Our social:

domingo, 7 de outubro de 2018

Confira a programação de filmes da TV BRASIL (08 a 13/10)

Entre os destaques, o documentário "Mangueira, 90 anos de história", dirigido por Carlos Colla e Henrique Lima. 


“Braço de Diamante”
Segunda-feira, 8 de outubro, às 23h45
O cidadão soviético Semyon Gorbunkov sai a passeio em um cruzeiro marítimo. No retorno à URSS, acaba levando joias, que haviam sido escondidas por engano no gesso colocado em seu braço após uma queda durante a viagem.
Enquanto os contrabandistas realizam várias tentativas para recuperar as joias, um capitão da polícia russa usa Gorbunkov como isca para pegar os criminosos. Já a esposa do protagonista começa a desconfiar de que ele fora recrutado pela inteligência estrangeira, ou pior: de que tem um caso com outra mulher.
100 min. Gênero: comédia. País: União Soviética. Idioma: russo. Ano: 1968. Direção: Leonid Gayday. Elenco: Yuriy Nikulin, Nina Grebeshkova, Andrey Mironov.
  
______
 “Rio Cigano”
Terça-feira, 9 de outubro, às 23h45
(Reprise na madrugada de sábado para domingo, às 3h)
O longa-metragem “Rio Cigano” conta a história de cumplicidade entre duas meninas ciganas, Kaia e Reka, violentamente separadas na infância e criadas em mundos distantes.
Durante uma viagem pelo interior do Brasil, ciganos se veem obrigados a atravessar a fazenda de um Conde, de onde são expulsos. Em meio ao tumulto da fuga, uma das meninas se perde do grupo e é raptada pelo fazendeiro. Ela é criada no casarão da fazenda como servente da Condessa que, obcecada em não envelhecer, tudo suga e destrói à sua volta.
Reka cresce absorvida pelo trabalho e se agarra às poucas lembranças da vida cigana.
Kaia, por sua vez, é criada pela própria família até deixar o acampamento e partir sozinha em busca de Reka.
"Rio Cigano" marca a estreia da diretora Julia Zakia em longas-metragens. O filme participou de diversos festivais no Brasil e no exterior, incluindo o Festival do Rio 2013, a 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, o Festival Internacional de Cinema do RS, a Competição Oficial Viña del Mar, a Muestra de Cine Centro e Iberoamericano (Nicaragua) e a Mostra do Filme Livre.
80min. Ano: 2013. Gênero: drama. Direção: Julia Zakia. 80min. Classificação: 14 anos.

 _____
“Zé do Periquito”
Quarta-feira, 10 de outubro, às 23h45
(Reprise no sábado, 13, às 23h30)
Em “Zé do Periquito”, Mazzaropi interpreta Genó, um tímido e pobre jardineiro que se encanta por uma das alunas do colégio onde trabalha. A jovem Carmem é filha de um empresário bem-sucedido, mas que passa por dificuldades financeiras.
Para conquistar a moça, Genó deixa o emprego de jardineiro e vai para outra cidade, onde trabalha com seu realejo. O realejo fica famoso e Genó consegue uma pequena fortuna em pouco tempo.
As filmagens foram realizadas nos Estúdios da Vera Cruz, com locações em Santos. O longa conta com números musicais de Mazzaropi, Agnaldo Rayol, Hebe Camargo, Cely Campello, Tony Campello, George Freedman, Paulo Molin e Carlão.
100 min. Ano: 1960. Gênero: Comédia. Direção e roteiro: Amácio Mazzaropi, Ismar Porto. Classificação indicativa: Livre.
  
