Our social:

domingo, 19 de novembro de 2017

Filmes da TV Brasil - Programação de 19 a 26 de novembro de 2017


Entre os destaques, o premiado filme argentino de Juan José Campanella "O filho da noiva" com Ricardo Darín, Héctor Alterio e Norma Aleandro.

_____________________________________________________
Domingo, 19 de novembro (madrugada de domingo para segunda-feira)

Orfeu 
00h30, na TV Brasil

Ano: 1999. Gênero: drama. Direção: Cacá Diegues. Roteiro: oão Emanuel Carneiro, Carlos Diegues, Paulo Lins, Hamilton Vaz Pereira, Hermano Vianna. Elenco: Toni Garrido, Patricia França, Murilo Benicio, Zezé Motta, Milton Gonçalves, Isabel Fillardis, Maria Ceiça, Stepan Nercessian.

Com roteiro baseado na peça de Vinícius de Morais, o filme conta a história de amor entre Orfeu e Eurídice. A adaptação ambientou a obra no Brasil, em uma favela do Rio de Janeiro, na época do Carnaval. As imagens da folia foram captadas no Sambódromo da Marquês de Sapucaí durante o desfile da escola de samba Viradouro.

Inspirado na mitologia grega, a trama mostra a trajetória de Orfeu (Toni Garrido), líder da escola de samba e principal compositor da agremiação, que se apaixona por Eurídice (Patrícia França), jovem recém-chegada de uma pequena cidade na floresta amazônica.

O protagonista se divide entre os quatro dias de carnaval e a paixão por Eurídice até que a moça é vítima de traficantes de drogas que dominam a área em que mora. A violência e a folia convivem na película que foi a obra indicada pelo Brasil ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

O drama representou o Brasil na indicação para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. A lista de prêmios conquistados pelo drama "Orfeu" é extensa.

O longa foi reconhecido com o Grande Prêmio Cinema Brasil nas categorias Melhor Filme, Melhor Trilha Sonora e Melhor Fotografia. Murilo Benício (Melhor Ator) e Cacá Diegues (Melhor Diretor) também foram indicados.

A Associação Paulistas de Críticos de Artes concedeu à produção Prêmio de Melhor Fotografia. No exterior, a obra conquistou o Prêmio de Melhor Filme no Festival de Cartagena (Colômbia).

Inédito. 110 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 00h30

______________________________________________________

Segunda-feira, 20 de novembro

O Corredor Noturno
23h00, na TV Brasil

Título original: El Corredor Nocturno. País: Espanha. Ano: 2009. Gênero: thriller. Direção: Gerardo Herrero. Elenco: Leonardo Sbaraglia, Miguel Angel Solá, Erika Rivas, Santiago Daicz, Juana Daicz.

Como gerente de uma companhia de seguros, Eduardo vive sob constante  pressão. O profissional geralmente sai para correr para aliviar a pressão que vive no trabalho.

Ao retornar de uma viagem de negócios, no aeroporto, um homem chamado Raymond Conti se apresenta e mantém com ele uma conversa aparentemente casual em que o encoraja a mudar sua vida para ser livre.

Ao lado deles está Clara, a psicóloga doce e compreensiva que ama Eduardo, mas que, em uma encruzilhada, pode ser manipuladora e inflexível. Depois disso, Eduardo volta para casa, com sua esposa e filha.

A partir do encontro tudo muda para Eduardo e sua vida diária começa a se deslizar para um território ambíguo em que as certezas desaparecem. Conti tem planos e irá até o limite para alcançar seu propósito.

Com roteiro baseado na obra homônima do escritor uruguaio Hugo Burel, o filme coproduzido por Espanha e Argentina é dirigido por Gerardo Herrero. 

Inédito. 98 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 23h00

______________________________________________________


Segunda-feira, 20 de novembro (madrugada de segunda para terça-feira)

O Filho da Noiva
1h30, na TV Brasil

Título original: El Hijo de La Novia. País: Argentina. Ano: 2001. Gênero: drama. Direção: Juan José Campanella. Elenco: Ricardo Darín, Héctor Alterio, Norma Aleandro, Natalia Verbeke, Eduardo Blanco, Gimena Nóbile, Claudia Fontán, David Masajnik, Atilio Pozzobon, Salo Pasik.

Rafael dedica 24 horas por dia ao seu restaurante. Ele está divorciado,  dificilmente vê sua filha, não tem amigos e evita se comprometer com sua namorada. 

