Our social:

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Confira a programação do CINE ARTE UFF (25 a 31/10)

               
                                                               

25 a 31 de outubro de 2018 - quinta a quarta

Dia 25
quinta
16h30
UMA NOITE DE 12 ANOS
19h
VIDEOCLIPES NO CINEMA – Segunda chance – Entrada franca
21h
CURTA CINEMA – Entrada franca
26 a 31
sexta a
quarta
15h
AMANHÃ CHEGOU (dias 26, 28 e 30, sexta, domingo e terça)
15h
A ÚLTIMA ABOLIÇÃO (dias 27, 29 e 31, sábado, segunda e quarta)
16h40
NICO, 1988 (dias 26, 28 e 30, sexta, domingo e terça)
16h40
YONLU (dias 27, 29 e 31, sábado, segunda e quarta)
18h30
UMA NOITE DE 12 ANOS
21h
CURTA CINEMA – Entrada franca

Dia 25, quinta

16h30 - UMA NOITE DE 12 ANOS
La noche de 12 años, Uruguai/Esp/Arg, 2018, 122’, 14 anos
De Alvaro Brechner
Com Antonio de la Torre, Chino Darín, Soledad Villamil

Uma verdadeira jornada de sobrevivência foi enfrentada por José Mujica, ex-presidente do Uruguai, Mauricio Rosencof, jornalista e escritor, e Eleuterio Fernández Huidobro, ex-Ministro da Defesa, que, juntos, passaram por situações de extrema tortura física e psicológica, experimentos secretos e privações durante o período ditatorial no Uruguai. 



19h - VIDEOCLIPES NO CINEMA - Segunda chance | entrada franca, 14 anos

Realizada para as comemorações dos 50 anos do Cine Arte UFF, a incrível sessão Videoclipes no Cinema terá nova exibição. Muitos cineastas famosos iniciaram suas carreiras dirigindo videoclipes. Alguns deles, como Spike Jonze e Paul Thomas Anderson, constroem suas trajetórias alternando entre realizações cinematográficas e clipes musicais. A sessão celebra alguns desses trabalhos de diretores e diretoras cuja principal obra se encontra no cinema, mas que eventualmente exploram sua criatividade ao som de diversos estilos musicais.
Curadoria de Caique Miranda, Vinícius Spanghero e Juliana Gomes.
Sessão não recomendada para pessoas com sensibilidade à luz estroboscópica.

21h - FESTIVAL CURTA CINEMA 2018 | entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 3 | 91’ . 18 anos
(ver programação detalhada abaixo)


26 a 31 | sexta a quarta

15h - AMANHÃ CHEGOU (dias 26, 28 e 30, sexta, domingo e terça)
Brasil, 2018, 80’, 10 anos
De Renata Simões

O filme tem o propósito de estreitar a conexão do que consumimos em nosso dia a dia com as cadeias de produção que utilizam elementos da diversidade da Amazônia como matéria-prima. “Amanhã Chegou” aborda como as escolhas da sociedade moderna podem contribuir para que sejam fomentadas soluções práticas e sustentáveis para o seu dia a dia. Enquanto a escolha do consumidor leva empresas e órgãos governamentais a destruírem culturas nativas e o meio ambiente, algumas instituições tentam fazer diferente.


15h - A ÚLTIMA ABOLIÇÃO (dias 27, 29 e 31, sábado, segunda e quarta)
Brasil, 2018, 85’, livre
De Alice Gomes

O Brasil tem o vergonhoso título de “último país ocidental a abolir a escravidão”, fato que se deu apenas em 1888. O filme aborda a escravidão no Brasil com especial enfoque nos movimentos abolicionistas: a resistência e estratégias de luta dos escravizados e libertos; o papel das mulheres negras; as discussões da elite política e cultural do país; tudo culminando com a assinatura da Lei Áurea e suas consequências para a população negra do Brasil pós-abolição até os dias de hoje. Ao mostrar o protagonismo do povo negro na luta por sua libertação, o documentário contribui para o debate da história brasileira e da formação da nossa cultura, trazendo um novo enfoque ao tema e fortalecendo o combate ao preconceito racial.


