Our social:

domingo, 26 de fevereiro de 2017

PROGRAMAÇÃO DE FILMES DA TV BRASIL NO CLIMA DO CARNAVAL ( 27 de fevereiro a 04 de março)


Na segunda (27), às 13h30, o documentário “Caras de um Carnaval” revela a grande festa que é o carnaval de Curitiba.

Segunda, 27 de outubro
Caras de um Carnaval”
13h30, na TV Brasil
Pouco se fala no Carnaval de Curitiba no cenário nacional, mas o debate dentro da capital paranaense acontece. Diz-se que a cidade não deseja ter a festa carnavalesca. Mas quem são as pessoas que realmente vivem esta celebração? Com base na pesquisa "A Cidade e suas F(r)estas: O Carnaval Curitibano", de Selma Baptista, o documentário Caras de um Carnaval apresenta o cotidiano de alguns personagens que fazem parte da festa nos dias que a antecedem.
Mestres-salas, porta-bandeiras, passistas, mestres de bateria, foliões, reis, rainhas e princesas têm seu momento de brilho ao cruzar a passarela pela sua escola de samba. E gente comum se deixa levar pela alegria de um bloco carnavalesco em uma cidade em conflito de identidade.
Direção: Luciano Coelho. Gênero Documentário. Nacionalidade Brasil. Classificação: Livre. Ano: 2010.
Serviço:
Caras de um Carnaval”
Segunda-feira, 27 de fevereiro, às 13h30, na TV Brasil.


------------------------------------------
Segunda, 27 de outubro
Percussivos”
14h45, na TV Brasil
O documentário “Percussivos” mostra a diversidade rítmica baiana, reúme depoimentos de músicos, mestres de percussão, professores de música, e uma apresentação do reconhecido percussionista Peu Meurray. Os maiores especialistas no assunto ilustram a força e a importância da percussão.
Produzido pela TVE Bahia, o especial aborda os mais diversos instrumentos musicais, desde os tradicionais tambores dos blocos afro aos tímpanos usados por orquestras sinfônicas. Isso inclui uma extensa variedade de instrumentos, como tambores, triângulos, pratos, xilofones e baquetas.
Destaque para a extrema criatividade de instrumentos usados na percussão, os instrumentos ditos "não convencionais": tampas de panela, talheres, pratos, copos e objetos inusitados, como uma máquina de escrever.
Ano: 2010. Gênero: Documentário. Realização TVE Bahia.
Serviço:
Percussivos”
Segunda, 27 de outubro, às 14h45, na TV Brasil.


------------------------------------------
Segunda, 27 de outubro
O Rei do Samba”
23h, na TV Brasil
Com direção, roteiro e produção de José Sette, o documentário musical resgata a trajetória de um dos maiores compositores do Brasil: Geraldo Theodoro Pereira. Como tantos artistas nacionais, a obra de Pereira é bem mais conhecida do que o próprio autor. São dele clássicos como “Falsa Baiana”, “Sem Compromisso”, “Escurinho”, “Acertei no Milhar” e “Bolinha de Papel”.
Mineiro de Juiz de Fora, o sambista decidiu deixar Minas Gerais para morar no Morro da Mangueira, no Rio de Janeiro. A exemplo de ícones do samba, como Cartola, Nelson Cavaquinho, Nelson Sargento, seus companheiros de rodadas de samba, Geraldo Pereira ganhou a admiração de gigantes da música brasileira como Chico Buarque, João Gilberto, Ciro Nogueira, Moreira da Silva e Zeca Pagodinho. Os artistas se encantavam com o estilo de samba sincopado e melodias sofisticadas.
Boêmio e com uma vida desregrada, Geraldo Pereira faleceu jovem, em 1955, aos 37 anos, após uma briga com o lendário malandro da Lapa “Madame Satã”, o que levantou especulações de que essa teria sido a causa da sua morte.
Reprise. 80 min. Classificação Indicativa: Livre. Ano: 1999. Gênero: documentário. Direção: José Sette, com Gerson Rosa e Rosana Silva.
Serviço:
O Rei do Samba”
Segunda-feira, 27 de fevereiro, às 23h.