___
“Minha Rua”
Quinta-feira, 11 de outubro, às 22h45
Muitas pessoas, em algum momento de suas vidas, já desejaram compartilhar suas histórias e experiências, seja para deixá-las registradas para filhos e família, seja para transmitir uma mensagem em que acredite.
Em “Minha Rua”, o apresentador Leandro Firmino percorre as ruas do Brasil para conhecer de perto personalidades famosas nos locais onde moram – pelo trabalho realizado e pelo carisma contagiante – e fazer com que as histórias dessas pessoas cheguem ainda mais longe.
Coprodução Jabuti Filmes e Cinema Nosso, “Minha Rua” retrata as dinâmicas que ocorrem entre os jovens nas ruas, por meio de projetos culturais, ecológicos e sociais que têm a rua como local de realização.
Ator nascido no Rio de Janeiro, Leandro Firmino foi revelado na oficina de atores Nós do Morro, participando do elenco do curta Palace II (2001), de Fernando Meirelles e Kátia Lund. No ano seguinte, ficou conhecido ao interpretar o traficante Zé Pequeno em Cidade de Deus, também dirigido por Meirelles, filme selecionado para o Festival de Cannes e, posteriormente, indicado ao Oscar em quatro categorias.
Gênero: documentário. Idioma: Português. Realização: Canal Futura. Classificação Indicativa: Livre

 ____
“Mangueira, 90 anos de histórias”
Quinta-feira, 11 de outubro, às 23h45
Documentário apresenta curiosidades e reflexões sobre os 90 anos da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, contadas por personalidades que vivenciaram e foram testemunhas da história da Escola.
Cartola, Dona Neuma, Dona Zica, Nelson Sargento, Hermínio Bello de Carvalho e Tantinho da Mangueira são alguns dos nomes que participam desse importante resgate histórico.
52 min. Direção: Carlos Colla e Henrique Lima. Gênero: documentário. Classificação Indicativa: Livre

____
“Com Poesia”
Quinta-feira, 11 de outubro, à 0h45
Luis Fernando Castellanos, mais conhecido como "Pyscho" no mundo do hip hop, é o chefe do departamento de amostragem do Instituto Nacional de Estatística da Guatemala. Depois de 10 anos de carreira no rap, ele viaja pelo país junto com seu irmão – Gustavo Montenegro ou "TeVe, o Beatmaker" –, dando visibilidade à nova geração de hip hop e se inspirando na realidade para compor seu quarto álbum.
Inédito. 52 min. Ano: 2018. País: Guatemala. Idioma: espanhol. Gênero: documentário. Título original: “Con Poesía”. Direção e produção executiva: Felipón Díaz. Produção: María Fernanda Carvajal Alpizar. Realização: CACI Conferencia de Autoridades Cinematográficas de Iberoamérica; Canal Congresso de la República; Cinema 502 – PON. Classificação Indicativa: 12 anos
  
 _____
"Tintim e o Caso Calculus"
Sexta-feira, 12 de outubro, às 17h30
No longa de animação (baseado na clássica série de quadrinhos criada pelo quadrinista belga Hergé nos anos 1950), Tintim e seus amigos se deparam com estranhos acontecimentos no Castelo de Moulinsart: janelas quebradas, espelhos rachados e vasos esmagados sem qualquer motivo aparente. A máquina de ultrassom do Prof. Calculus poderia ser a origem dos acontecimentos estranhos, talvez. Mas, em viagem a Genebra, o Prof. Girassol desaparece misteriosamente. Agora, cabe a Tintim, Milu e Haddock partir em sua ajuda. Mas eles correrão extremo perigo...
O Caso Calculus ("L'Affaire Tournesol") é um filme de animação baseado na série de quadrinhos homônima, publicada em 1957. Originalmente, o desenho foi lançado pelos estúdios Belvision como uma série de 22 episódios animados curtos, que anos mais tarde seriam agrupados em um único longa-metragem.
60 min. Direção: Raymond Leblanc. Ano 1964. Título original: L'Affaire Tournesol. País: Bélgica. Idioma original: francês. Roteiro inspirado na obra de Hergé.
  
