Our social:

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

PROGRAMAÇÃO DE FEVEREIRO NO CENTRO CULTURAL JUSTIÇA FEDERAL

Centro Cultural Justiça FederalProgramação CENTRO CULTURAL JUSTIÇA FEDERAL 


/teatro 
A Outra Casa / peça
Inédito no Brasil, o texto conta a história de Juliana Smithton, uma neurologista de sucesso que tem um lapso de memória durante a apresentação, para uma plateia de profissionais, de um medicamento produzido por ela. No decorrer da trama, o espectador vai sendo levado, juntamente com a protagonista, à compreensão do que de fato está   ocorrendo. O espetáculo é um thriller emocional que mostra a vulnerabilidade do ser humano diante dos transtornos de memória.
Direção: Manoel Prazeres 
Texto: Sharr White 
Elenco: Helena Varvaki, Alexandre Dantas, Gabriela Munhoz e Daniel Orlean
De 27/02 a 03/04 (exceto 25/03)
Sexta a domingo
19h
R$ 40 e R$ 20 (meia)
90 min
Teatro

O Livro dos Monstros Guardados / peça
O texto é um romance de Rafael Primot adaptado para o teatro e vencedor do Prêmio Shell 2009 de melhor autor. As histórias de Magali, Madá, Maurício, Max, Milton, Mestre Eme e Mojo são contadas em primeira pessoa. Nesta nova montagem, procura-se atingir o público através da humanidade desses personagens, mesmo que para isso tenhamos que tocar em assuntos proibidos e em verdades não ditas. Sete personagens em cena narram suas vidas, e o que os liga é a exposição de suas intimidades, de seus momentos velados, individuais, monstruosos - falamos sobre “aquilo que não se vê” de maneira humana, crível e, por vezes, quase absurda.
Direção: João Fonseca e Rafael Primot
Elenco: Erom Cordeiro, Rafael Primot, Carol Pismel, Guilherme Gonzales, Juliane Bodini, JeffersonSchroeder e Leandro Daniel Colombo 
De 03/12 a 17/12/2015 e de
06/01 a 04/02/2016

Quartas e quintas
19h

R$ 30 e R$ 15 (meia)
65 min
Teatro
simbolo L
Caixa de Ferramentas / peça infantil
Há uma grande confusão dentro da caixa de ferramentas. Confinadas, elas não conseguem conviver com suas diferenças. A lixa é muito grossa com todos, a chave inglesa é metida a falar outro idioma, o martelo quer bater em todo mundo e o parafuso fica dando voltas. Até que algo de inesperado acontece e as ferramentas se veem obrigadas a trabalhar juntas pelo bem comum. O espetáculo, que envolve cinco   atores-cantores-instrumentistas, traz uma mensagem de respeito ao   próximo e às diferenças.
Texto e direção: Simone Kalil
Elenco: Ester Freitas, Flora Borges, João Novaes, Marcelo de Paula e Paula Sholl
De 16/01 a 20/03 (exceto 6, 7, 13 e 14/02)
Sábados e domingos
16h
R$ 30 e R$ 15 (meia)
50 min
Teatro
simbolo L
/cinema
Cineclube Gêneros e Sexualidades / cineclube
O Cineclube Gêneros e Sexualidades traz, mensalmente, uma sessão especial de filmes em curta ou longa-metragem. Os filmes selecionados falam sobre sexualidade e identidade gênero.
Programação em  www.riofgc.com/cineclubeGS.html
Curadoria: Alexander Mello
Dia 27
Sábado
17h e 19h
R$ 8 e R$ 4 (meia)
Cinema
simbolo L
/educativo 
Rio Antigo - Um Passeio no Tempo / contação de história
Os visitantes são conduzidos a um passeio pela história do Rio de Janeiro, desde sua origem até o advento da República. Narrativas sobre o prédio que abriga o CCJF pontuam as transformações políticas e urbanas pelas quais passou a cidade. Através do uso de acessórios e de vestimentas especiais, além de histórias e curiosidades sobre a cidade, o público é estimulado a participar das dramatizações.
Agendamento pelos telefones 3261-2567 e 3261-2552
Terça a sexta
13h às 17h
Entrada franca
Da Justiça à Arte / visita orientada
A visita conta a história do prédio, de sua construção até os dias atuais. Projetado pelo arquiteto Adolpho Morales de Los Rios para ser originalmente o Palácio Arquiepiscopal, o edifício - exemplar da  arquitetura eclética - abrigou o Supremo Tribunal Federal de 1909 a 1960. Atualmente, é um dos poucos remanescentes da reformulação da cidade do Rio de Janeiro ocorrida no início do século XX.
Agendamento pelos telefones 3261-2567 e 3261-2552
Terça a sexta
13h às 17h
Entrada franca
África Hereditária-Interativa / contação de história
Jogos, dramatizações e contações de histórias que convidam à reflexão sobre a cultura africana, estimulando o público a participar como personagem das narrativas. A atividade se utiliza da força da palavra, do canto e da música na tradição dos griots (sábios e contadores
de histórias africanos).
Agendamento pelos telefones 3261-2567 e 3261-2552
Terça a sexta
13h às 17h
Entrada franca
/biblioteca 
Fantasias de Carnaval / palestraO Carnaval do Rio de Janeiro tornou-se o maior espetáculo da terra. O glamour das fantasias das Escolas de Samba e a criatividade sem limites do povo brasileiro na confecção de fantasias de carnaval de rua evidenciam as fantasias como as mais curiosas das artes plásticas dentro de um mesmo contexto de criatividade e sofisticação, no qual o homem pode ser o que quiser.
Palestrante: Regina Oliva 
Dia 25
Quinta
19h
Entrada franca
Sala de Leitura do 2º andar
/música 
Série Música no Museu / concerto
O projeto tem como característica a formação de novas plateias, facilitando e incentivando a presença de crianças e jovens. A série contempla gêneros que vão do clássico ao contemporâneo e mescla novos talentos e nomes consagrados da música.
Programação: www.musicanomuseu.com.br
Dias 12 e 19
Sextas
15h
Entrada franca
Senhas 1h antes
Teatro
90 min  