------------------------------------------
Madrugada de Segunda (27) para terça (28)
Caminhão da Alegria: 60 anos de trio elétrico”
02h15, na TV Brasil
O especial “Caminhão da Alegria: 60 anos do trio elétrico” conta a história do trio elétrico e destaca as inovações musicais e tecnológicas que se sucederam em seis décadas.
A atração mostra depoimentos inéditos de personalidades que marcaram a história do trio, a exemplo de Orlando Campos, criador do Trio Tapajós, na década de 1960, e do cantor Moraes Moreira, que, ao gravar Jubileu de Prata, em 1975, tornou-se o primeiro cantor de trio. O especial também destaca as inovações musicais e tecnológicas que se sucederam ao longo dos anos.
A primeira parte do documentário apresenta desde a criação do pau elétrico, instrumento desenvolvido por Dodô e Osmar que possibilitou a eletrização dos frevos e marchinhas que animavam os carnavais das décadas de 1940 e 1950, até as inovações propostas pelos Novos Baianos, que arrastaram multidões nas ruas de Salvador nos anos 1970. Destaque ainda para o desfile da Caetanave, uma homenagem ao cantor e compositor Caetano Veloso em sua volta ao Brasil, em 1972, após três anos de exílio.
A segunda parte relembra marcos das décadas de 1980, 1990 e 2000. O surgimento da axé music e do samba-reggae, a profissionalização dos blocos e a influência da música afro.
O programa apresenta depoimentos exclusivos de Luiz Caldas, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Gerônimo, Vovô do Ilê, maestro Fred Dantas, Jaime Sodré e Bell Marques.
Serviço:
Caminhão da Alegria: 60 anos de trio elétrico”
Segunda, 27 de fevereiro, às 02h15, na TV Brasil (madrugada de segunda para terça).


------------------------------------------
Terça, 28 de fevereiro
Claun - Os dias aventurosos de Ayana”
23h, na TV Brasil
O filme “Claun - Os dias aventurosos de Ayana” é uma fábula sobre a cultura dos mascarados do carnaval carioca.
A trama narra a história de Ayana, uma menina de 13 anos que se envolve no universo dos bate-bolas e clóvis do carnaval do Rio de Janeiro, e embarca em uma jornada de aventura, mistério e fantasia.
A produção dirigida por Felipe Bragança é parte um do projeto transmídia homônimo. O cineasta também é o responsável pelos filmes “A Fuga da Mulher Gorila”, “Desassossego” e “A Alegria”.
Ano de estreia: 2013. Gênero: aventura/fantasia. Direção: Felipe Bragança, com Jennifer Melo, Márcio Vito, Remo Trajano, Eduardo Speroni, Júnior Moura, Carolina Lavigne, André de Souza.
Inédito. 70 min. Classificação Indicativa: 14 anos.
Serviço:
Claun - Os dias aventurosos de Ayana”
Terça-feira, 28 de fevereiro, às 23h, na TV Brasil.



------------------------------------------
Quarta-feira, 1o de março
Besame Mucho
22h30, na TV Brasil
O longa-metragem “Besame Mucho” narra a trajetória dos casais de amigos Xico e Olga e Tuca e Dina. As relações desses casais são mostradas como um retorno ao passado, com passagens desde os sonhos de adolescência às frustrações da maturidade. Eles se conheceram numa cidadezinha do interior paulista, mas um dos casais decide tentar a sorte na cidade grande.
Esse retorno mágico e realista no tempo descreve a amizade entre dois homens, que viveram a alegria dos anos 60, o desencanto dos anos 70 e a queda dos anos 80. Um retorno que, no final, chega às causas que fizeram dos personagens o que eles são: o namoro com as duas garotas, ingênuas e simples, ao som da música que dá nome ao filme.
Baseado em peça homônima de Mário Prata, o filme recebeu o prêmio de Melhor Filme do Festival Ibero-americano de Hueva e os Kikitos de Melhor Figurino e Melhor Roteiro no Festival de Gramado.
Reprise. 108 min. Ano: 1987. Gênero: Drama. Direção: Francisco Ramalho Jr., com José Wilker, Antônio Fagundes, Glória Pires, Christiane Torloni, Giulia Gam, Paulo Betti, Isabel Ribeiro, Iara Jamra, Vera Zimmermann, Linda Gay, Wilma Aguiar, Sylvio Mazzuca e sua orquestra. Classificação Indicativa: 16 anos
Serviço:
Besame Mucho”
Quarta-feira, 1o de março, às 22h30, na TV Brasil.



