Our social:

segunda-feira, 23 de maio de 2016

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO EXIBE 23 DE MAIO SESSÃO ESPECIAL DO "IMAGENS DO INCONSCIENTE" DE LEON HIRSZMAN



No início dos anos 80, o cineasta Leon Hirszman realizou o documentário IMAGENS DO INCONSCIENTE, uma trilogia sobre a arte produzida pelos pacientes da Doutora Nise da Silveira.

O filme será exibido segunda, 23 de maio, às, 20h, no Estação NET Botafogo.

Ingresso: R$26,00 / R$13,00

IMAGENS DO INCONSCIENTE 
Baseado em pesquisas da Dra Nise da Silveira
Roteiro e direção Leon Hirszman (1983/86)

1º episódio
Em Busca do Espaço Cotidiano

Fernando Diniz, mulato, filho de uma empregada doméstica baiana, apaixonou-se por uma moça de outra classe social. O sofrimento causado pela rejeição forçou sua identificação e submissão à mãe. Fernando submergiu para viver no inconsciente, como uma autodefesa. 80 minutos

2º episódio
No Reino das Mães
 -
Adelina Gomes, filha de camponeses, com o curso primário e alguma formação manual, tímida e submissa à mãe, nunca havia namorado até os 18 anos. Aí apaixonou-se por um homem que não foi aceito pela mãe. Sujeitou-se e foi, aos poucos, se retraindo até que um dia estrangulou a gata, da qual gostava muito. 55 minutos

3º episódio
A Barca do Sol

Cartos Pertuis nasceu em 1910, filho de imigrantes francesesl seu avô havia trabalhado na instalação da Light, no Rio de Janeiro. Quando o pai morreu, Carlos ficou com a responsabilidade da casa e tudo foi muito difícil para ele. Ainda jovem teve uma experiência de iluminação interna. 70 minutos
“Nise da Silveira é uma personagem única na história do Brasil. Uma mulher que desafiou as verdades vigentes ousou olhar para onde ninguém olhava: os esquizofrênicos, e neles descobrir não só a humanidade mas a possibilidade de estudar e entender a mente humana. O que existe de mais importante no mundo do que entender a mente humana? Nise olhou pra esses pobres e marginais e deu a eles dignidade e a chance de se manifestar. Através da arte produzida por eles, estudou suas histórias. E foi tão fundo que encontrou seu ídolo Carl Jung e através desse contato chegou a mitologia e aos arquétipos” - define Roberto Berliner, diretor Nise, no Coração da Loucura, com Glória Pires, que, por onde é exibido, conquista público, prêmios e crítica.

Fonte: Estação NET CINEMA.

Popular Posts

Google+ Followers