Our social:

domingo, 18 de março de 2018

TV BRASIL - FILMES DA SEMANA IBERMEDIA



CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE 17 a 25 de MARÇO DE 2018



7 Cajas”
Sábado, 17 de março, às 23h30
É sexta-feira à noite no Mercado 4 de Assunção, Paraguai. Víctor, um moço de recados de 17 anos, consegue um serviço. Com a remuneração, pretende adquirir um celular. Entregam-lhe sete caixas para que o jovem as transporte em troca de cem dólares.
Víctor desconhece o quanto esse dinheiro vale em guaranis, a moeda do Paraguai, mas tem a impressão de que é um valor alto.
O que parece um trabalho fácil não demora a dar problemas: as caixas contêm algo que todos querem. De repente, Víctor se vê enredado em um crime com o qual não contava.

100 min. Gênero: policial, suspense. País: Paraguai. Direção: Juan Carlos Maneglia e Tana Schémbori, com Celso Franco, Víctor Sosa, Lali Gonzalez. Classificação: 14 anos.

__________
Eva no Duerme”
Sábado, 17 de março, à 1h

Em 1952, a primeira-dama da Argentina, Evita Péron, morre de câncer aos 33 anos e seu corpo é embalsamado, após meses de um trabalho minucioso. Três anos depois, o presidente Juan Perón sofre um golpe de estado e o corpo de Evita é enviado para a Europa, com o intuito de apagar o legado dela da memória popular.
O corpo de Evita torna-se, então, o centro de um confronto de poder que dura 25 anos, percorrendo diversas cidades europeias, até retornar à Argentina.
O filme – que traz o ator Gael Garcia-Bernal no papel do almirante Massera, um dos artífices da ditadura argentina – é dividido em três partes: o embalsamento em 1952, o roubo do corpo em 1956, e o sequestro do general Aramburu por guerrilheiros peronistas em 1970.
86 min. Ano: 2015. Gênero: Drama. País de Produção: Argentina / Espanha / França. Direção: Pablo Agüero. Elenco: Gael García-Bernal, Denis Lavant, Imanol Arias. Classificação: 18 anos.

______
Il Futuro”
Domingo, 18 de março, à 1h
Bianca e Tomás perdem seus pais em um acidente de carro. Agora eles têm que sobreviver sozinhos, em um subúrbio de Roma. Com o tempo, abandonam os estudos. Bianca começa a trabalhar em um salão de cabeleireiro e seu irmão, em uma academia de ginástica. Na cidade, conhecem dois homens mais velhos que acabam indo morar em sua casa e acompanhando Bianca a caminho da maturidade, através das piores facetas da sexualidade e da mentira.
Adaptado do romance "Una novelita lumpen", do escritor chileno Roberto Bolaño, “Il Futuro” conquistou diversos prêmios, entre os quais o do Festival Internacional de Cinema de Rotterdam: Melhor Prêmio de Cinema do Círculo de Jornalistas; Festival de Cinema Latino Huelva, Espanha: Melhor Diretor, Melhor Atriz (Manuela Martelli)
95 min. País: Chile. Idioma original: italiano, inglês, espanhol. Gênero: drama. Ano: 2013. Direção: Alicia Scherson. Roteiro: Alicia Scherson, baseada em “Una novelita lumpen”, de Roberto Bolaño. Elenco: Rutger Hauer, Manuela Martelli, Luigi Ciardo, Nicolás Vaporidis, Alessandro Giallocosta. Classificação: 13 anos.
________

Noite de Inverno em Gagra”
Segunda-feira, 19 de março, às 23h45
Beglov fora uma estrela da dança de sapateado nos anos 1950, mas perdeu tudo quando o estilo saiu do gosto popular. No ostracismo, Beglov passou a levar uma vida modesta e discreta. Trabalha como instrutor de dança para grupos de música pop, na qual outras estrelas brilham. Fez questão de esquecer o sapateado e até mesmo conversar sobre isso.
De repente, tudo muda: em um estranho encontro, um jovem com a perna quebrada tenta convencer Beglov a ensiná-lo o sapateado. E o experiente dançarino se vê diante de uma realidade que havia deixado para trás.