Quinta-feira, 02 de março
Dalua Downhill”
22h30, na TV Brasil
O documentário apresenta a jornada de Douglas Rodrigues da Silva, o Dalua, em busca da conquista do mundial de “Skate Downhill”, em que os skatistas descem ladeiras em velocidades superiores a 110 quilômetros por hora.
Por dois anos, a equipe de produção do filme acompanhou o atleta brasileiro em suas viagens ao redor do mundo, revelando que, para além das competições, existe uma história de garra, paixão, pressão e dor. A produção também mostra que amizade e rivalidade despertam sentimentos conflituosos entre os atletas. Afinal, o que os une, também os separa.
Modalidade do skate que mais cresce no mundo, o downhill é uma aposta de pessoas que arriscam suas vidas em um dos esportes mais radicais do mundo movidas por adrenalina, inspiração e desafios constantes.
Dirigido por Rodrigo Pesavento, Fernanda Krumel e Tiago de Castro, o documentário conquistou os prêmios de Melhor Filme Documentário no I Festival Internacional de Filmes de Esporte (FIFE), Melhor Filme no BR Skate Film Festival e Melhor Filme no Festival de Filmes de Surf e Skate, todos em 2012.
88 min. Classificação indicativa: Livre.
Serviço:
Dalua Downhill”
Quinta-feira, 02 de março, às 22h30, na TV Brasil.



Sábado, 04 de março
Marcelo Yuka no Caminho das Setas”
16h30, na TV Brasil
Com letras repletas de críticas sociais, Marcelo Yuka estava no auge do sucesso como compositor, baterista e líder da banda O Rappa – uma das principais na cena pop rock dos anos 1990. Aos 34 anos, 9 tiros num assalto no Rio de Janeiro o colocaram numa cadeira de rodas.
O documentário é um mergulho na transformação de Yuka desde o incidente, em 2000, que revela sua irreverência e complexidade como homem, artista e ativista. Enquanto luta por sua saúde física e espiritual, ele se arrisca em novas sonoridades e segue as setas numa incessante busca por justiça social e paz.
Dirigido por Daniela Broitman, o documentário “Marcelo Yuka no Caminho das Setas” conquistou o Prêmio de Melhor Montagem no Festival do Rio. Também foi reconhecido com a Menção Honrosa do Júri no Brazilian Film & TV Festival de Toronto. O filme ainda foi o vencedor do voto do público para Mostra Mobz no 4º In-Edit Brasil.
Reprise. 95 min. Classificação indicativa: 12 anos.
Ano: 2011. Gênero: documentário. Direção: Daniela Broitman, com Marcelo Yuka, O Rappa (Falcão, Xandão, Marcelo Lobato e Lauro Farias), Manu Chao, BNegão, Apollo 9, Cibelle, Pedro Bernardes, Aleh Ferreira, Amora Pêra.
Serviço:
Marcelo Yuka no Caminho das Setas”
Sábado, 04 de março, às 16h30, na TV Brasil.


Domingo, 05 de março
Os Dias com Ele”
19h, na TV Brasil
A produção apresenta as descobertas e as frustrações ao acessar a memória de um homem e de uma parte da história – a ditadura militar – que são raramente expostos.
Intelectual brasileiro, preso e torturado durante a ditadura, Carlos Henrique Escobar não aborda esses temas desde aquele tempo. A filha, Maria Clara Escobar, parte em busca de sua identidade.
Os dias com ele conquistou o prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Tiradentes. A produção ainda recebeu Menção Honrosa no Festival de Cinema de Havana e na Quinta Semana dos Realizadores. O longa também teve Menção Especial no Festival de Cinema de Murcia (Espanha). Reprise. 107 min.
Inédito. 107 min. Ano: 2013. Gênero: documentário. Direção: Maria Clara Escobar. Classificação Indicativa: 12 anos.
Serviço:
Os Dias com Ele”
Domingo, 05 de março, às 19h, na TV Brasil.

FONTE: RICARDO RIBEIRO/ TV BRASIL

Imprensa (2)Trailer/Divulgação

Imprensa (3) Teaser Trailer

Popular Posts

Google+ Followers