16h40 - NICO, 1988 (dias 26, 28 e 30, sexta, domingo e terça)
Nico, 1988, Itália/Bélgica, 2017, 93’, 16 anos
De Susanna Nicchiarelli
Com Trine Dyrholm, John Gordon Sinclair, Anamaria Marinca

Christa Päffgen, mais conhecida pelo seu nome artístico Nico, fez muito sucesso no final da década de 60 ao lado da banda Velvet Underground. Vinte anos depois, a cantora tenta desenvolver a sua carreira solo ao mesmo tempo em que precisa lidar com os fantasmas do passado: o vício em drogas, a relação problemática com o filho e a depressão que a acompanhou durante toda a vida. Melhor Filme na Mostra Horizontes do Festival de Veneza 2017 e vencedor de quatro prêmios David di Donatello 2017, incluindo som e roteiro.



16h40 - YONLU (dias 27, 29 e 31, sábado, segunda e quarta)
Brasil, 2017, 90’, 14 anos
De Hique Montanari
Com Thalles Cabral, Nelson Diniz, Leonardo Machado

Vinícius Gageiro, mais conhecido como Yonlu, é um jovem poeta, músico e desenhista, fluente em quatro idiomas. Apesar de talentoso, ele decidiu dar fim à sua vida depois de ingressar em uma comunidade virtual de assistência para potenciais suicidas. Prêmio ABRACCINE de Melhor Filme Brasileiro de Diretor Estreante na Mostra de São Paulo 2017.



18h30 - UMA NOITE DE 12 ANOS
La noche de 12 años, Uruguai/Esp/Arg, 2018, 122’, 14 anos
De Alvaro Brechner
Com Antonio de la Torre, Chino Darín, Soledad Villamil

Uma verdadeira jornada de sobrevivência foi enfrentada por José Mujica, ex-presidente do Uruguai, Mauricio Rosencof, jornalista e escritor, e Eleuterio Fernández Huidobro, ex-Ministro da Defesa, que, juntos, passaram por situações de extrema tortura física e psicológica, experimentos secretos e privações durante o período ditatorial no Uruguai. 



21h - FESTIVAL CURTA CINEMA 2018 | entrada franca
Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – 28a edição

Festival dedicado à difusão e promoção de obras audiovisuais em formato curta metragem, o Festival Curta Cinema é o principal festival competitivo no Brasil a se dedicar exclusivamente ao formato. Sua programação é composta de: competição nacional e internacional, panorama latino e carioca e programas especiais. Estes programas buscam compor uma ampla multiplicidade de perspectivas artísticas e cinematográficas. No Cine Arte UFF teremos toda a competição internacional, além de sessão para escolas.

Dia 25, quinta, 21h, entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 3 | 91’ . 18 anos

SALAVIINANPOLTTAJAT 
Finlândia, 2017, 16’ | De Juho Kuosmanen
Os filhos de Scrap-Mattila herdaram tudo o que é essencial para ter uma vida boa: material para produzir bebidas destiladas e um porco. Ao embarcarem nessa jornada, fazem bom uso dessa herança.

III 
Polônia, 2018, 12’ | De Marta Pajek
Um homem e uma mulher se conhecem em uma sala de espera e imediatamente se aproximam um do outro. Eles iniciam um jogo que se torna cada vez mais feroz. Seus rostos parecem máscaras, enquanto as formas vão lentamente perdendo sua integridade.

MELODI 
Singapura, 2017, 12’ | De Michael Kam
Um garoto esquisito e solitário se encanta por sua nova vizinha, uma jovem ajudante. Do seu jeito, ele se aproxima dela.

ASYA 
Rússia, 2018, 30’ | De Daniella Rybakyan
Asya é uma policial de sucesso no departamento de serviços juvenis. Sua mãe, eternamente jovem, entra em sua vida para recuperar o relacionamento com a filha. Memórias acolhedoras são substituídas por mágoas antigas. Nadia não mudou. Só resta a Asya aceitar sua mãe como ela é.

DREAMING OF ICE CREAM 
Espanha/Peru/Suécia, 2018, 6’ | De Samir Arabzadeh
Ao acordar de um sonho febril, uma garota convence seu irmão menor a segui-la pela floresta amazônica em busca de sorvete.

BOY 
Alemanha, 2018, 15’ | De Korhan Güner Semih
Um garoto sofre pressão social dos amigos e é confrontado com a situação de ter que tomar uma decisão moral.