Há muito tempo Rafael não visita sua mãe, internada em um lar de idosos com doença de Alzheimer. Uma série de eventos inesperados, porém, o obrigam a repensar sua vida. Entre eles, a intenção de seu pai de realizar o antigo sonho de sua mãe: se casar na igreja.

Estrelado pelo galã argentino Ricardo Darin, considerado uma das principais personalidades do entretenimento do país nos últimos quinze anos, o drama "O Filho da Noiva" foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

O longa conquistou reconhecimento de diversos festivais de cinema. Em Montreal (Canadá), levou os Prêmios do Juri e de Melhor Filme da América Latina. No Festival de Gramado, venceu nas categorias Melhor Filme do Júri Popular, Melhor Atriz (Norma Aleandro) e recebeu o Prêmio da Crítica. 

No Festival de Havana (Cuba), o longa conquistou o Prêmio OCIC e o de Melhor Filme no Voto Popular. Na Semana de Filme de Valladolid (Espanha), venceu como Melhor Filme. Já no Festival de Viña del Mar (Chile), a produção ganhou como Melhor Atriz Coadjuvante (Norma Aleandro).

A Associação dos Críticos de Cinema da Argentina reconheceu a produção em diversas categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Edição, Melhor Ator (Ricardo Darín), Melhor Ator Coadjuvante (Eduardo Blanco), Melhor Atriz Coadjuvante (Norma Aleandro) e Melhor Revelação Feminina (Claudia Fontán).

Inédito. 123 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 1h30

______________________________________________________


Terça-feira, 21 de novembro (madrugada de terça para quarta-feira)

La Vida Útil
01h30, na TV Brasil

Título original: La Vida Útil. País: Uruguai. Ano: 2010. Gênero: drama. Direção: Federico Veiroj. Elenco: Jorge Jellinek, Manuel Martínez Carril, Paola Venditto.

Jorge mora com seus pais e trabalha na Cinemateca há 25 anos. Programa e projeta filmes, recebe o público, gerencia um espaço de rádio e atende a todos os tipos de perguntas.

Quando a Cinemateca quebra, Jorge se vê sem emprego. Mas é precisamente o cinema que lhe permite sobreviver e se adaptar ao novo mundo que o aguarda.

Dirigido por Federico Veiroj, o drama uruguaio “La Vida Útil” conquistou reconhecimento em festivais de cinema de diversos países. No Festival de Havana (Cuba) recebeu o Prêmio de Melhor Filme. No Festival de Valdivia (Chile), venceu na categoria Melhor Diretor.

Já no Festival de Cartagena (Colômbia), o filme levou o Prêmio FIPRESCI. No Festival de Cinema Independente de Buenos Aires (Argentina), o reconhecimento foi na categoria Melhor Ator (Jorge Jellinek). No Festival de San Sebastian (Espanha), o drama foi lembrado com o Prêmio Cinema em Construção. 

“La Vida Útil” ainda conquistou o Prêmio do Juri no Festival de Istambul (Turquia) e o Prêmio de Melhor Filme no Festival de La Roche Sur Nyon (França).

Inédito. 67 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 01h30

______________________________________________________


Quarta-feira, 22 de novembro

Raça
23h00, na TV Brasil

Ano: 2012. Gênero: documentário. Direção: Joel Zito Araújo e Megan Mylan.

Apesar de viverem em um país com a segunda maior população negra do mundo e com a reputação de harmonia racial, os afro-brasileiros permanecem praticamente ausentes dos salões do poder. O documentário “Raça” apresenta a história de três pessoas na linha de frente da batalha contemporânea pela igualdade em um país que se orgulha de ser exemplo de democracia racial.

Dirigido por Joel Zito Araújo e Megan Mylan, o filme acompanha as ações de três personagens nessa luta. Em Brasília, o único senador negro defende o Estatuto da Igualdade Racial. Em São Paulo, um famoso cantor negro lança uma emissora de TV. Na zona rural, uma neta de africanos escravizados defende os direitos de sua terra ancestral.

Reprise. 106 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h00

______________________________________________________


Quarta-feira, 22 de novembro (madrugada de quarta para quinta-feira)

Bicicleta, Cullera, Poma
01h30, na TV Brasil

Título original: Bicicleta, Cullera, Poma. País: Espanha. Ano: 2010. Gênero: documentário. Direção: Carles Bosch.

