Our social:

sexta-feira, 6 de abril de 2018

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO CINE ARTE UFF - 05 A 11 DE ABRIL




05 a 11 de abril de 2018 - quinta a quarta

Dia 05
quinta
14h30
TRAMA FANTASMA
17h
EM NOME DA AMÉRICA
19h
MARe - Mostra Audiovisual de Realização - entrada franca
06 a 11
sexta a
quarta
14h30
STROMBOLI (dias 06, 08 e 10, sexta, domingo e terça)
14h30
TRAMA FANTASMA (dias 07, 09 e 11, sábado, segunda e quarta)
17h
SOLDADOS DO ARAGUAIA (dias 06, 08 e 10, sexta, domingo e terça)
17h
EM NOME DA AMÉRICA (dias 07, 09 e 11, sábado, segunda e quarta)
19h
ARÁBIA
21h
MARIA MADALENA (dias 06, 08 e 10, sexta, domingo e terça)
21h
PROJETO FLÓRIDA (dias 07, 09 e 11, sábado, segunda e quarta)
Dia 08 dom
10h30
Ópera na Tela | UM BAILE DE MÁSCARAS

Dia 05, quinta, 19h, entrada franca
MARe - Mostra Audiovisual de Realização
Exibição seguida de debate com os diretores


A 2ª Mostra Audiovisual de Realização acontece com sessão composta por curtas-metragens produzidos como projetos de conclusão de curso dos alunos de bacharelado em Cinema e Audiovisual da UFF. Serão exibidos os filmes:


CONVITE VERMELHO 
16’19’’, de João Victor Almeida

A rotina com os afazeres domésticos ocupa boa parte do dia da Cristina. Os ruídos desses movimentos ecoam por todos os cômodos vazios da casa. A chegada de um convite inesperado interrompe os seus costumes e a levará para um tocante reencontro, repleto de orgulho e saudade.

TUNALUX – EL CONTO MINERO 
16’, de Lucas Scalioni

Nos arredores de um pequeno lugar ao sul do estado de Minas Gerais, uma criatura colocou seu pé na história da cidade de Varginha, modificando o mundo todo para sempre. Um homem trafega com sua maleta buscando um meio de consertar os erros do passado, uma rede de televisão hondurenha tenta entender o que houve, enquanto os moradores de Varginha vivem essa nova realidade.

GARDÊNIA 
18’, de Isabela Aquino

Valéria vai casar. Keyla, madrinha do casamento, ajuda com os preparativos enquanto se descobre apaixonada pela noiva.

A CASA DE ANA 
20’, de Clara Ferrer e Marcella De Finis

Aos onze anos de idade, Ana foge em circunstâncias enigmáticas e, sem outra opção, se abriga na república onde sua irmã mais velha mora com outras três jovens mulheres. Entre pias de louça suja, pacotes de macarrão instantâneo, purpurina colorida, garrafas de cerveja e filmes suecos, Ana aprende algumas importantes lições. E ganha, no processo, uma nova família.

CRAVO, LÍRIO, ROSA 
20’, de Maju de Paiva

Após uma festa de halloween, Cê, uma menina gordinha de oito anos, tropeça no cadáver de uma adolescente. A aparição do cadáver muda drasticamente a vida de Cê e de sua irmã, Sara, de quinze anos, que descobre aos poucos sua sexualidade em meio a um mundo machista. A mais nova se comunica com os mortos como válvula de escape para a solidão e inadequação, enquanto a mais velha tem que lidar com assédio e com a vulnerabilidade de seu corpo.

INCONFISSÕES 
21’, de Ana Galizia

Luiz Roberto Galizia foi uma figura importante para a cena teatral nas décadas de 1970 e 1980. Foi, também, um tio que não conheci. Este documentário procura um resgate do vivido, a partir do registro feito em fotografias e filmes super 8 pelo tio Luiz e encontrado por mim 30 anos depois da sua morte.


14h30; TRAMA FANTASMA (dias 05, 07, 09 e 11, quinta, sábado, segunda e quarta)
Phantom thread, Reino Unido/EUA, 2017, 130`, 12 anos
De Paul Thomas Anderson
Com Daniel Day-Lewis, Vicky Krieps, Lesley Manville

Década de 1950. Reynolds Woodcock é um renomado e confiante estilista que trabalha ao lado da irmã, Cyril, para vestir grandes nomes da realeza e da elite britânica. Sua inspiração surge através das mulheres que constantemente entram e saem de sua vida. Mas tudo muda quando ele conhece a forte e inteligente Alma, que vira sua musa e amante. Oscar e BAFTA de Melhor Figurino e outros 43 prêmios internacionais.


14h30; STROMBOLI (dias 06, 08 e 10, sexta, domingo e terça)
Stromboli, terra di Dio, Itália/EUA, 1950, 107`, 14 anos
De Roberto Rossellini
Com Ingrid Bergman, Mario Vitale, Renzo Cesana, Mario Sponzo

Na Itália, após o fim da 2ª Guerra Mundial, Karen, uma lituana, vive em Farfa, um campo de concentração. Ela tenta um visto de emigração para a Argentina mas, como não consegue, se casa com um pescador, Antonio. A vida na aldeia, numa ilha no Mediterrâneo aos pés do vulcão Stromboli, é bastante dura. Karen não consegue se adaptar e entra em conflito com o marido e a população local.