Inédito. 89 min. Ano: 1985. País: União Soviética. Título Original: Zimniy vecher v Gagrakh. Gênero: musical/drama. Direção: Karen Shakhnazarov. Elenco: Evgeniy Evstigneev, Arkadi Nasyrov, Aleksandr Pankratov-Chyornyy, Natalya Gundareva.
__________
"Bar Esperança, o último que fecha"
Terça-feira, 20 de março, às 23h45
Um grupo de pessoas se reúne em um bar de Ipanema que está prestes a fechar para dar lugar a um edifício. Intelectuais, artistas e gente da noite juntam forças para impedir sua demolição. Entre os muitos fregueses do bar estão a atriz Ana, seu marido Zeca e um casal que está sempre brigando.

No Festival de Gramado de 1983, "Bar Esperança, o último que fecha" recebeu o troféu Kikito nas categorias de melhor atriz (Marília Pêra), melhor roteiro (Hugo Carvana, Denise Bandeira, Marta Alencar, Euclydes Marinho e Armando Costa), melhor atriz coadjuvante (Sylvia Bandeira).
127 min. Ano: 1983. Gênero: Comédia. Direção: Hugo Carvana. Elenco Marília Pêra, Hugo Carvana, Paulo César Pereio, Sílvia Bandeira, Thelma Reston, Antônio Pedro, Louise Cardoso, Nelson Dantas, Anselmo Vasconcelos, Luiz Fernando Guimarães, Daniel Filho, Jonas Torres.

______
Jeca Tatu”
Quarta-feira, 21 de março, às 23h45

Jeca é um roceiro preguiçoso de dar dó, mas a preguiça está com os dias contatos. Seu ranchinho está ameaçado pela ganância de latifundiários sem coração. Ele vai usar todo o seu jeito matreiro para manter seu cantinho de terra.
Em “Jeca Tatu” – declarada homenagem ao conterrâneo Monteiro Lobato, criador do personagem homônimo na obra Urupês –, Mazzaropi trata com singeleza a figura do homem do campo e a questão da reforma agrária.
95 min. Ano: 1960. Gênero: Comédia. Direção: Milton Amaral. Roteiro: Milton Amaral, Amácio Mazzaropi. Classificação: livre.
______
Tocar Y Luchar”
Quinta-feira, 22 de março, às 23h45
O documentário de Alberto Arvelo conta a história de “El Sistema” (“O Sistema”), um modelo didático criado na Venezuela voltado ao ensino público de música.
 Tocar y Luchar” acompanha seis crianças venezuelanas que aprendem música pelo Sistema. As orquestras juvenis e infantis da Venezuela são o projeto orquestral mais importante daquele país. Atualmente, agrupam mais de 200 mil crianças e jovens na Venezuela, mais outros milhares na América Latina, sob direção de alguns dos mais célebres músicos contemporâneos, como Claudio Abbado, Sir Simon Rattle, Plácido Domingo, Giuseppe Sinopoli e Eduardo Mata.
Dirigido por Alberto Arvelo, o filme obteve o prêmio de melhor documentário no Cine Las Americas International Film Festival e Albuquerque Latino Film Festival. Ganhou também o prêmio no Festival do Cine Venezuelano de Mérida como melhor documentário e melhor música original, além do Prêmio Loris |Malaguzzi, da Itália
70 min. País: Venezuela. Ano: 2006. Gênero: Documentário Direção: Alberto Arvelo. Elenco: Claudio Abbado, José Antonio Abreu, Daniel Arias, Joyce Blanco, Simon Rattle, Ronny Marcano, Eduardo Marturet