 ____
“Tintim e o Lago dos Tubarões”
Sexta-feira, 12 de outubro, às 21h45
Tintim, Milu e o Capitão Haddock viajam à Sildávia para visitar o Prof. Girassol, que está hospedado às margens de um lago misterioso. Os Dupondt acompanham a viagem, que logo de início é interrompida por um estranho desastre de avião. A salvação vem de um casal de crianças, Niko e Nouchka, e seu cachorro, Gustav.
Uma intriga policial se desenrola ao redor do lago que dá nome à história. O lugar, na verdade, abriga o esconderijo de um poderoso e conhecido vilão, que está de olho na mais nova invenção do cientista: uma máquina capaz de reproduzir objetos. O plano do criminoso é usar o invento para fazer cópias perfeitas de obras de arte, e caberá a Tintim e seus novos amigos impedir isso.
Tintim e o Lago dos Tubarões é o segundo longa de animação baseado nos personagens de Hergé. Produzido pelos estúdios Belvision, que anteriormente já haviam trabalhado em uma série de desenhos e um filme animado estrelado por Tintim, o filme tem roteiro de Greg e direção de Raymond Leblanc.
75 min. Idioma: francês. Título original: Tintin et le lac aux requins. Ano: 1972. País: França. Gênero: animação/aventura. Direção: Raymond Leblanc. Roteiro: Michel Régnier, Eddie Lateste, Jean-Michel Charlier, Jos Marissen, Rainer Gocksch. Autores: Hergé, Michel Régnier.

 _____
"O Cinema Animado"
Sexta-feira, 12 de outubro, à 0h15 (madrugada de sexta para sábado)
Documentário resgata as etapas por quais passou o cinema de animação brasileiro até que chegasse a ocupar espaço nas TVs, ser reconhecido nos festivais internacionais e indicado ao Oscar. O documentário destaca a importância dos acordos comerciais, da criação do CTAV, dos festivais e das entidades.
Pela visão de criadores e gestores, "O Cinema Animado" traça um painel amplo e preciso dos bastidores de todo o processo da animação. O filme remonta ao começo da atividade audiovisual no Brasil, às experiências com animação nos grandes estúdios, passa pela criação do Anima Mundi e analisa a conjuntura da atividade no país.
110 min. Ano: 2013. País: Brasil. Gênero: Documentário. Direção, produção e pesquisa: Arnaldo Galvão e Sergio Nesteriuk. Consultoria: Marcos Magalhães.

 _____
“O Lamparina”
Sábado, 13 de outubro, às 16h
(reprise na madrugada de sábado para domingo, à 1h)
Em "O Lamparina", Amácio Mazzaropi interpreta Bernardino Jabá, pacato homem do campo que acaba se disfarçando de cangaceiro para não se defrontar com o bando de Zé Candieiro.
Incrementando a farsa, ele faz com que sua família inteira finja ser parte de seu bando. E todos vão parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros, onde o “destemido” Lamparina vai ter que mostrar que é um “cabra valente” de verdade.
Com figurinos marcantes e direção de Glauco Mirko Laurelli, o longa tem no elenco, além de Mazzaropi, Geny Prado e Emiliano Queiroz.
91 min. Ano: 1964. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Manoel Vieira, Astrogildo Filho, Zilda Cardoso, Ana Maria Guimarães, Emiliano Queiroz, Carlos Garcia, Francisco de Souza, Rosemary Wong, Carla Diniz, Rafael Gallardo Tina, Agostinho Toledo, João Batista de Souza, David Cardoso, Francisco di Franco. Classificação Indicativa: Livre.

_______
SERVIÇO: 
        Segunda (8) – 23h45 – “Braço de Diamante” – comédia (Cine Mundial)
·         Terça (9) – 23h45 – “Rio Cigano” – drama (Cine Nacional)
·         Quarta (10) – 23h45 – “Zé do Periquito” – comédia (Cine Mazzaropi)
·         Quinta (11) – 22h45 – “Minha Rua” – documentário (Doc Brasil)
·         Quinta (11) – 23h45 – “Mangueira, 90 anos de histórias” – documentário (Doc Brasil)
·         Quinta (11) – 0h45 – “Com Poesia” – documentário (DocTV América Latina)
·         Sexta (12) – 17h30 – “Tintim e o Caso Calculus” – animação/aventura
·         Sexta (12) – 21h45 “Tintim e o Lago dos Tubarões” – animação/aventura
·         Sexta (12) – 0h30 – “O Cinema Animado” – documentário
·         Sábado (13) – 16h – “O Lamparina” – comédia (Cine Mazzaropi)
·         Sábado (13) – 23h30 – “Zé do Periquito” – comédia (Cine Mazzaropi)
·         Sábado (13) – “O Lamparina” (reprise) – comédia (Cine Mazzaropi)
Sábado (13) – “Rio Cigano” (reprise) – drama (Cine Nacional)

Fonte: Ricardo Ribeiro/ TV BRASIL