Our social:

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

14ª edição do FESTIVAL MIMO DE CINEMA acontece no Rio de Janeiro



O evento ocorre nos dias 10,11 e 12 de novembro no Cine Odeon. A entrada é gratuita.

O Festival MIMO de Cinema ocorre paralelamente à programação musical do MIMO Festival e é inteiramente dedicado a produções inéditas que tenham como fio condutor a música. São obras de diferentes gêneros, que cativam a plateia desde a primeira edição em 2004, com projeções ao ar livre, em telões, tendas, cineclubes e salas de exibição. No Rio de Janeiro, o festival vai acontecer no Cine Odeon, na Cinelândia. Com direção e curadoria de Rejane Zilles, as sessões de cinema contarão com a presença dos diretores das obras.

Um dos destaques da programação neste ano é o filme convidado ”Na Via Láctea”, do cineasta e músico Emir Kusturica, que marca a primeira colaboração entre o diretor sérvio e a atriz Monica Bellucci. Ainda inédito no Brasil, o filme será exibido na noite de abertura do festival, na sexta-feira, 10 de novembro, e contará com a presença do renomado cineasta para apresentar a sessão. Kusturica também participa do festival com o show da sua banda, The No Smoking Orchestra, no sábado, 11 de novembro, na Marina da Glória.    
  

Também se destaca no festival o longa Fevereiros”, que segue os passos de Maria Bethânia no Carnaval de 2016, quando foi homenageada pelo vitorioso enredo da Mangueira, “Maria Bethânia: A menina dos olhos de Oyá”. Já Sobre Noiz, dirigido por Emicida, perscruta o universo do elogiado disco “Sobre crianças, quadris, pesadelos e lições de casa”, do próprio músico, que narra o filme gravado em Angola, Cabo Verde e no Brasil.


O inédito Híbridos, os espíritos do Brasil de Vincent Moon e Priscilla Telmon, será apresentado em sessão de pré-estreia no Rio, traz o tema dos rituais religiosos Brasil afora e toda a musicalidade que emerge desses fenômenos sociais. “O Som do Tempo”, que conta 20 anos de história do rap carioca, através de imagens históricas e depoimentos de seus protagonistas, também terá sua primeira sessão no Cine Odeon,

Também há na programação cinebiografias que narram a trajetória de ícones da música popular brasileira. É o caso deTorquato Neto – todas as horas do fim, sobre a vida e obra do poeta em diversas manifestações artísticas (a começar pela música) e o seu protagonismo na revolução cultural brasileira nas décadas de 1960 e 1970. Ele ficou conhecido como “o anjo torto da Tropicália”.

Premiado no Festival do Rio 2016, nas categorias “Melhor direção de documentário” e “Melhor fotografia”, o longa-metragem Super orquestra arcoverdense de ritmos americanos traz, em tom de fábula, um recorte do sertão contemporâneo, onde convivem festas de debutantes riquíssimas e pessoas e animais em paisagens áridas.

Para completar, a guitarra brasileira, que remonta à viola machete no Recôncavo Baiano, tem a sua história narrada em “Sotaque elétrico”, de Caio Jobim e Pablo Francischelli.


Fechando a programação, uma rica seleção de curtas-metragens, onde a música também é protagonista.

Mais detalhes do festival no site: www.mimofestival.com



PROGRAMAÇÃO COMPLETA – CINE ODEON

10 NOV • SEX
• 18h TAMBORES AFRO-URUGUAIOS 13 min
Direção: Naouel Laamiri e Rafael Ferreira
O SOM DO TEMPO 104 min
Direção: Arthur Moura 
• 20h30 NA VIA LÁCTEA 125 min
Direção: Emir Kusturica

11 NOV • SÁB
• 16h CANTA UM PONTO 26 min
Direção: Luciano Dayrell e João Carlos Silveira
SOBRE NOIZ 70 min
Direção: Emicida, Ênio César e Evandro Fióti
• 18h CINEBIOGRAVURA 28 min
Direção: Luís Rocha Melo
TORQUATO NETO - TODAS AS HORAS DO FIM 87 min
Direção: Eduardo Ades e Marcus Fernando
• 20h30 HÍBRIDOS, OS ESPÍRITOS DO BRASIL 85 min
Direção: Priscilla Telmon e Vincent Moon

12 NOV • DOM
• 16h A RETIRADA PARA UM CORAÇÃO BRUTO 15 min
Direção: Marco Antonio Ferreira
SOTAQUE ELÉTRICO 93 min
Direção: Caio Jobim e Pablo Francischelli
• 18h ENTRE O TRAÇO E A LUZ 12 min
Direção: Zeca Ferreira
BAMBAS 20 min
Direção: Anná Furtado
FEVEREIROS 71 min
Direção: Marcio Debelian
Realizado por Lu Araújo Produções e Musickeria, o MIMO FESTIVAL é apresentado pelo Ministério da Cultura, Bradesco e Cielo, tem o patrocínio do BNDES e HERO – conjunto de aplicativos desenvolvido pela FS - além de contar com o apoio da Estácio, Azul Linhas Aéreas, como companhia Aérea Oficial, Minalba como Água Oficial, e 99. Em julho deste ano, a segunda edição portuguesa do festival alcançou um sucesso estrondoso, levando 60 mil pessoas à cidade de Amarante. Na Escócia, em janeiro, o MIMO foi convidado para representar o Brasil ao promover o Showcase Scotland 2017, do Celtic Connections.
Sobre o Bradesco Cultura
Com mais de 350 projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuam para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de Norte a Sul do país, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. Com apoio a eventos regionais, museus, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, a instituição possui, ainda, uma plataforma de naming rights com o Teatro Bradesco, que conta com unidades em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Já passaram pela Temporada Cultural do Bradesco de 2017 as exposições Anita Malfatti, Antônio Gaudi, Steve Jobs, Van Gogh, Yoko Ono, os espetáculos “Les Misérables”, “O Homem de La Mancha”, o Festival Amazonas de Ópera, o Forrozão do Galo de Recife e as festas de São João de Campina Grande e Caruaru.

Sobre a Cielo
Somos mais que uma máquina, somos uma empresa de tecnologia e serviços para o varejo. Lideramos o segmento de pagamentos eletrônicos na América Latina e nos tornamos uma das dez maiores corporações brasileiras em valor de mercado. Em 2015, capturamos em nossas plataformas mais de 6 bilhões de transações e R$ 550 bilhões em volume financeiro. A nossa crença é mover o mercado, e a ponta de pagamento é a porta de entrada para diversos serviços inteligentes e conectados entre si: oferecemos um portfólio de ideias para atender às necessidades dos nossos mais de 1,8 milhão de clientes ativos, desde os empreendedores individuais até os grandes varejistas espalhados por todo o país. Além de uma estrutura que mantém negócios funcionando, com tecnologia de ponta, logística eficiente e os mais rígidos padrões de segurança, somos uma máquina de ideias para provocar o mercado a evoluir.Inquietos, somos máquina, internet, celular e o que mais vier. Acreditamos que nenhum negócio nasceu para ficar parado e a nossa vocação é despertar essa mesma inquietude em cada um dos nossos clientes.

Fonte: Leandro Gomes/ MNiemeyer Assessoria de Comunicação

Popular Posts

Google+ Followers