10 anos
Série Desafios Musicais / concertos em vídeo
Atendendo a pedidos, apresentaremos uma   programação camerística com obras dos mestres Beethoven, Mozart, Brahms e   Dvorák, todos tendo o piano como destaque. Algumas gravações são raras,   enquanto outras foram executadas em lugares muito especiais, como a   cidade de Mantova.
Produção: Saulo Chermont 
Apresentação e palestra: Professor Rodolfo Valverde 
Dia 13
Sábado
Das 15h às 18h
R$ 10 e R$ 5 (meia)
Cinema
180 min

simbolo L
Gó Gó Boys / banda vocalEles levam a vida no gogó. O Gó Gó Boys é um grupo de sons feitos com a voz. Nenhum instrumento. Eles contam apenas com a tecnologia de diversos pedais de efeitos eletrônicos que temperam e expandem o horizonte de timbres. O resultado é uma sonoridade inusitada, um híbrido de grupo vocal e banda. Daí a classificação que eles gostam de utilizar para se definirem: Banda Vocal.
Integrantes: Cicero Melo, Fabiano Lacombe, Marcelo Rezende, Marcio Pizzi e Rafael Pissurno. 
Dia 23
Terça
19h30
R$ 30 e R$ 15 (meia)
Teatro
80 min

simbolo L
/exposição
O Espaço, a Matéria e o Olhar / artes plásticas
As mudanças no mundo contemporâneo são acompanhadas pelo olhar especial dos artistas Evany Cardoso, Fátima Pedro, Fátima Rodrigues, Helena Wassersten, Léa Soibelman, Leonor Décourt e Luis Carlos Miranda. A coletiva propõe uma reflexão sobre os vários acontecimentos que vão modificando e moldando um novo mundo. As obras, em formatos de   desenhos, gravuras e suportes, rompem as fronteiras entre as modalidades técnicas e reivindicam uma amplitude de território num campo de ação em expansão.
Curadoria: Helena Wassersten 
Até dia 04
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar
simbolo L
Cíclico / artes plásticas
A exposição de Rafo Castro é mais que uma retrospectiva dos dez anos de carreira do artista plástico, é uma oportunidade de conhecer o processo criativo de suas intervenções urbanas. Os diversos lambe-lambes espalhados pela cidade, marca registrada de Rafo, se reúnem, agora, em um só lugar. A pluralidade das obras é fruto de um trabalho de devoção à arte que ganhou as ruas e motivou novos ciclos.
Até dia 21
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 2º andar
simbolo L
Corpus Aeternum Non Est / fotografia
A exposição apresenta uma série de fotografias em preto e branco realizadas por João Araújo ao longo dos últimos doze anos. Nelas o artista expõe seu corpo em movimento, buscando capturar instantes fugidios, momentos que não mais voltarão no fluxo contínuo do tempo. Assim, em seus autorretratos, preserva as imagens de um corpo do passado, mesmo que esse passado tenha ocorrido há apenas um segundo, celebrando cada instante que foi único.
Curadoria: Eliane Santos 
Até dia 28
Terça a domingo
12h às 19h
Gabinete de Fotografia
Livre
Transitu / artes plásticas
Myllena Araujo e Bruno Castro entrelaçam seus percursos através de anotações em um diário visual. O diálogo entre eles é mediado pela fotografia e tem como ponto de partida o livro Cidades Invisíveis, de Ítalo Calvino. Imagens povoadas de idas e vindas, as fotografias são como duas camadas de um mesmo tempo onde o destino não é apenas chegar. Esta aventura, da paisagem urbana que não se fixa, é evocada pelos   artistas, que se arriscam em um mesmo ruído, não do que passa, mas do   que se prende à retina.
Curadoria: Claudia Elias 
De 19/02 a 03/04
Terça a domingo
12h às 19h
Galeria do Térreo

