Our social:

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Confira a programação de filmes da TV BRASIL (18 a 21 Janeiro)

Entre os destaques, o inédito"Obra", de Gregorio Graziosi e Paolo Gregori, premiado com o FIPRESCI de melhor filme latino-americano no FESTIVAL DE CINEMA DE HAVANA (CUBA), em 2014.


Quinta-feira, 18 de janeiro, às 22h30
"Magallanes"

A vida de Magallanes vira do avesso no dia em que Celina, mulher que conheceu nos anos de ditadura – quando esta servia no exército peruano –, entra em seu táxi em uma rua de Lima, no Peru. A reunião inesperada com o passado sombrio que os une faz Magallanes embarcar em um plano arriscado para ajudar Celina a obter dinheiro e buscar sua própria redenção.

"Magallanes" foi nomeado para os prêmios Veronica Forqué na categoria de Melhor longa-metragem de ficção latino-americana. 62ª edição do Festival de São Sebastião: Prêmio Cinema em progresso; 63ª edição do Festival de São Sebastião: seção oficial competitiva ("Horizontes Latinos"); Festival de Havana 2015: Prêmio Especial do Júri 2015: nomeado para os prêmios Goya na categoria do melhor filme ibero-americano.

Inédito. 109 min. País: Peru. Gênero: drama. Ano: 2015. Direção e roteiro: Salvador del Solar. Elenco: Damián Alcázar, Magaly Solier, Federico Luppi, Christian Meier, Bruno Odar, Jairo Camargo, Tatiana Espinoza, Liliana Trujillo, Paul Ramírez, Tatiana Astengo. Classificação: 18 anos.
_______________
Sexta-feira, 19 de janeiro, às 22h30
"Obra"
Um jovem arquiteto descobre, nas terras de sua família, os restos de 12 cadáveres. A descoberta revela o passado sombrio de seus antepassados, que acaba se manifestando nele próprio. O drama é uma reflexão sobre como o legado da família pode nos incapacitar emocional e definitivamente.

"Obra" foi premiado no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro, Brasil: Prêmio FIPRESCI pelo melhor filme latino-americano, melhor fotografia; Festival Internacional do Novo Cinema Latino Americano de Havana, Cuba: Prêmio de Contribuição Artística.

Inédito. 80 min. País: Brasil. Gênero: drama. Direção: Gregorio Graziosi, Paolo Gregori. Roteiro: Gregorio Graziosi. Elenco: Irandhir Santos, Julio Andrade, Lola Peploe, Sabrina Greve, Marku Ribas, Marisol Ribeiro, Christiana Ubach, Vinicius Zinn. Classificação: 18 anos.

______________
Sábado, 20 de janeiro, às 16h
O Grande Xerife”
Amácio Mazzaropi interpreta um viúvo, pai de Mariazinha. Ele é o morador mais antigo de Vila do Céu, onde vive cuidando da vida dos outros. Um dia, chega à cidade o bandido João Bigode, disfarçado de padre.

O bandido mata o xerife da Vila e põe um comparsa no lugar. A confusão está armada e só Mazzaropi pode fazer algo a respeito.

Reprise. 95 min. Ano de estreia: 1972. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Mazzaropi, Patricia Mayo, Paulo Bonelli, Tony Cardi, Augusto César Ribeiro. Classificação: Livre.
_______________

Sábado, 20 de janeiro, às 22h30
Casinha Pequenina”
Considerado a obra-prima de Mazzaropi, o longa-metragem “Casinha Pequenina” traz um elenco de estrelas e marca a estreia do ator Tarcísio Meira no cinema. O filme tem o fim da escravidão como pano de fundo e mostra a luta dos abolicionistas contra os interesses dos senhores de engenho.

Ícone da sétima arte no país, Mazzaropi usou a figura do “Jeca” como personagem central em dezenas de produções nacionais.
Reprise. 95 min. Gênero: Comédia. Ano: 1963. Classificação: livre.
_______________________
Domingo, 21 de janeiro, às 22h30
Melaza”
Aldo e Monica são um jovem casal que mora na cidade de Melaza, Cuba, junto com a filha e sua avó.

Monica trabalha em uma refinaria de açúcar. Aldo é professor em uma escola e dá aulas de natação em uma piscina vazia. Os dois mal conseguem se manter. Um dia, o Estado fecha a refinaria. É necessária uma grande força dos dois para que a família não se desintegre também.

“Melaza” foi premiado no Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano de Havana, Cuba: Prêmio da Federação Nacional de Cinema-clubes; no Festival de Cinema de Trinidad e Tobago; Melhor filme de ficção; no Vancouver Latin American Film Festival, Canadá: Prêmio do Júri; no New England Festival of Ibero American Cinema, EUA: Melhor estreia; no Festival Internacional de Cinema de Belgrado, Sérvia: Prêmio Crítico; Gasparilla International Film Festival de Tampa, EUA: World Showcase Award.

Reprise. 80 min. Ano: 2012. País: Cuba. Idioma original: espanhol. Gênero: drama. Direção e roteiro: Carlos Lechuga. Classificação etária: 16 anos.
__________
Domingo, 21 de janeiro, à meia-noite
Porfirio”
Porfirio era um agricultor próspero que havia depositado grandes esperanças no futuro, até que o conflito na Colômbia o deixou em uma cadeira de rodas. Com a falta de apoio de um Estado indiferente, Porfirio decide fazer justiça com as próprias mãos e por meios não convencionais.

Com base em uma história real que ocorreu em 2001, o filme conduz o espectador, pelo ponto de vista poético e cotidiano, à alma e aos sonhos do protagonista.

Entre os prêmios conquistados por “Porfirio” estão o do Festival Internacional de Cinema de Cartagena de Indias, Colômbia: Melhor Imagem, Melhor Diretor; World Cinema Amsterdam Festival, Holanda: Prêmio do Júri; Festival de Biarritz - cinémas et cultures d'amérique latine, França: Prêmio do Júri, Melhor Ator (Porfirio Ramírez); Festival Internacional de Cinema de Salónica, Grécia: Inovação e Originalidade.

Reprise. 102 min. Ano: 2011. País: Colômbia. Idioma original: espanhol. Gênero: comédia dramática. Direção: Alejandro Landes. Roteiro: Alejandro Landes. Classificação: 16 anos.

Fonte: Ricardo Ribeiro. / TV BRASIL