No outono de 2007, o político Pasqual Maragall é diagnosticado com o Mal de Alzheimer. Após o duro golpe, Maragall e sua família iniciam uma cruzada contra a doença, com inteligência, sinceridade e bom humor.

Por dois anos, o diretor Carles Bosch retrata esse paciente excepcional, disposto a que os cientistas encontrem a cura, antes que o número de 26 milhões de enfermos no mundo se multiplique por 10. 

O filme espanhol “Bicicleta, Cullera, Poma” conquistou reconhecimento em diversos eventos da sétima arte.  O longa foi prêmiado como Melhor Documentário no Goya, Prêmio Gaudí (Espanha), Prêmio José María Forqué e no Círculo de Escritores Cinematográficos da Espanha. A obra ainda foi premiada Festival do  Ceará nas categorias Melhor Trilha Sonora e Melhor Edição.

Inédito. 106 min.
Classificação Indicativa: 18 anos.
Horário: 01h30

______________________________________________________

Quinta-feira, 23 de novembro (madrugada de quinta para sexta-feira)

Amantes
01h30, na TV Brasil

Título original: Amantes. País: Espanha. Ano: 1991. Gênero: drama. Direção: Vicente Aranda. Elenco: Victoria Abril, Maribel Verdú, Jorge Sanz, Enrique Cerro, Mabel Escaño, Alicia Agut, José Cerro, Gabriel Latorre, Saturnino García, Ricard Borrás, Lucas Martín.

No ano de 1955, em Madrid, Paco termina o serviço militar e decide se instalar na capital espanhola. Ele planeja o casamento com sua namorada Trini, mas outra mulher, uma viúva atraente que alugou um quarto, cruza seu caminho. Obcecado com sua nova amante, Paco se afastará cada vez mais de sua namorada, tendo que finalmente escolher entre uma delas.

Dirigido por Vicente Aranda, o drama espanhol “Amantes” conquistou o Prêmio Goya de Melhor Filme e de Melhor Diretor. O longa também recebeu o Leão de Prata de Melhor Atriz (Victoria Abril).

No evento Fotogramas de Prata, o drama foi considerado o Melhor Filme espanhol, mesma categoria que foi reconhecida no Prêmio Sant Jordi. No Festival de Chicago (EUA), “Amantes” venceu na categoria Melhor Diretor. Já Festival Internazional del Giallo e del Mistero (Itália), o longa foi considerado o Melhor Filme.

Inédito. 103 min.
Classificação Indicativa: 18 anos.
Horário: 01h30

______________________________________________________


Sexta-feira, 24 de novembro (madrugada de sexta-feira para sábado)

Mariposa Negra
00h30, na TV Brasil

Título original: Mariposa Negra. País: Peru. Ano: 2006. Gênero: drama. Direção: Francisco Lombardi. Elenco: Melania Urbina, Magdyel Ugaz, Ivonne Fraysinett, Gustavo Bueno, Wendy Vázquez, Luis Homar.

Gabriela está prestes a se casar com Guido, um conhecido  juiz de investigação, quando ele é assassinado em circunstâncias estranhas. Um jornal medíocre  publica a notícia, insultando-o. Gabriela vai ao jornal e é assim que ela conhece a autora do artigo, Angela.

Sem querer, a jornalista Angela se vê obrigada a ajudar Gabriela a investigar o fato e assim limpar a imagem de Guido. Gabriela entra em uma rede de corrupção que envolve o Chefe do Serviço de Inteligência do Governo, Vladimiro Montesinos.

O drama peruano “Mariposa Negra” conquistou o prêmio de Melhor Atriz (Melania Urbina) no Festival de Biarritz (França). A mesma categoria rendeu o reconhecimento de Melhor Atriz para Magdyel Ugaz no Festival do Ceará.

Já no Festiva de  Montreal (Canadá), o diretor Francisco Lombardi foi homenageado com o Prêmio Glauber Rocha.

Inédito. 118 min.
Classificação Indicativa: 18 anos.
Horário: 00h30

______________________________________________________

Sexta-feira, 24 de novembro (madrugada de sexta-feira para sábado)

Desnudo com Naranjas
02h30, na TV Brasil

Título original: Desnudo com Naranjas. País: Venezuela. Ano: 1996. Gênero: drama histórico. Direção: Luis Alberto Lamata. Elenco: Lourdes Valera, Daniel Alvarado, Carlos Mata, Pedro Durán, Gonzalo Cubero, Luis Fernández.