Dia 26, sexta, 21h, entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 4 | 90’ . 12 anos

HOISSURU 
Espanha, 2017, 19’ | De Armand Rovira
Hiroko é uma garota japonesa que sofre de dores de cabeça agudas causadas por uma frequência de som específica que só ela consegue ouvir.

ALL INCLUSIVE 
Suíça, 2018, 10’ | De Corina Schwingruber Ilic
Sob o feitiço do entretenimento de massa em alto mar.

TAKE RABBIT 
Inglaterra, 2017, 15’ | De Peter Peake
Uma animação de 15 minutos do cineasta indicado ao Oscar Peter Peake, o filme é uma visão bem-humorada sobre um enigma milenar – um homem tenta transportar passageiros improváveis em seu pequeno barco, mas logo percebe que o buraco é mais embaixo.

_GALORE 
Alemanha/Índia, 2018, 9’ | De Bernd Luetzeler
A paisagem urbana dos metrôs indianos contemporâneos é dominada por produtos. Uma loja típica local poderia ser descrita como uma caixa retangular sem janelas. Produtos em excesso até o teto. O próprio produto serve como decoração. Excesso de compras. Excesso de produtos. Excesso de lucros.

LIVADI 
Turquia, 2018, 15’ | De Miraç Atabey
Nas montanhas do nordeste da Turquia, em um vilarejo no alto de um vale, uma tradicional cerimônia fúnebre é realizada no jardim de uma das casas. Mas, durante a noite, um misterioso diálogo entre dois homens revela o humor e a tragédia que estavam escondidos para além do jardim.

SOMBRA LUMINOSA  
Portugal, 2018, 22’| De Francisco Queimadela, Mariana Caló
O filme nasce de um processo de residência artística desenvolvido em proximidade com a coleção e o prisma curatorial do Centro Internacional das Artes José de Guimarães.

Dia 27, sábado, 21h, entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 5 | 93’ . 16 anos

LOVEBOX 
Croácia, 2018, 15’ | De Ivan Turkovic-Krnjak
Um dia de verão em Zagreb. Entediante e quente. Miro se sente só. Andrea precisa de amor. Os dois não se conhecem, mas estão usando o mesmo aplicativo de encontros. Seria esse o dia de sorte deles?

59 SECONDI  
França/Suíça, 2017, 16’ | De Mauro Carraro
A história de amor de Bruno e Tiziana é virada do avesso pelos 59 segundos que escreveram uma das páginas mais trágicas da história da Itália – o terremoto que destruiu Friuli em maio de 1976.

LAS FUERZAS  
Argentina, 2018, 18’ | De Paola Buontempo
O filme registra o processo de aprendizagem de um grupo de jóqueis. Em suas práticas análogas, a simulação reproduz uma experiência futura, e um rosto se transforma a partir de um gesto novo. Um pequeno corpo que não pode crescer, de uma fragilidade latente, sempre a ponto de quebrar.

UNO  
Espanha, 2018, 10’ | De Javier Marco Rico
Em alto mar, um celular que flutua dentro de um saco embalado a vácuo começa a tocar.

SKIP DAY 
EUA/Inglaterra, 2018, 17’ | De Ivete Lucas, Patrick Bresnan
Visões íntimas de um dia bem especial na vida dos alunos do último ano de uma região industrial de Everglades, Flórida: a festa de formatura acabou, o futuro é incerto, e a força irresistível da praia faz com que os amigos de longa data dirijam 100 km para relaxar, pensar e se divertir sobre as ondas.

TRIP TO PARIS 
Rússia, 2018, 17’ | De Maria Polyakova
Uma história sobre as complexas relações entre os prisioneiros da colônia penal de Kolpino, sua administração e a guarda, baseada em uma história real, filmada com uma forte influência documental. É a história de um adolescente que está para entrar na condicional e sair da colônia.

Dia 28, domingo, 21h, entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 6 | 81’ . 16 anos

L'ÉTRANGE HISTOIRE DE PRINCE DETHMER  
França, 2018, 22’ | De Corto Vaclav, Hadrien la Vapeur
Em um bairro popular de Brazzaville, um dançarino com um futuro promissor chamado Prince Dethmer é encontrado morto. Sua família organiza uma cerimônia fúnebre, convidando todos os seus amigos artistas para lhe render uma última homenagem. Alguns dias depois, Dethmer reaparece na cidade, sem saber que havia sido enterrado. A confusão reina e o jovem dançarino luta para se convencer de que ele não é um fantasma.

