e se depara com um disco voador. Envolvido com a situação, Francisgleydisson decide fazer um filme em que Lampião enfrenta extraterrestres. Para integrar o elenco, convoca os moradores de Pacatuba e recorre aos duvidosos Prefeito Olegário (Roberto Bomtempo) e primeira-dama Justina Ambrósio (Samantha Schmütz). “E, no Ceará, filme de ET não tem medo de concorrência hollywoodiana não. Pense numa produção de sucesso de bilheteria medonha. Muito maior do que aquele calango véi (sic). Como é o nome? Godzilla”, promete Francis no vídeo.

“Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral” completa uma divertida trilogia involuntária sobre o cinema popular no Nordeste do Brasil: “Cine Holliúdy” abordou o fechamento dos cinemas do interior do Ceará na década de 70, após a chegada da TV. “O Shaolin do Sertão” retratou a chegada do vídeo cassete na década de 80 como salvação dos órfãos aficionados pelas sessões de cinema de gênero (artes marciais) e “Cine Holliúdy 2” faz uma grande homenagem aos cineastas dos lugares mais remotos do país, porém não menos apaixonados pela sétima arte”, comemora Halder Gomes.

No elenco estão também Miriam Freeland, Ariclenes Barroso, Milhem Cortaz, Falcão, Gorete Milagres, Chico Diaz, Rainer Cadete, Sophia Abrahão, Sergio Malheiros, Bolachinha, Haroldo Guimarães, entre outros. O longa tem produção da Glaz e ATC Entretenimentos em coprodução com a Globo Filmes, Paramount Pictures e Telecine, distribuição da Downtown Filmes/Paris Filmes e investimento do FSA e Funcine BRB, e TIM. 





Sinopse
Pacatuba (CE), 1980. Com a massificação da TV, Francisgleydisson, apaixonado pela sétima arte, se vê obrigado a fechar o seu querido Cine Holliúdy. Sempre comprometido com seus projetos e decidido a salvar a situação, ele vai se meter em uma das maiores confusões de sua vida, ao produzir um filme de alienígenas usando, como atores e equipe, os habitantes da cidade.

Ficha técnica
Roteiro: L.G Bayão
Colaboração no Roteiro: Halder Gomes e Edmilson Filho
Direção: Halder Gomes
Produtor Associado: Carlos Diegues
Produtor: Mayra Lucas e Halder Gomes
Produtora Executiva: Patrícia Baia / Paulo Serpa;
Elenco
Francisgleydisson/ Pastor Esmeraldo – Edmilson Filho
Maria das Graças – Miriam Freeland
Francin – Ariclenes Barroso
Prefeito Olegário – Roberto Bomtempo
Justina Ambrósio – Samantha Schmütz
Dona Conceição – Gorete Milagres
Cego Isaías – Falcão
Zé Coveiro – Milhem Cortaz
Vei Góis – Chico Diaz
Chico Creolina – Bolachinha
Mãe de Valdisney – Ana Marlene
Edivaldo e Alien – Amadeu Maya
Wandervilson – Francisco Gaspar;
Acrísio – Denis Lacerda
Whelbaneyde – Fernanda Callou
Valdisney – Guilherme Santos
Munizio e Orilaudo Lécio – Haroldo Guimarães
Padre Mesquita – Jorge Ritchie
Bichinha 6 volts – Tomas de Aquino
Olga Alaíde – Roberta Wermont
Senhora Evangélica – Solange Teixeira
Tibério Abdias – Tibério Guimarães
Lhe Gue Lhé – João Netto
Delegado Adauto – Murilo Ramos
Teóstenes Richards – Sérgio Malheiros
Piolho – Luciano Lopes
Lampião – Rainer Cadete
Alien Rainha do Universo - Sophia Abrahão
Cabo Amâncio – Reginauro Sousa
Anfrísio – Renato Fontenelle
Tradutor – Jarrod Bryant
Steven – Pedro Azevedo


Fonte: Claudia Rodrigues/ Agência Febre. 


SHARE THIS

0 comentários:

Imprensa (3)(4)