No sangrento século XIX venezuelano, cheio de guerras, feitiçarias e superstições, um índio e uma mulher branca decidem abandonar tudo para se amarem livremente. No caminho deles, cruza um amuleto mágico, o "bilongo", que garante a sorte no jogo de azar, mas em troca de um preço terrível que o último possuidor deve pagar.

Dispostos a usufruir da vida alguns momentos de felicidade, os amantes tentam escapar do inevitável. A trama do filme é baseada livremente no conto de Stevenson "O diabo na garrafa" e em uma antiga lenda popular.

O drama histórico foi reverenciado em diversos festivais. No Festival de Cinema Venezuelano, o filme conquistou os prêmios de Melhor Direção, Melhor Roteiro,  Melhor Fotografia e o Prêmio Nacional “Casa do Artista”.

Já no Festival do Novo México, a obra foi considerada o Melhor Filme. No Festival de Biarritz (França) e no Festival de Sochi (Rússia), o longa foi reconhecido na categoria Melhor Ator (Daniel Alvarado). O prêmio de Melhor Música foi conquistado no Festival de Trieste (Itália).

Inédito. 110 min.
Classificação Indicativa: 18 anos.
Horário: 02h30

______________________________________________________


Sábado, 25 de novembro

Uma Pistola para Djeca
23h00, na TV Brasil

Ano de estreia: 1969. Gênero: comédia. Direção: Ary Fernandes, com Amácio Mazzaropi, Nello Pinheiro, Elizabeth Hartman, Patricia Mayo, Rogério Camara.

Mazzaropi interpreta Gumercindo, um homem pobre e honesto que tem sua filha seduzida pelo filho do fazendeiro. A garota fica grávida, mas a criança é motivo de chacotas por não ter pai.

O patrão acaba expulsando o trabalhador de suas terras e Gumercindo se une à fazendeiros vizinhos para o ajuste de contas. Agora a justiça deverá ser feita, só será preciso que algum louco dê “Um Pistola para Djeca”.

Reprise. 90 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 23h00

______________________________________________________


Sábado, 25 de novembro (madrugada de sábado para domingo)

Um Acidente de Caça
00h50, na TV Brasil

Título original: Moy laskovyy i nezhnyy zver. País: União Soviética. Idioma: russo. Ano: 1978. Gênero: drama. Direção: Emil Loteanu, com Galina Belyayeva, Oleg Yankovskiy, Kirill Lavrov, Leonid Markov, Oleg Yankovskiy.

Adaptado da novela "The Shooting Party" de Anton Chekhov, publicada como folhetim em 1885 e considerada precursora do romance policial psicológico, “Um Acidente de Caça” (1978) penetra no vazio moral da aristocracia decadente ao narrar o drama da jovem Olga, filha de um servo, cobiçada por três homens de meia-idade.

A trama se passa no interior da Rússia do século XIX quando Olga é obrigada a casar-se com o Príncipe Urbenin. Nesse meio tempo, um amigo de Urbenin, o detetive Sergey Kamishev, chega no interior para viver tranquilamente e visitar seu amigo, o conde Karneyev. Olga se apaixona por Sergey quando o conhece, e sua mente torna-se cada vez mais confusa e indecisa entre o amor do detetive e a riqueza de seu marido.

Com direção de Emil Loteanu, o filme ultrapassou a marca de 26 milhões de espectadores.

Reprise. 105 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 00h50

______________________________________________________


Domingo, 26 de novembro (madrugada de domingo para segunda-feira)

Polvo
00h30, na TV Brasil

Título original: Polvo. País: Guatemala. Ano: 2012. Gênero: drama. Direção: Julio Hernández Cordón. Elenco: Agustín Ortiz Pérez, Eduardo Spiegeler, Alejandra Estrada, María Telón Soc. 

Ignacio e Alejandra fazem um documentário sobre os desaparecidos no conflito armado de 1982, em Comalapa. Entre aqueles que perderam um ente querido, encontram Delfina e seu filho Juan.

Delfina ainda espera encontrar seu marido, mas Juan não tem mais esperaças de achá-lo. Ele sabe quem traiu seu pai, então Juan convive com uma indomável sede de vingança, da qual Ignacio e Alejandra são testemunhas.

Drama da Guatemala, o longa “Polvo” conquistou o Prêmio de Melhor Filme no Festival Latino-Americano de Toulouse (França).

Inédito. 80 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 00h30

FONTE: FERNANDO CHAVES/TV BRASIL

Popular Posts

Google+ Followers