PRISONER OF SOCIETY 
Geórgia, 2018, 15’ | De Rati Tsiteladze
O que significa ser estrangeiro em sua própria casa e em seu próprio país? O curta é uma viagem íntima dentro do mundo e da mente de uma jovem transgênero, presa entre seu desejo pessoal de liberdade e as expectativas tradicionais de seus pais, o que dificulta sua relação.

TODAY ARTIST, TONIGHT TAXIST 
Moldávia-Romênia, 2018, 14’ | De Dumitru Grosei
Por conta de sua condição social, um jovem não tem a coragem de ser roqueiro ou motorista de táxi, muito menos de continuar com sua namorada. Essa situação incerta gera trágicas consequências.

LE SENS DE LA MARCHE  
Suíça, 2018, 10’ | De Jela Hasler
Paris, 2017: quando o novo presidente é eleito na primavera, o estado de emergência continua. Ele ronda a capital em busca de algo entre velhos e novos monumentos. À medida que a cidade luta para recuperar sua inocência, ele se infiltra suavemente no dia a dia e nas linhas da constituição.

LA TEMPÊTE 
França, 2018, 6’ | De Ricky Mastro
Léo tem fantasias com o rapaz do tempo. Sua obsessão pode ser realizada quando conhece Luca. A noite que passam juntos causa dúvidas e desejos que duram até as primeiras horas da manhã.

MANICURE 
Irã, 2017, 14’ | De Arman Fayyaz
A jovem que cometeu suicídio seria enterrada no túmulo sagrado do vilarejo, mas fanáticos da cidade foram expulsos ao descobrirem que ela era hermafrodita (mulher na parte cima, homem na parte de baixo).

Dia 29, segunda, 21h, entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 1 | 91’ . 16 anos

NUESTRO CANTO A LA GUERRA  
Bélgica/Colômbia, 2018, 15’ | De Juanita Onzaga
Este talvez seja o início de uma longuíssima história, em que espíritos e humanos se encontram para aprender o que resta da vida após a guerra.

BLUE CHRISTMAS 
Escócia/EUA/Inglaterra, 2017, 15’ | De Charlotte Wells
Na noite de Natal, 1968, em uma pequena cidade costeira escocesa, um cobrador de dívidas sai para trabalhar para evitar a psicose de sua mulher em casa, que não para de piorar.

ENTRE SOMBRAS  
França/Portugal, 2018, 13’ | De Alice Guimarães, Mónica Santos
Natália, presa em um emprego tedioso, sai em busca de um coração roubado. Em um mundo onde corações podem ser depositados em bancos, a protagonista enfrenta um dilema: dar seu coração ou ficar com ele para si?

ALL THESE CREATURES 
Austrália, 2018, 15’ | De Charles Williams
Um adolescente tenta decifrar suas memórias de uma praga misteriosa, desvendando seu pai e as pequenas criaturas dentro de todos nós.

GOVADAS 
Finlândia, 2018, 9’ | De Elina Oikari
O filme explora a contradição e harmonia entre o homem e a natureza através da poesia sámi. A percepção cíclica do tempo entre o único povo indígena vivendo dentro da União Europeia é apresentada no trabalho como formas e camadas desdobradas. Baseado em um material de 1940.

AND WHAT IS THE SUMMER SAYING 
Índia, 2018, 24’ | De Payal Kapadia
Namdeo aprendeu a viver na floresta com seu pai. Ele olha para a copa das árvores em busca de mel. O vento sopra, e a tarde cai no pequeno vilarejo. As mulheres do vilarejo sussurram pequenos segredos de seus amores perdidos. Uma estranha fumaça exala da terra como o sonho de um tempo que passou.

Dia 30, terça, 21h, entrada franca
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL 2 | 90 min . 16 anos

COMO FERNANDO PESSOA SALVOU PORTUGAL  
Bélgica/França/Portugal, 2018, 27’ | De Eugène Green
Durante os anos 1920, a pedido de um de seus funcionários, o poeta Fernando Pessoa cria um slogan publicitário para a bebida Coca-Louca, causando pânico no governo autoritário da época.