simbolo L
Reminiscências (memória e narrativa) / artes plásticas
Passagens do tempo deixam marcas que podem ser visíveis ou não e estas carregam em si os rastros deste fluxo de vida. A memória pode ser despertada por imagens, cheiros, sons, que permitem novas combinações de leituras, sentidos, redescobertas, sustos. Nove artistas contemporâneos partiram do mesmo ponto: busca de elementos que potencializassem a memória e a narrativa: Ana Kemper, AoLeo, Denise Adams e Rafael Adorjan com fotos; Lucenne Cruz com objetos; Helena Trindade com fotos e vídeos; Jozias Benedicto com uma videoinstalação e uma performance; Ursula Tautz com uma videoinstalação e Elisa Castro com bordados.
Curadoria: Isabel Portella 
De 24/02 a 10/04
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar
 
simbolo L
/ideias
Elaboração de Projetos Culturais e Leis de Fomento / curso
A ideia é trabalhar o conhecimento necessário para que o aluno sinta-se capacitado a submeter e promover suas propostas aos diferentes editais de fomento à cultura. O desenvolvimento das técnicas relacionadas aos projetos artísticos pretende preparar o aluno para atender adequadamente os requisitos exigidos nos editais e nas leis municipais, estaduais e federais de incentivo à cultura.
Informações e inscrições: autogestaonaproducaomusical@gmail.com
Dias 16, 18, 23 e 25
Terças e quintas
18 às 21h
R$ 295 (10% de desconto no boleto até o dia 04)
Sala de Cursos
Imersão ESPOCC - Audiovisual e Criação Digital /oficina
Curso básico de teoria e técnica do audiovisual e criação digital a partir da perspectiva da Publicidade Afirmativa, ministrado pela ESPOCC - Escola Popular de Comunicação Crítica do Observatório de Favelas. O conceito de Publicidade Afirmativa, desenvolvido pela ESPOCC desde 2012, diz respeito a um conjunto de técnicas e abordagens da publicidade voltada para causas sociais, tendo sempre como pano de fundo uma discussão social e política. Desse modo, propomos uma forma de aprendizagem que integre o ensino técnico a uma formação política, aliando a qualificação profissional com um exercício constante de análise crítica da realidade, da conjuntura política e dos contextos socioculturais em que estamos inseridos. Assim, nessas oficinas, trabalharemos alguns conceitos, técnicas e ferramentas de Comunicação a partir dessa perspectiva.
Informações e inscrições: rodrigo.azevedo@observatoriodefavelas.org.br eespocc@observatoriodefavelas.org.br
Dias 20 e 27
Sábados
14 às 20 horas
Gratuito
Sala de Cursos
 
FacebookTwitterCentro Cultural Justiça Federal
Av. Rio Branco, 241 - Centro
Rio de Janeiro - RJ
CEP 20040-009
Terça a domingo,
das 12h às 19h
(55 21) 3261-2550
Bilheteria
(55 21) 3261-2565
Agende sua visita
com o Setor Educativo
(55 21) 3261-2552
Consulte a Biblioteca
(55 21) 3261-2582
Conheça a Sala de Leitura
(55 21) 3261-2581

Popular Posts

Google+ Followers