17h > EM NOME DA AMÉRICA (dias 05, 07, 09 e 11, quinta, sábado, segunda e quarta)
Brasil, 2017, 96’, 14 anos
De Fernando Weller

O documentário apresenta um retrato da situação do nordeste brasileiro na década de 1960, quando milhares de jovens norte-americanos vieram para o país através do programa de voluntariado Corpos da Paz (Peace Corps). Com depoimentos e material de arquivo, a produção revela as contradições entre a política externa de John F. Kennedy e a motivação dos voluntários.



17h; SOLDADOS DO ARAGUAIA (dias 06, 08 e 10, sexta, domingo e terça)
Brasil, 2017, 73’, 14 anos
De Belisario Franca

Do mesmo diretor do aclamado “Menino 23”, “Soldados do Araguaia” se propõe a dar voz às memórias e traumas de recrutas de baixa patente do Exército Brasileiro que combateram na sangrenta e nebulosa Guerrilha do Araguaia. Marginalizados pela historiografia oficial por sua filiação ao Exército e pelo próprio Exército por suas denúncias contra a corporação, esses personagens encontram aqui uma oportunidade inédita de compartilhar sua versão dos fatos. Da convocação junto às comunidades ribeirinhas e rurais até a dispensa após o extermínio da guerrilha comunista, os relatos dos ex-soldados compõem uma narrativa em que recrutas e guerrilheiros se confundem debaixo da opressão militar. No Vietnã brasileiro, os vencedores retornam apenas como fantasmas: mesmo aqueles capazes de ultrapassar a psicose, o alcoolismo, o desejo de suicídio e inúmeras manifestações de estresse pós-traumático precisam lutar até hoje para superar os episódios de abuso e violência que sofreram e testemunharam.




19h; ARÁBIA (06 a 11, sexta a quarta)
Brasil, 2017, 97’, 16 anos
De Affonso Uchoa e João Dumans
Com Aristides de Souza, Murilo Caliari, Glaucia Vandeveld, Renata Cabral

André, um jovem morador da Vila Operária, bairro vizinho a uma velha fábrica de alumínio, em Ouro Preto, Minas Gerais, encontra o diário de um dos operários da fábrica, que sofreu um acidente. Através dos relatos, André entra em contato com a comovente trajetória de vida de Cristiano, em meio às mudanças sociais e políticas do Brasil nos últimos dez anos. Melhor filme, Ator (Aristides de Souza), Montagem e Trilha sonora no Festival de Brasília 2017 e Prêmio Especial do Júri no IndieLisboa 2017.




21h; MARIA MADALENA (dias 06, 08 e 10, sexta, domingo e terça)
Mary Magdalene, Reino Unido/EUA/Austrália, 2018, 120`, 12 anos
De Garth Davis
Com Rooney Mara, Joaquin Phoenix, Chiwetel Ejiofor, Tahar Rahim

A história de uma das figuras mais enigmáticas e incompreendidas da história bíblica: Maria Madalena. Em busca de uma nova maneira de viver, contrariando as pressões da sociedade, sua família e o machismo de alguns apóstolos, a jovem pescadora junta-se a Jesus de Nazaré em sua incansável missão de propagar a fé. Última trilha sonora do compositor Jóhann Jóhannsson (A chegada, Sicário e A teoria de tudo), morto recentemente.



21h; PROJETO FLÓRIDA (dias 07, 09 e 11, sábado, segunda e quarta)
The Florida project, EUA, 2017, 111’, 14 anos
De Sean Baker 
Com Brooklynn Prince, Bria Vinaite, Willem Dafoe

Moonee, uma agitada garotinha de seis anos, faz novas amizades nas redondezas dos parques Disney. Ela vive com a mãe em uma hospedagem de beira de estrada chamada Reino Mágico e as duas contam com a proteção do gerente Bobby na batalha diária pela sobrevivência. Enquanto Moonee apronta todas com seus amigos, sua mãe faz de tudo para pagar pela moradia. Indicado apenas ao Oscar de Ator Coadjuvante, o filme é considerado o maior injustiçado da premiação nesta edição. Projeto Flórida recebeu quase sessenta prêmios, especialmente da crítica, a maioria para o trabalho de Willem Dafoe, mas são as atuações de Bria Vinaite (a mãe) e de Brooklynn Prince (a garotinha) que ficarão para sempre no coração e na memória dos espectadores.



Dia 08, domingo, 10h30 | Ópera na Tela
UM BAILE DE MÁSCARAS
Um ballo in maschera, Alemanha, 2h25`
Melodrama em três atos de Giuseppi Verdi | Libreto de Antonio Somma
Ópera do Estado da Bavária | Maestro: Zubin Mehta | Diretor: Johannes Erath
Com Piotr Beczala, George Petean, Anja Harteros


O governador Riccardo, Conde de Warwick, analisa em companhia de seu escudeiro e secretário Oscar a lista dos convidados para o baile de máscaras que ele dará em breve, entre os quais está a mulher que ele ama, Amelia, esposa do seu amigo Renato, o mesmo que o alertou de um complô fomentado contra ele e no qual Riccardo não acredita.



Ingressos
Inteira – R$ 14,00 | Meia – R$ 7,00 (exceto segundas-feiras)
Segunda-feira – Promoção “Meia-entrada para todos” – R$ 4,00


Rua Miguel de Frias 9 Icaraí Niterói RJ (21) 3674-7511 | 3674-7512 www.centrodeartes.uff.br





Fonte: Renata Cunha/ Gerência de Comunicação/ Centro de Artes UFF 
Cine Arte UFF/ 

Popular Posts

Google+ Followers