______

Jeca contra o Capeta”
Sábado, 24 de março, às 16h

Em uma uma pequena cidade do interior, a notícia da aprovação do divórcio alegra a viúva Dionísia, cuja ideia fixa é conquistar o caipira Poluído (Mazzaropi). Este, porém, é bem-casado e feliz. Mas de repente, um dos empregados de Dionísia aparece morto, e o crime é atribuído a Poluído.
O caipira O caipira se vê obrigado a enfrentar uma rica fazendeira, obcecada por ter seu amor.
Paródia tupiniquim de “O Exorcista” (1974), “Jeca contra o capeta” foi recorde de público do cinema nacional da época.
Reprise. 95 min. Ano: 1975. Gênero: Comédia. País: Brasil. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner. Roteiro: Amácio Mazzaropi, Gentil Rodrigues, Pio Zamuner. Classificação Indicativa: Livre.
________

Asaltar los Cielos”
Sábado, 24 de março, às 23h30

20 de agosto de 1940, Coyoacán, nos arredores da Cidade do México. Sentado à mesa do escritório, um velho lê um artigo. Ao lado dele está o autor do texto: um homem jovem, bonito e amável. O jovem tira uma picareta escondida em sua capa de chuva e atinge o crânio do velho. Há um profundo grito de raiva e dor. É o grito de um homem que morreria. Um grito que perseguirá o assassino pelo resto de sua vida.
O assassinado é chamado Leon Trotsky. O assassino é Ramón Mercader del Río, espanhol, agente da KGB. Um homem com a missão de assaltar os céus.
O documentário espanhol dirigido por José Luis López-Linares conquistou o Prêmio do Juri como reconhecimento no Festival de Bogotá (Colômbia) e no Prêmio Ondas (Espanha).
96 min. Título original: Asaltar los Cielos. País: Espanha. Ano: 1996. Gênero: documentário. Direção: José Luis López-Linares, Javier Rioyo. Elenco: Charo López (voz); Luis Mercader, Laura Mercader, Elena Poniatowska, Manuel Vázquez Montalbán, Víctor Alba, Teresa Palau, Santiago Carillo, Sara Montiel. Classificação Indicativa: 18 anos.

___________

Azul Y No Tan Rosa”
Sábado, 24 de março, à 1h

Diego, um bem-sucedido fotógrafo, decide formalizar seu relacionamento com Fabrizio e começar a viver com ele. Mas, inesperadamente, é forçado a cuidar de seu filho, Armando, que vive na Espanha e que não vê há anos.
Armando traz consigo muitos preconceitos, de modo que Diego não achará fácil restabelecer o relacionamento afetivo com ele. Para piorar, um grupo de radicais homofóbicos ataca Fabrizio e o deixa em coma.
Azul Y No Tan Rosa” foi ganhador do Prêmio Goya 2014 como melhor filme Ibero-americano.
120 min. Ano: 2012. Gênero: Drama. País: Venezuela. Direção e roteiro: Miguel Ferrari. Elenco: Guillermo García, Ignacio Montes, Hilda Abrahamz, Carolina Torres, Elba Escobar, Juan Jesús Valverde, Beatriz Valdés, Aroldo Betancourt, Daniela Alvarado, Alexander Da Silva, Sócrates Serrano, Arlette Torres, Juan Carlos Lares.

_________
Llevarte al mar”
Domingo, 25 de março, à 1h

Grande trovador, poeta e compositor hondurenho, Guillermo Anderson conseguiu fundir os ritmos tradicionais de seu país, como a “parranda” e a “ponta”, ao rock, reggae, calipso, entre outros.
Por meio de sua música e seu trabalho, Anderson defende a cultura, ecologia, saúde e alfabetização. Sua música "No meu país" passou a ser considerada um hino nacional alternativo em Honduras.
O documentário apresenta a vida e a obra do músico, uma das figuras mais importantes da cultura latino-americana.
Llevarte al mar” foi exibido no Festival Internacional de Bogotá, Colômbia; Festival ICARO, Guatemala; Festival do Novo Cinema Latino Americano, Havana, Cuba; Poor Film Festival, Gibara, Cuba; Missão VIDEO FEST San Francisco E.U; Casa de Américas mostra Madrid, Espanha.
Inédito. 90 min. País: El Salvador. Idioma original: espanhol. Gênero: documentário. Ano: 2009. Direção: Jorge Dalton. Roteiro: Jorge Dalton. Classificação: livre.


Fonte: Ricardo Ribeiro/TV BRASIL