AFTERNOON CLOUDS 
Índia, 2017, 13’ | De Payal Kapadia
Kaki é uma viúva de 70 anos que mora com sua jovem criada, Malti. O filme se passa em uma tarde na casa delas, onde uma flor desabrocha na varanda. Malti encontra um garoto de sua cidade inesperadamente, enquanto homens dedetizam o prédio, o que faz com que Kaki tenha pesadelos.

GOLD 
Taiwan, 2018, 15’ | De Lee Yong Chao
Em um grande rio em algum lugar de Myanmar, enquanto extrai ouro a bordo de um barco velho e enferrujado, um dos trabalhadores pensa na promessa que um dia fez para seu amor que está distante, Lily.

PYSÄYTTÄJÄ  
Finlândia, 2018, 5’ | De Risto-Pekka Blom
Em 1989, um desconhecido deteve a coluna de tropas armadas na Praça Tiananmen, em Pequim, China. No dia anterior, uma manifestação que havia começado como um protesto de estudantes foi violentamente reprimida pelo exército. Nas democracias, o uso da força bruta foi substituído pela violência estrutural, em que o poder gira em torno de uma pequena elite econômica buscando seus próprios interesses. O objetivo principal do sistema político é manter essas estruturas de poder.

LA MÁXIMA LONGITUD DE UN PUENTE 
Argentina/Colômbia, 2018, 13’ | De Simón Vélez López
Depois de pular de uma ponte, William rouba uma motocicleta e leva Gina para dar uma volta.

CHIEN BLEU  
França, 2018, 17’ | De Fanny Liatard, Jeremy Trouilh
Emile tem medo do mundo lá fora. Ele fica em casa e pinta tudo de azul. Uma noite, seu filho Yoan encontra Soraya, uma garota apaixonada por dança tamil. Ela vai ajudá-lo a encontrar a cor certa.

Dia 31, quarta, 21h, entrada franca
NOITE DE ABERTURA (reprise) | 91 min . 16 anos

FEST 
Alemanha, 2018, 3’ | De Nikita Diakur
Drone. Manobra. Delírio. Inspirado e simulado no YouTube.

LIONEL 
Argentina, 2018, 14’ | De Pablo Menéndez
O argentino Lional Falcon, fotógrafo de animais, volta a Buenos Aires para se estabelecer profissionalmente após um triunfante período em São Paulo.

EGOCLIP 
Brasil, 1985, 22’ | De Andrea Falcão, Sandra Kogut
Registro de algumas ações da Dupla Especializada mostrando a construção de uma estratégia de legitimação junto ao circuito de arte por meio da manipulação autônoma de mecanismos do mass-media.

11010 
Brasil, 2018, 15’ | De Gabriela Monnerat, Rodrigo Amim
Ada e Evon moram numa cidade abundante, cheia de natureza artificial e digitalizada. Seria o amor um código binário?

HIATUS 
EUA, 2018, 7’ | De Vivian Ostrovsky
A protagonista deste filme é a introspectiva escritora ucraniana-brasileira Clarice Lispector (1920 – 1970). Baseado em uma única entrevista para a TV exibida apenas após sua morte. Por que Clarice? Há similaridades entre a história de nossas famílias no Brasil. Mas, principalmente, o que ela diz na entrevista corresponde a um sentimento de intermediário ou de hiato, o que traduz o que sinto hoje.

THE UNCHANGING SEA 
EUA, 2018, 30’ | De Bill Morrison
O filme foi inspirado na descoberta de uma cópia danificada de D.W. Griffith, “The Unchanging Sea” (1910), dentro dos cofres da biblioteca do Congresso americano. Tomando o antigo título como ponto de partida, uma nova narrativa foi reorganizada a partir de uma série de filmes antigos sobre entrar e voltar do mar.





Ingressos
Inteira – R$ 14,00 | Meia – R$ 7,00 (exceto segundas-feiras)
Segunda-feira – Promoção “Meia-entrada para todos” – R$ 4,00




Rua Miguel de Frias 9   Icaraí  Niterói  RJ  (21) 3674-7511 | 3674-7512      www.centrodeartes.uff.br




FONTE: Ana Luisa Vasconcellos Avila

Gerência de Comunicação - CINE ARTE UFF